Marroquino acusado de terrorismo condenado a 12 anos de prisão. “Espero que o seu Deus lhe perdoe”

O cidadão marroquino acusado de recrutar em Portugal operacionais para o Estado Islâmico (EI) foi condenado, esta terça-feira, a 12 anos de prisão em cúmulo jurídico.

Abdesselam Tazi, 65 anos, foi condenado por sete dos oito crimes de que estava acusado, tendo o tribunal considerado não provado apenas o crime de adesão a organização terrorista internacional.

O cidadão marroquino, em prisão preventiva na cadeia de alta segurança de Monsanto, em Lisboa, foi condenado a 12 anos de prisão em cúmulo jurídico por falsificação com vista ao terrorismo, recrutamento para o terrorismo, financiamento do terrorismo e quatro crimes de uso de documento falso com vista ao financiamento do terrorismo.

Segundo a acusação do Ministério Público (Mp), Tazi deslocou-se várias vezes ao Centro de Acolhimento para Refugiados, no concelho de Loures, para recrutar operacionais para o Estado Islâmico, prometendo-lhes mensalmente 1.800 dólares (cerca de 1.500 euros).

O Ministério Público conta que o marroquino “passou a visitar regularmente” o CAR “para dar apoio às pessoas em relação às quais organizara a sua vinda para Portugal e outros migrantes jovens que pudessem ser radicalizados e recrutados para aderirem ao Daesh”, procurando convencê-las de “que teriam uma vida melhor se aderissem ao Daesh e fossem viver para a Síria”.

O advogado de Tazi, Lopes Guerreiro, disse que vai recorrer da sentença, considerando que esta é ambígua. O advogado manifestou uma reação de “surpresa” pelos crimes a que o marroquino foi condenado, “tendo em conta a prova produzida em julgamento”.

“Esta decisão apanha-me de surpresa, não obstante a absolvição do crime de adesão a organização terrorista internacional. O indivíduo sai daqui absolvido por ter aderido a uma organização terrorista internacional, mas acaba condenado por ter recrutado alguém para uma organização da qual não faz parte”, lançou a dúvida.

“A decisão é extensa, terei de a ler e só depois posso dizer alguma coisa em concreto, mas o recurso é evidente que vai ser interposto porque a decisão não se compadece com a prova que foi produzida em julgamento e que está no processo”, acrescentou.

Tazi, em prisão preventiva desde março de 2017 na cadeia de alta segurança de Monsanto, em Lisboa, respondia por oito crimes: adesão a organização terrorista internacional, falsificação com vista ao terrorismo, recrutamento para o terrorismo, financiamento do terrorismo e quatro crimes de documento falso com vista ao financiamento do terrorismo.

“Espero que o seu Deus o perdoe”

“Espero que o seu Deus lhe perdoe”, disse o juiz, citado pelo jornal Público, no final da leitura da sentença. “O senhor é um homem religioso. Eu também sou (…) O senhor veio do seu país para convencer uns miúdos indefesos a aderir à sua causa”, apontou.

O magistrado apontou depois o facto de o arguido financiar a sua vida com recurso aos cartões de crédito de outras pessoas: “A sua atividade não era normal. Vivia da utilização de cartões de crédito”, disse, sublinhando que não se percebia como é que um homem que era tão religioso e conservador andava a viver com dinheiro dos outros.

“Não percebo como é que uma pessoa com as suas convicções se permite viver desta forma. Por um lado, é rígido com o comportamento das mulheres e depois em coisas bem mais graves não se importa a andar a defraudar as pessoas, a utilizar cartões de crédito para depois andar a recrutar jovens para irem para a Síria”.

Ao ouvir as palavras do juiz, conta o matutino, Tazi respondia: “Não. Não”, reiterando que não recrutou ninguém e que as denuncias contra a sua pessoa foram uma vingança por não aceitar traficar droga.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Estudo sugere que os macacos podem ter-se domesticado como os humanos

Um novo estudo sugere que os macacos, tal como os humanos, podem envolver-se no processo de auto-domesticação, alterando o curso da sua própria evolução e fisiologia através da forma como se comportam uns com os …

A estrela morta que emitiu ondas de rádio no interior da Via Láctea voltou a fazê-lo

O magnetar SGR 1935+2154, que em abril emitiu a primeira explosão de rádio conhecida de dentro da Via Láctea, explodiu mais uma vez. A pequena estrela morta responsável pela primeira deteção de explosões rápidas de rádio …

"Asteróide do caos". Novos dados confirmam que Apophis pode impactar com a Terra em 2068

Um astrónomo do Instituto de Astronomia da Universidade do Havai revelou novas descobertas críticas relacionadas com um grande asteróide que deverá passar muito perto da Terra. Dave Tholen e os seus colaboradores anunciaram a deteção da …

Luís Filipe Vieira reeleito com 62,59% dos votos

Luís Filipe Vieira foi reeleito para um sexto mandato como presidente do SL Benfica, com 62,59% dos votos dos sócios. Vieira está à frente do emblema da Luz desde 2003. Nem a pandemia travou os sócios …

Sporting 3-1 Gil Vicente | “Pote” de ouro na recta final

Sofrimento e alívio. O Sporting esteve a perder em casa por 1-0 com o Gil Vicente até aos 82 minutos, mas deu a volta ao marcador num curto espaço de tempo, acabando por fixar o …

Descoberto na Austrália recife de coral mais alto do que o Empire State Building

Um novo recife "maciço" de 500 metros foi descoberto na Grande Barreira de Corais da Austrália, tornando-o mais alto do que alguns dos arranha-céus mais altos do mundo. Os cientistas encontraram o recife separado - o …

Encontrados restos de ossos e madeira em pregos que terão sido usados na crucificação de Jesus

Um geólogo israelita analisou pregos supostamente associados à crucificação de Jesus Cristo e descobriu que os objetos contêm traços de osso e madeira. Em 1990, durante a escavação em Jerusalém do túmulo de Caifás, o sumo …

Oreo construiu um "Cofre do Apocalipse" para proteger as suas famosas bolachas

Depois do Svalbard Global Seed Vault, que guarda mais de um milhão de amostras de sementes num bunker, e o Arctic World Archive, que preserva os dados do mundo de hoje, a Oreo criou um "Cofre do …

"O Palmeiras sabe quem é o Abel?" - as dúvidas no Brasil, parte II

Abel Ferreira deverá ser confirmado como novo treinador do Palmeiras nesta sexta-feira. No Brasil voltam a surgir questões sobre as contratações de técnicos estrangeiros. Lembra-se de Marco de Vargas, o jornalista da FOX Brasil que não …

Guru de seita de escravas sexuais condenado a 120 anos de prisão

O guru de uma seita de escravas sexuais, conhecida como NXIVM, foi condenado a 120 anos de prisão. Foi considerado culpado de obrigar mulheres a fazer sexo com ele. Keith Raniere, guru da seita de escravas …