Médias de acesso ao ensino superior vão ser mais altas este ano

Antoninho Perri / Unicamp

As notas dos exames nacionais de quase todas as disciplinas subiram este ano. Como tal, as médias de acesso ao ensino superior da generalidade dos cursos vão ser mais altas.

Os resultados dos exames foram conhecidos esta segunda-feira e, regra geral, registou-se uma subida de notas em quase todas as disciplinas. Em algumas das matérias mais concorridas, as médias aumentaram mais de três valores, escreve o jornal Público.

O presidente da comissão nacional de acesso, João Guerreiro, garante que os resultados não vão fazer com que a corrida às vagas universitárias seja injusta. “Os alunos ficaram todos na mesma situação”, assegura em declarações ao matutino.

“O que os exames nacionais fazem é uma seriação do conjunto dos estudantes. Se as médias aumentaram, é sinal de que as notas aumentaram para quase todos os estudantes”, explicou João Guerreiro.

Perante esta situação, só porque a média de um aluno subiu dois ou três valores, não quer dizer que ele tenha o seu lugar garantido, uma vez que a média dos concorrentes diretos também subiu. Como o aumento dos resultados parece ter sido transversal, não haverá grandes alterações na perspetiva de acesso dos alunos.

O Público realça que nos casos de melhoria de nota, os alunos ganham uma certa vantagem. Por exemplo, um ano que, insatisfeito com a nota de exame do ano passado, tenha repetido a prova este ano, estará em melhores condições de entrar num curso exigente do que um colega que tenha ficado satisfeito com o resultado do ano passado.

O concurso de acesso ao ensino superior abre esta sexta-feira e estão disponíveis 51.408 lugares, o valor mais elevado dos últimos sete anos.

De todas as disciplinas de exame, apenas Matemática Aplicada às Ciências Sociais (MACS) baixou a média de resultados (-1,5) para 9,5. Em Biologia e Geologia a média é de 14 valores (+3,3). Também em Geografia A, Filosofia e História A, os aumentos da média foram iguais ou superiores a três valores, comparativamente com o ano passado.

A média de Geografia A aumentou 3,3 para 13,6; a média de Filosofia chegou aos 13, aumentando 3,2; e a média de História A aumentou três valores, chegando aos 13,4.

Em Matemática A, o aumento foi de 1,8 valores, chegando a uma média de 13,3. Por fim, o aumento mais baixo foi no exame de Português, cuja média subiu apenas 0,2 valores, atingindo uma média de 12 valores.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. A estupidez de quem decidiu inflacionar as notas é que não percebe que nada altera. Quanto muito faz com que alunos que trabalharam todos os anos de estudos para serem os melhores, com médias de 18, tenham de competir com alunos que trabalharam muito menos e que, normalmente teriam notas de 16. Todos têm mérito, mas o essencial é que isto nada resolve. Quando estes senhores (e senhoras) quiserem resolver coisas efetivamente, confrontem a ordem dos médicos e abram vagas, no público ou no privado. Isso sim, levará a alunos a aspirarem uma carreira na medicina, que de outra forma nunca poderiam ambicionar, ou, cuja a ambição estaria reservada aos verdadeiramente ricos que conseguem suportar os filhos numa universidade estrangeira, num país estrangeiro.

    isto não é um problema de maiorias, mas é um problema que afeta maiorias pela falta de profissinais competentes e pelo preço que teremos de pagar aos poucos que venham a integrar o nosso sistema de saúde.

  2. Na minha opinião um aluno que frequentou toda a sua vida uma escola privada deveria ir para uma faculdade privada, um aluno que frequentou toda a sua vida uma escola pública deveria ir para uma faculdade pública.
    Porque razão aquando da ida para a faculdade, os da privada querem ir para a pública?
    Então o ensino privado para eles, toda a sua vida, não foi era melhor que a pública?
    Como temos visto as notícias, no privado compram-se as notas para no fim “lixar” os que toda a sua vida frequentaram o ensino público. Que continuem como já vinham … Depois vão para a pública e demoooooram a acabar os cursos, tirando o lugar a quem merecia lá estar e com melhor desempenho.

    • O seu comentário é um absurdo. Quem tem os filhos numa escola privada, não beneficiou do ensino público mas contribuiu com os seus impostos para o ensino público. Nesse caso quem vai ao hospital privado, também deixa de ter o direito de ir ao hospital público? Quem anda de transporte privado deixa de ter direito a andar de transportes públicos?

    • Muito Bem dito. E… este ano as desigualdades agrava-se com o beneplácito governamental, quando decidiu retirar o peso dos exames aqueles que “compram” notas no privado. Pois tiram médias internas de 20 e depois nos exames tiram 16. Tenho um filha com média interna (secundário) de 181 e de exames nacionais 182 e luta com alunos dos colégios sobejamente conhecidos. Eles não são os culpado. Os culpado são os que vendem as notas.

  3. MC concordo em pleno consigo. Para equilibrar as coisas proponho que quem anda no privado deixe então de pagar os impostos que sustentam o ensino público.

RESPONDER

Encontrado o primeiro planeta que sobreviveu à morte da sua estrela

Uma equipa internacional de astrónomos relatou o que pode ser o primeiro planeta intacto encontrado a orbitar uma anã branca, as densas sobras de uma estrela semelhante ao Sol, apenas 40% maior do que Terra. O …

Os sinais de vida em Marte podem ter sido "apagados" por ácidos

Fluidos ácidos podem ter destruído há muito as evidências de vida biológica passada dentro da argila marciana - possivelmente explicando, assim, por que é tão difícil encontrar evidências de vida antiga no Planeta Vermelho. Em pouco …

Faca feita de fezes entre os vencedores deste ano dos prémios Ig Nobel

Uma faca feita com fezes congeladas e um jacaré a arrotar são alguns dos vencedores dos prémis Ig Nobel, que distinguem as invenções mais incomuns. Os prémios Ig Nobel – uma paródia dos prémios atribuídos pelas …

O hemisfério norte teve o verão mais quente de que há registo (e isso é um sinal de alerta para a Terra)

O hemisfério teve em 2020 o verão mais quente de que há registo. No geral, o Planeta Terra teve três dos meses mais quentes, e o mês de agosto foi o segundo mais quente que …

Há uma nova explicação para o naufrágio do Titanic: Uma fantástica Aurora Boreal

Todos conhecemos a história do Titanic. Também todos sabemos que o seu naufrágio aconteceu após o grande navio ter embatido num iceberg. Contudo, um investigador americano põe novas hipóteses em cima da mesa. E se …

Famalicão 1-5 Benfica | "Águia" faminta com nota artística

Após a desilusão de Salónica, que ditou um adeus precoce dos milhões da fase de grupos da Liga dos Campeões, o Benfica goleou na noite desta sexta-feira o Famalicão por 5-1, numa espécie de redenção. Neste …

O anonimato de Banksy teve um custo. Perdeu os direitos sobre uma das suas obras mais icónicas

O famoso artista de rua britânico Banksy perdeu uma longa batalha judicial pelos direitos autorais da obra "The Flower Thrower", contra a Full Colour Black, empresa que produz postais de felicitações. Banksy, o misterioso artista que, …

Reino Unido e Espanha aumentam restrições. Itália e Alemanha com quase dois mil casos

Madrid restringe movimentos de 850 mil pessoas, Itália regista um aumento dos casos de infeção nas últimas 24 horas, britânicos enfrentam novas restrições no país e Alemanha com dois mil novos casos de covid-19. A região …

Trump novamente acusado de assédio sexual. "Enfiou a língua na minha garganta", disse Amy Doris

O Presidente dos EUA, Donald Trump, foi acusado esta quinta-feira de agressão sexual por uma ex-modelo, num episódio que alegadamente terá ocorrido num torneio de ténis, em 1997. A ex-modelo Amy Dorris relatou ao jornal britânico …

Ventura pondera suspender mandato para se dedicar à campanha presidencial

O presidente do Chega afirmou hoje que o seu partido "está a analisar" no plano jurídico a questão da suspensão temporária do seu mandato de deputado para se dedicar às campanhas dos Açores e presidenciais. Em …