María ganha 3 mil dólares por mês (e é sem-abrigo em Silicon Valley)

María García é um dos muitos casos de sem-abrigo em Silicon Valley, nos EUA, que, apesar de terem emprego, não conseguem ganhar o suficiente para manter uma casa onde viver.

A história chega-nos através de Maria João Bourbon, jornalista do Expresso que esteve nos EUA, mais concretamente em Silicon Valley, zona na Califórnia onde estão sediadas as maiores empresas de tecnologia, com María García.

A norte-americana de 45 anos trabalha a tempo inteiro, ganha três mil dólares por mês (quase 2.600 euros), paga impostos como qualquer outro cidadão a viver no país. Então, como é que se explica que seja uma sem-abrigo?

De acordo com a reportagem, publicada este sábado na Revista E, María não tem mais do que o carro para viver. O fim de um casamento de oito anos empurrou-a para as ruas e, não tendo com quem viver, viu no automóvel aquilo que seria só uma “casa temporária”.

A norte-americana está “estacionada” no parque de estacionamento de uma pequena igreja baptista em São José. No carro, “organizou e compartimentou toda a sua vida”, desde roupas sujas e lavadas, sapatos, produtos de higiene e outros objetos pessoais.

É também esse mesmo carro que a leva ao posto de trabalho todos os dias, o hospital Kaiser Permanente onde trabalha como rececionista. Antes, era aqui que estacionava durante a noite para dormir em segurança.

Apesar de um emprego que “paga bem”, María não consegue fazer frente ao alto nível de vida de Silicon Valley onde, na cidade de São José, a renda média de um apartamento com apenas um quarto ronda os 2.666 dólares por mês, cerca de 2.306 euros por mês.

Sozinha e sem conhecer ninguém na cidade californiana, a americana não consegue suportar uma renda. “E ainda há água e luz para pagar, o seguro e despesas do carro, impostos, alimentação… Esquece, não consigo”, lamenta à jornalista.

Ninguém diria que María dorme no carro. Sai “bonita, arranjada e de roupa lavada” para mais um dia de trabalho. Mas, por trás desta aparência, está uma mulher que já passou muitas “noites mal dormidas” e com “medo de ser descoberta” (nesta região não é permitido por lei pernoitar no veículo).

À revista, María recorda os momentos de “desespero” que já passou, com coisas tão simples como manter-se limpa. Antes de descobrir os balneários do ginásio para os funcionários do hospital, chegou a ficar duas semanas sem tomar banho, tentando fazê-lo à pressa no lavatório de um McDonald’s ou de outra cadeia de fast food.

Já levou “negas atrás de negas” ao tentar um lugar nos vários abrigos disponibilizados pelo Estado norte-americano. Resta-lhe manter a esperança de conseguir uma vaga dentro do mesmo hospital em Fresno, na Califórnia Central, onde sempre viveu (as transferências podem demorar “um ano e meio”) ou ver o seu nome no topo da lista para obter uma habitação permanente, o que pode demorar três anos.

ZAP //

PARTILHAR

19 COMENTÁRIOS

    • Porque nao ha sem abrigo em outros paises… Enfim…

      Trata-se de uma imigrante que se divorciou e nao tem nada nem ninguem… O que e que acha que acontecia em outros paises?

      Ja agora, parece-me ter um BMW…

      Vivo nos EUA. Pais maravilhoso, vivo num Estado maravilhoso.

      • Trabalhadores sem abrigo como nos EUA, não existem em mais país nenhum!!
        Ela é americana e, nos EUA são quase todos emigrantes!…
        Em outro qualquer país (desenvolvido), teria certamente apoios do Estado (ou outros!) e não teria que viver no carro.
        Além disso, não há mais nenhum país civilizado, onde 3 pessoas (sim, três!) tem tanto dinheiro como metade da população mais pobre do país – tal como acontece nos EUA!!
        O que tem o BMW (nem sei se é)?
        Tendo em conta que os carros são relativamente baratos nos EUA, vende-o e faz o quê?
        Ainda bem que por aí é tudo maravilhoso para si; já uns bons milhões de americanos não o podem dizer o mesmo!…

        • Antes de debitar disparates e expor publicamente a sua ignorância, convém fazer uma simples pesquisa no Google.

          https://en.m.wikipedia.org/wiki/List_of_countries_by_homeless_population

          Surpreenda-se com os países Europeus com MAIS sem-abrigo que os EUA.

          E não esquecer que os EUA têm uma fronteira a Sul por onde se consegue entrar +/- facilmente, e por onde de facto entra muita gente muito pobre que em muitos casos vai engordar esta estatística.

          Apoios? Mas em que país é que você vive? Esta mulher tem um ordenado muito baixo mas decidiu que quer viver à força numa zona caríssima, em pleno Silicon Valley. Seria como uma mulher sozinha e sem família com um ordenado de 600 euros decidir que tem que viver em pleno Parque das Nações, e depois decidir que vai ficar a viver no carro porque não quer ir para outro sítio! Explique-me lá que apoios é que esta mulher teria!

          Esta mulher podia ir viver para outro lado, mais longe e menos desejável, mas aparentemente não quer.

          Isto é uma não-historia.

          • Estou a ver que o teu nick não é disparate por acaso!…
            Se, além de atrasado, nem sequer sabes ler; porque insistes em dar palpites?!
            Quem falou no número de sem abrigo?
            Eu vou repetir para ver se consegues perceber à segunda tentativa: “Trabalhadores sem abrigo como nos EUA”
            Repara no pormenor: “trabalhadores”
            Ela não “escolheu”: é onde tem o emprego e, ela não vive no “Parque da Nações” de Silicon Valley; vive no carro!!
            Claro que ela poderá ir para outra zona mais barata (em São Francisco não será fácil), mas depois, ao invés dos $3000/mês, pode não ganhar nenhum e ainda ficar pior…

            • Ó palhaço, mas tu achas que toda a gente que trabalha em Lisboa, vive em Lisboa? NÃO! Muitos vivem na Amadora, Rio de Mouro, Baixa da Banheira, e por aí fora! Ela vive no carro porque quer. Que vá morar para longe onde é mais barato e que apanhe transportes 1h30 ou 2h para cada lado como fazem os outros.

              E apresenta-me essa estatística que mostra que nos EUA, apesar de haver menos sem-abrigo que por exemplo na Suécia, há mais trabalhadores sem abrigo! Fico á espera!

      • Pode viver nos USA mas isso não o impede de ser um ignorante que parece não sabe ler ou pelos menos não sabe interpretar o que lê, mas pronto é ignorante mas parece que é feliz, enfim …

  1. Lei q proibe ela de viver no veiculo vide, governo estatal de esquerda democrata que levou a essa situacao. Nos Estados onde os governadores sao democratas como Dallas e California, a situacao dos sem abrigo proliferam, enquanto que nos de direita estas situacoes nao acontecem. A ZAP mais uma vez omitiu as informações mais relevantes da história

    • Salvo uma excepção ou outra, os Estados mais pobres são os Estados Republicanos. Se acha que isto não se passa nos Estados do Midwest e Sul, tenho uma ponte para lhe vender!

      • Eu falei em sem abrigo, voce fala-me em PIB. A california em PIB total devido às googles e companhia é dos locais mais ricos do mundo, mas depois as pessoas vivem miseravelmente. Podemos falar da situação caótica de Los Angeles também, e muitos outros problemas sempre que os governadores sao democratas de esquerda

        • Vai a Austin então ó palhaço! Os republicanos resolvem sempre bem estes problemas, vide Dallas: expulsando-os para os estados vizinhos, ou que têm um pouco mais de tolerância. Pára de generalizar. Nos estados republicanos as pessoas blablabla ahahahahahahahahaahah.
          Vivi em 3 Estados lá: NY, MN, TX, e tu?

    • E mais Joaquim, nos EUA existe uma lei (não sei se é para todos os estados) que proíbe as pessoas de oferecerem comida a sem-abrigos…
      EUA foi sendo degenerado, país da Liberdade? Há muito tempo que não o é.

  2. EUA já mais é o País mais livre, ao ir lá ver o sonho Americano vim de lá que a Europa é o mais livre, acredito que não seja o mais empreendedor, mas não somos ovelhas a dizer amém e ao menos vivemos, lá quem não tem dinheiro e seguro de saúde não vive, apenas sobrevive, escravo da era moderna.

  3. Ganha bem, se for comparado com um ordenado Português. Para a realidade de Silicone Valley é extremamente baixo. Para ser real a comparação esse ordenado é mais baixo que o ordenado mínimo em Portugal.

  4. Melhor do que não ter nada para comer. A esquerda dos países ricos deveria-se preocupar com aqueles nos países pobres que não têm nem $2 por dia. A pobreza não é relativa! Chega de sermos mimados e acharmos que só porque não temos o nível de vida médio ou alto dos nossos países que somos uns miseráveis!

RESPONDER

Abel montou uma "equipa pequena, a jogar sempre com receio"

Opinião proveniente do Brasil lamenta a forma como o campeão sul-americano se apresenta em campo. É campeão sul-americano, por ter vencido a última Copa Libertadores, está a um jogo de estar novamente na final da Libertadores …

Pandemia com tendência decrescente nos serviços de saúde e na mortalidade

Portugal regista uma situação pandémica de “intensidade moderada”, mas com uma tendência decrescente da pressão sobre os serviços de saúde e na mortalidade associada à covid-19, refere o relatório das “linhas vermelhas” hoje divulgado. Segundo a …

Vacinas da gripe vão ser dadas nos centros de vacinação covid-19

Os centros de vacinação usados para administrar as vacinas contra a covid-19 vão também passar a ser usados para vacinar contra a gripe. Numa nota enviada às redações, a task force anunciou que os centros de …

Irmã de Kim Jong-un diz que acabar com a Guerra da Coreia é uma "ideia admirável"

Esta sexta-feira, Kim Yo-jong, irmã do líder norte-coreano Kim Jong-un, disse que o país está disposto a retomar as conversações com a Coreia do Sul se o vizinho não provocar o Norte com políticas hostis. Ri …

"Que se lixe o Congresso", diz líder do CDS

O líder centrista Francisco Rodrigues dos Santos disse não estar "minimamente preocupado" nem "concentrado em táticas para congressos internos". O presidente do CDS disse esta sexta-feira que não está “minimamente preocupado” com a próxima reunião magna …

Detidos CEO e chairman do grupo HNA, antigo acionista da TAP

Chen Feng e Tan Xiangdon, o chairmain e o CEO do grupo HNA, que já deteve uma participação na TAP, foram detidos esta sexta-feira.  O chairmain e o CEO do grupo HNA terão sido detidos na …

OMS inclui mais dois medicamentos nas recomendações para tratamento

A Organização Mundial de Saúde (OMS) acrescentou na quinta-feira dois medicamentos à lista de fármacos admitidos para tratamento da covid-19 e pediu à farmacêutica que os produz para baixar os preços e levantar as patentes. O …

Puigdemont em liberdade, mas com proibição de sair da Sardenha

O Tribunal de Recurso de Sassari decidiu, esta sexta-feira, deixar em liberdade o ex-presidente catalão Carles Puigdemont. Enquanto decorrer o processo judicial, não pode sair da ilha italiana. Carles Puigdemont saiu em liberdade esta sexta-feira, depois …

Centenas de pessoas protestam em Barcelona contra a prisão de Puigdemont em Itália

Centenas de pessoas reuniram-se próximo do consulado italiano em Barcelona em protesto contra a prisão de Carles Puigdemont. Centenas de pessoas reuniram-se esta sexta-feira próximo do consulado italiano em Barcelona, guardado por um forte dispositivo da …

Portugal com mais 9 mortes e 757 casos de covid-19

Portugal registou 757 novos casos e nove mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal registou, nas últimas …