Médicos de Saúde Pública pedem “cautela” e alertam que a “pandemia ainda não acabou”

Mário Cruz / Lusa

A Associação de Médicos de Saúde Pública apelou hoje à população para ter “algumas cautelas” em celebrações familiares e noutros contextos, lembrando que a vacina contra a covid-19 não é “100% eficaz” e que a “pandemia ainda não acabou”.

“A pandemia ainda não acabou, temos ainda uma incidência em crescendo, com particular destaque na região de Lisboa e Vale do Tejo, que não podemos ignorar”, advertiu o presidente da Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública, em declarações à agência Lusa a propósito do aumento do número de casos e de internamentos por covid-19.

O número de internamentos e de contágios tem vindo a registar nos últimos dias um aumento, sobretudo na região de Lisboa e Vale do Tejo. A região de Lisboa e Vale do Tejo registou 274 novos casos nas últimas 24 horas, o que representa 52,7% por cento do total nacional.

Nesse sentido, Ricardo Mexia salientou a importância de se manter as medidas de proteção individual como o distanciamento físico, evitar as aglomerações de pessoas, manter uma boa higienização das mãos e o uso da máscara.

O especialista em Saúde Pública e epidemiologista adiantou que, com o aumento da cobertura vacinal, as pessoas sentem cada vez mais confiança, contudo, disse, “a vacina não é 100% eficaz”, podendo haver pessoas que podem desenvolver a doença mesmo vacinadas.

“O propósito das vacinas é evitar a doença grave e a morte”, sublinhou o especialista, explicando que as pessoas podem eventualmente ter situações “mais benignas da doença”, mas que não impede que a possam transmitir a outros.

Por isso, defendeu, “apesar de já podermos, e bem, realizar um conjunto de atividades, convém que tenhamos algumas cautelas nesse contexto, para evitarmos que a situação se degrade e que haja eventualmente mais casos junto da nossa família e dos nossos amigos”.

A este propósito, assinalou “o número relevante” de casos e surtos com “uma dimensão apreciável” que têm ocorrido em celebrações familiares como aniversários, casamentos, batizados.

Para Ricardo Mexia, “é fundamental” que as pessoas tenham cautela nestes eventos, fazendo, por exemplo, um teste à covid-19 antes de se juntarem com outros, uma medida que diz “poder ajudar a identificar um caso que iria gerar eventuais cadeias de transmissão”.

Por outro lado, também é necessário estar atento às “variantes de interesse” do coronavírus SARS-CoV-2, como a Delta, identificada pela primeira vez na Índia, que podem ser “mais transmissíveis e mais severas”.

“Podem eventualmente ser menos sensíveis às vacinas ou até eventualmente – até agora, aparentemente, não temos nenhuma nessa situação – haver alguma que seja difícil de detetar com os nossos atuais dispositivos diagnósticos, portanto são diversas coisas que podem acontecer com as novas variantes. É algo que não podemos descurar”, advertiu.

Deu o exemplo do Reino Unido, que tem tido “um crescimento importante” da variante Delta, que está a preocupar o país e Portugal também.

Ricardo Mexia realçou, contudo, que existem “duas ferramentas” que podem ajudar à retoma da vida “dita normal”: a vacinação e os testes para interromper cadeias de transmissão.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. NINGUÉM os ouve. Bora lá com o desconfinamento! Ao menos o (mau) tempo está a ajudar a ter menos pessoas nas praias, mas quando estiver bom tempo… Vai ser uma festa! COVID-PARTY!!!

RESPONDER

Portugal com mais seis mortes e 2316 novos casos de covid-19

Portugal registou, esta terça-feira, mais seis mortes e 2316 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 2316 novos …

Um quarto dos processos às companhias aéreas por falta de testes à covid já resultou em multas pagas

A Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) instaurou, entre 2020 e a semana passada, 539 processos a 40 companhias aéreas por transportarem passageiros para o território nacional sem o respetivo teste negativo à covid-19. Cerca …

Colômbia pede que a Venezuela seja declarada como país promotor do terrorismo

A Colômbia pediu esta segunda-feira aos EUA que declarem a Venezuela como país promotor do terrorismo por alegadamente "proteger" guerrilheiros colombianos do Exército de Libertação Nacional (ELN) e do Grupo Armado Residual (Gaor 33, composto …

Treze meses depois, Coreias voltam a falar ao telefone

As comunicações telefónicas estavam cortadas entre as duas Coreias desde junho de 2020, mas os dois países retomaram os contactos esta terça-feira. As duas Coreias retomaram esta terça-feira a comunicação telefónica 13 meses depois de ter …

Benfica: Kaio Jorge não quer jogar em Portugal (e alínea pode impedir saída)

Santos aceitou proposta vinda da Luz mas o jovem avançado prefere o campeonato italiano. E ainda há uma alínea no contrato que vai ser analisada. O Benfica apresentou uma proposta pela contratação de Kaio Jorge, com …

Quase 70% dos internados em UCI têm menos de 59 anos

Quase 70% dos doentes com covid-19 em unidades de cuidados intensivos (UCI) têm menos de 59 anos, revelou a Ordem dos Médicos, indicando que em enfermaria os doentes abaixo dessa faixa etária são cerca de …

Reunião no Infarmed. Especialistas propõem plano de quatro níveis (e a máscara cai no nível 2)

A sede da Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed), em Lisboa, voltou a acolher mais uma reunião de peritos esta terça-feira. Foi apresentada uma proposta de alteração da matriz de risco. Portugal não está em condições de …

Mais de 11.300 suspeitas de reações adversas às vacinas registadas em Portugal

Mais de 11.300 suspeitas de reações adversas às vacinas contra a covid-19 foram registadas em Portugal e houve 68 casos de morte comunicados em idosos, mas não está demonstrada a relação causa-efeito, segundo o Infarmed. De …

Incêndios "sem precedentes" devastam Sardenha

Condições climatéricas adversas e severas, como altas temperaturas e ventos fortes, estiveram na origem dos incêndios florestais que se registaram em vários países do sul do continente europeu, como Itália, Espanha, França ou Grécia. A ilha …

Gabriel foi afastado do plantel e pode ser reforço de Rui Vitória

Jorge Jesus não conta com Gabriel para a próxima temporada e já colocou o médio a treinar à parte do plantel, acompanhado por um preparador físico. O Benfica está a trabalhar com o representante do jogador …