May promete facilitar permanência de cidadãos europeus no Reino Unido

Stefan Wermuth / Reuters

A primeira-ministra britânica Theresa May

A primeira-ministra britânica prometeu, esta quinta-feira, “facilitar” a estadia dos cidadãos europeus no Reino Unido depois do Brexit, ao mesmo tempo que garantiu que o consenso com a União Europeia nesta matéria está “muito perto”.

Theresa May partilhou na sua página do Facebook uma carta aberta aos mais de três milhões de cidadãos da União Europeia (UE) residentes no Reino Unido, que foi interpretada como uma tentativa de desbloquear a negociação com Bruxelas perante a reunião, hoje e amanhã, do Conselho Europeu.

Na missiva, a chefe do Governo britânico explica que se vai tornar “o mais simples possível” e menos dispendioso o processo de registo dos europeus com direito a residência permanente, e estes poderão participar num “grupo de utentes” para determinar o funcionamento deste processo.

Já não lhes será exigido demonstrar que têm acesso a um seguro de saúde e vai reduzir-se o processo burocrático geral e simplificá-lo especificamente para os que já tenham obtido o cartão de residência permanente, indica o texto.

May afirma que vai delinear aos 27 Estados-membros que os mesmos trâmites se facilitem também para os britânicos residentes noutros países da UE.

“Fui clara durante este processo em que os direitos dos cidadãos são a minha primeira prioridade, e sei que os meus colegas têm o mesmo objetivo: salvaguardar os direitos dos nacionais da UE que vivem no Reino Unido e os britânicos que vivem na UE”.

May destaca que os cidadãos europeus são “uma enorme contribuição para o país” e, por isso, é tão importante que tanto eles como as suas famílias “possam ficar”. “Não posso ser mais clara: os cidadãos da UE que residem legalmente no Reino Unido, poderão ficar”.

A líder “tory” (conservadora) afirma que “com flexibilidade e criatividade” dos dois lados, a negociação sobre os direitos dos cidadãos pode finalizar-se “nas próximas semanas”.

Sobre a carta de May, um porta-voz do grupo “the3million”, que representa os interesses dos cidadãos da UE, disse que “poderá abrir a porta ao diálogo” mas lamentou que a primeira-ministra e o ministro do Brexit, David Davis, não se tenham reunido com eles para “abordar os verdadeiros problemas”, tal como a reunificação familiar.

Paralelamente, um grupo de políticos pró-Brexit enviou outra carta aberta a May, coordenada pela campanha “Leave means Leave” (“Sair significa sair”), na qual pede à primeira-ministra para abandonar as negociações com Bruxelas se não houver conclusões positivas no Conselho Europeu.

Os signatários argumentam que o Governo “foi mais do que paciente” nas suas tentativas de abordar com a UE a futura relação comercial e assinalam que, se não há garantias de poder negociar isso em breve, o país deverá assumir que quando sair da UE, a 29 de março de 2019, passará a operar sob os parâmetros da Organização Mundial do Comércio (OMC).

ZAP // EFE

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Nona Sinfonia de Beethoven revela novos detalhes sobre o cérebro humano

A Nona Sinfonia de Ludwig van Beethoven, 250 anos após a sua criação, ajudou a demonstrar a existência de células conceituais no cérebro. Quase 200 anos depois da morte de Beethoven, a maior obra do músico …

Governo vai suspender devolução dos manuais escolares

O ministro da Educação informou hoje que o Governo vai suspender a devolução de manuais escolares, em curso desde 26 de junho, cumprindo a decisão do parlamento, que aprovou uma proposta nesse sentido. O plenário da …

Cuba prestes a abrir portas ao turismo (exceto aos cubano-americanos)

Depois de fechar as suas fronteiras para os turistas no final de março por causa da pandemia da covid-19, Cuba prepara-se agora para reabrir várias das suas baías ao turismo - mas há algumas exceções. …

Cidade do México enterrou os rios para prevenir doenças, mas a covid-19 resiste e prospera

Na tentativa de evitar a disseminação de doenças como a malária e a cólera, a Cidade do México enterrou os seus rios. Agora, como consequência, criou inadvertidamente as condições necessárias para a covid-19 prosperar. A Cidade …

Descoberto sistema de túneis da I Guerra onde estarão enterrados dezenas de soldados

A Agência do Património da Bélgica anunciou esta semana a descoberta de um sistema de túneis alemão da I Guerra Mundial, onde estarão, muito provavelmente, dezenas de soldados enterrados. Em comunicado, citado pela Russia Today, …

Cinco funcionários da Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia

Cinco funcionários da produtora automóvel Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia, avança o The Washington Post. De acordo com o jornal norte-americano, foram cinco os colaboradores dispensados da …

"Qual o lugar mais seguro?". Costa compara infetados no Reino Unido e Algarve

O primeiro-ministro apresentou hoje uma tabela que mostra o Reino Unido muito acima do Algarve em número de infetados com covid-19 por cem mil habitantes e pergunta qual o lugar mais seguro para umas férias …

Azul anuncia venda de 6% da TAP ao Estado por 10 milhões de euros

A companhia aérea brasileira Azul, de David Neeleman, anunciou hoje a venda de 6% da TAP, no âmbito do acordo anunciado esta quinta-feira entre o Estado e os acionistas privados, que “garante a continuação” da …

NASA cria dispositivo que o avisa para não tocar no rosto (e pode ser reproduzido em casa)

A pensar na pandemia, a NASA desenvolveu o PULSE, um colar vibratório que nos alerta se formos tocar no rosto com as nossas mãos. A pandemia de covid-19 alastrou pelo mundo e, enquanto não chega um …

Há mais 11 mortes e 374 novos casos de infecção (300 são na Grande Lisboa)

Portugal regista hoje mais 11 mortos devido à doença covid-19 do que na quinta-feira e mais 374 infectados, dos quais 300 na Região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo o boletim da Direcção-Geral da …