Marisa Matias critica que apenas 1% do orçamentado seja gasto com cuidadores informais

GUE/NGL

A eurodeputada Marisa Matias, eleita pelo Bloco de Esquerda

Marisa Matias, candidata presidencial apoiada pelo Bloco de Esquerda, criticou este sábado que apenas tenha sido executado 1% da verba prevista no Orçamento do Estado para 2020 para os projetos-piloto dos cuidadores informais.

Os atrasos e falhas no estatuto dos cuidadores informais já tinha sido tema do arranque da semana de campanha de Marisa Matias, mas este sábado, quando foi noticiado pelo Público que foi gasto menos de 1% do orçamentado para os cuidadores informais, a recandidata voltou ao tema.

Em visita a Peroselo, em Penafiel, para apoiar a luta dos pedreiros, Marisa encontrou semelhanças nos dois casos, nos quais a lei está no papel, mas não tem efeitos práticos.

A lei dos cuidadores informais já está no papel, mas ainda não chega a toda a gente. Foi implementada em projetos-piloto, em alguns municípios deste país e, portanto, não chega a toda a gente”, lamentou.

Marisa Matias deu precisamente o exemplo de Penafiel, um “município onde o projeto-piloto existe e existe uma enorme burocracia também e dificuldades que são criadas”.

“Quando soubemos hoje que, da verba que estava orçamentada para os cuidadores e cuidadoras informais em 2020, foi executado 1% com toda gente a precisar desse apoio, com tanta gente que tem direito a esse apoio, não foi por falta da verba orçamentada, que estava já no OE2020, foi por não cumprimento do que está na lei, não ter chegado às pessoas”, condenou.

A situação é mais grave, na perspetiva da dirigente bloquista, já que ficou “tanta gente fora e mesmo as pessoas que foram abrangidas não estão ainda a receber esse direito”.

O Estatuto do Cuidador Informal (ECI) deve ser alvo de análise e debate pela comissão de acompanhamento desta medida para avaliar a sua adequação à realidade, a sua coerência com legislação nacional e também permitir uma proposta de melhoria.

“Importa analisar a sua adequabilidade à realidade no nosso contexto, às estruturas de suporte existentes, bem como à sua coerência e integração na demais legislação nacional no sentido de melhor apoiar os cuidadores. Esta análise permitir-nos-á elaborar uma proposta de melhoria do Estatuto do Cuidador Informal, adequada à realidade nacional, com impacto na vida do cuidador e da pessoa cuidada e garantindo um verdadeiro estatuto do cuidador, numa visão integrada e de apoio, no percurso de cuidados”, lê-se num relatório divulgado na sexta-feira

Em declarações aos jornalistas, a recandidata presidencial foi questionada sobre se teme uma abstenção muito elevada nas eleições de dia 24 de janeiro devido à pandemia.

“Nós o que vimos até agora foi uma vontade enorme das pessoas de exercerem o seu direito de voto com a quantidade de pessoas que resolveu inscrever-se para votar no voto antecipado, que demonstraram ter essa vontade. O que nós estamos a ver são pessoas motivadas e que querem exercer o seu direito de voto”, respondeu.

As “condições são difíceis e o contexto de pandemia não ajuda”, admitiu a dirigente bloquista, mas foi clara quando defendeu que “os poderes que estão em vigor têm de garantir é que as pessoas têm condições para votar”.

“É tão simples quanto isso. Garantir as condições sanitárias porque do lado das pessoas, até ver, o que temos é um sinal de vontade de exercer o seu direito”, enfatizou.

Desistência a favor de Ana Gomes?

O tema de uma hipotética desistência a favor de Ana Gomes já foi por diversas vezes afastado por Marisa Matias, que ainda na sexta-feira deixou claro que não vai desistir.

“Já respondi a essa pergunta e não alterou em nada. A não ser que haja aqui uma agenda política que não é minha e que não sei qual é a favor de outra candidatura, eu não percebo, eu não vou desistir. Isso não vai acontecer”, sublinhou na sexta-feira.

Este sábado, perante a insistência na pergunta, a eurodeputada bloquista foi perentória: “eu estou aqui para falar com os pedreiros de Peroselo, para falar dos seus direitos, das suas lutas. É sobre isso que estou a fazer a minha campanha”.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

UE estima normalidade nas vacinas daqui a duas semanas. Orbán recebeu vacina chinesa

A União Europeia (UE) estima que dentro de duas a três semanas "tudo vai funcionar normalmente" na produção e distribuição de vacinas nos Estados-membros. Entretanto, o primeiro-ministro húngaro já foi vacinado (mas com uma vacina …

"Os dados de milhões de pessoas estão em risco", alertam denunciantes da Amazon

Denunciantes da Amazon alertam que os dados de milhões de pessoas estão em risco devido à falta de preocupação da empresa com a cibersegurança. A par da Google, Apple, Microsoft e Facebook, a Amazon é uma …

Mais 41 mortes e 718 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou, este domingo, mais 41 mortes e 718 novos novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 718 …

Navalny chega a colónia penal a leste de Moscovo

O principal opositor do Kremlin chegou, este domingo, a uma zona a cerca de 200 quilómetros a leste de Moscovo para ser transferido para uma colónia penal onde vai cumprir a sua pena, informou um …

Já chegou o voo de repatriamento com 300 passageiros vindos do Brasil

O voo de repatriamento vindo do Brasil chegou, este domingo de manhã, ao Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, com cerca de 300 passageiros. De acordo com a RTP, o voo de repatriamento vindo de São Paulo, …

Costa imune ao descontrolo da pandemia. Popularidade de Marcelo dispara

A sondagem TSF/JN/DN regista uma avaliação positiva do primeiro-ministro e do Presidente da República, com este a atingir um novo pico de popularidade. Os líderes do PSD e do Chega surgem empatados como principais figuras da …

Mais seis mortos nos protestos em Myanmar. Embaixador na ONU afastado

Seis manifestantes foram mortos em Myanmar, este domingo, por forças de segurança que dispersavam com violência as manifestações pró-democracia. Três manifestantes foram mortos em Dawei (no sul do país), enquanto dois adolescentes, de 18 anos, morreram …

Siza Vieira anuncia que Programa Apoiar vai ser reforçado e alargado

O programa Apoiar, destinado a empresas afetadas pela pandemia da covid-19, vai ser reforçado e alargado a novas situações, anunciou o ministro da Economia, indicando que as medidas vão ser anunciadas na próxima semana. "Queremos reforçar …

Embaixadora deixa Venezuela na terça-feira. UE chama embaixador em Cuba

A embaixadora da União Europeia na Venezuela vai sair do país na terça-feira, informou à agência Lusa fonte diplomática europeia, sem adiantar mais detalhes. Na última quarta-feira, a Venezuela decidiu expulsar Isabel Brilhante Pedrosa, em retaliação …

EUA aprovam vacina unidose da Johnson & Johnson. Nova Zelândia volta ao confinamento

O regulador do medicamento norte-americano aprovou, este sábado, a vacina contra a covid-19 da Johnson & Johnson, a terceira autorizada nos Estados Unidos. A vacina em causa da Johnson & Johnson é de dose única e junta-se …