Marcelo visita São Jorge no domingo

Eduardo Costa / Lusa

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, desloca-se este domingo à ilha de São Jorge, onde se regista uma crise sismovulcânica desde 19 de março.

Marcelo Rebelo de Sousa vai visitar a ilha de São Jorge no domingo, a partir das 15h30 (16h30 de Lisboa). A notícia foi avançada este sábado pelo presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro.

Na sexta-feira, o chefe de Estado disse que estava a acompanhar a crise sismovulcânica na ilha açoriana, onde pensava deslocar-se brevemente, considerando que “não há razão para insegurança”.

“Quando falei com ele [presidente do Governo Regional] hoje, ainda estava em São Jorge e eu penso muito brevemente ir a São Jorge também”, afirmou Marcelo aos jornalistas, em Fátima.

Ao longo dos últimos dias, pequenos sismos multiplicam-se na ilha de São Jorge. Só desde a meia-noite deste sábado, foram registados 560.

“Ao longo do dia de [sexta-feira], a análise preliminar dos registos sísmicos permitiu contabilizar cerca de 870 eventos. Entre as 00h00 [01h00 em Lisboa] e as 10h00 de hoje foram contabilizados aproximadamente 560 eventos, o que reflete uma ligeira diminuição da atividade sísmica. Todos os sismos registados até ao momento são de baixa magnitude e evidenciam uma origem de natureza tectónica”, avançou o CIVISA, em comunicado de imprensa.

Na sequência dos pequenos abalos, vários habitantes começaram a abandonar a ilha. Desde o início da crise sismovulcânica no sábado passado, cerca de 1.250 pessoas abandonaram São Jorge, por via marítima e aérea.

O alerta vulcânico na ilha de São Jorge mantém-se no nível V4 (de um total de cinco), o que faz com que se tenha “de tomar precauções de forma a proteger a população”, referiu Eduardo Faria, presidente do Serviço Regional de Proteção Ciivl e Bombeiros dos Açores, ao Público.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.