No Egipto, Marcelo culpa “todos” pelo crescimento do Estado Islâmico

António Cotrim / Lusa

O Presidente da República admitiu, esta quinta-feira, no Egipto, culpas de “todos” pelo crescimento do autoproclamado Estado Islâmico e defendeu que Portugal, ao contrário dos EUA, jamais transferirá a sua embaixada para Jerusalém.

Marcelo Rebelo de Sousa fez um discurso pela tolerância e pela paz na milenar universidade de al-Azhar, na cidade do Cairo, e, no fim, respondeu a perguntas, em árabe e tradução simultânea, de uma plateia de estudantes, religiosos e professores.

Uma delas, foi sobre a explicação que dava para o fenómeno do crescimento do autoproclamado Estado Islâmico, que reclamou a responsabilidade por atentados, na Europa e em África.

“Quem teve a culpa fomos nós”, repetindo “nós” por quatro vezes, ocidentais e países islâmicos, mencionando depois que “os europeus foram egoístas” e não deram importância às dificuldades e necessidades sentidas pelas sociedades.

“Quando a sociedade vive em crise, quando a sociedade não responde às necessidades das pessoas, na política não há vazios, alguém o preenche”, afirmou.

Aos europeus, Marcelo Rebelo de Sousa deixou o recado: “Quando culpam o Estado Islâmico, culpem-se a si próprios porque criaram condições para o Estado Islâmico existir”.

A última pergunta do debate foi sobre a Palestina e sobre a criação de um Estado palestiniano.

O Governo português insistiu na tese da coexistência de dois Estados – Israel e Palestina. “Tem que ser aceite um Estado Palestiniano com capital em Jerusalém”, disse o chefe de Estado, recusando introduzir fatores de perturbação.

“Tudo o que unilateralmente crie problemas é algo que Portugal não fará. Não mudaremos a nossa embaixada para Jerusalém”, afirmou o Presidente, muito aplaudido pela plateia.

Esta sexta, último dia da visita oficial, Marcelo vai visitar as pirâmides de Gizé e também se vai reunir a sós com Tawadros II, Papa de Alexandria e patriarca da Sede de São Marcos. Ontem, o Presidente já se encontrou com o seu homólogo egípcio, Abdel Fatah al-Sisi.

Depois do encontro dom Tawadros II, Marcelo visita ainda a Igreja Ortodoxa Copta de São Marcos e o último ponto da deslocação ao Cairo será uma homenagem às vítimas do atentado de dezembro de 2016, no memorial que lhe é dedicado. Durante a manhã, a comitiva presidencial fará ainda visitas ao Museu Egípcio.

Em toda a estada no Egito, o Presidente português foi acompanhado pelo ministro egípcio das Antiguidades, Khaled al-Anani.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Vírus pode ter estado adormecido antes de surgir na China, diz investigador de Oxford

O novo coronavírus pode ter estado adormecido algures no mundo antes de ter surgido na China, defendeu o investigador da Universidade de Oxford, Tom Jefferson, apontando para várias descobertas de amostras do vírus em Espanha, …

Federer sente falta de Wimbledon. "Deu-me tudo"

Roger Federer admitiu sentir a falta de Wimbledon, o torneio do "Grand Slam" que, se não tivesse sido cancelado devido à pandemia de covid-19, estaria a decorrer em Londres. O tenista suíço Roger Federer admitiu, esta …

Vanessa Guillen foi espancada até à morte. Jovem soldado tinha dito à mãe que era vítima de assédio

Vanessa Guillen foi vista pela última vez a 22 de abril, pouco tempo depois de confessar à mãe que estava a ser assediada por um sargento. O principal suspeito da morte da jovem suicidou-se e …

Presidente da Câmara do Funchal envia carta a Boris Johnson a defender a Madeira

O presidente da Câmara do Funchal escreveu uma carta a Boris Johnson, na qual realça "alguns argumentos fortes" a favor da Madeira como destino de férias para os cidadãos do Reino Unido. O presidente da Câmara …

Livros pró-democracia desapareceram das bibliotecas de Hong Kong

Livros escritos por importantes ativistas da democracia de Hong Kong começaram a desaparecer das bibliotecas da cidade, avança a agência noticiosa francesa AFP, citando registos online destes espaços. Os livros pró-democracia desapareceram das prateleiras da …

Lito Vidigal é o novo treinador do Vitória de Setúbal

Lito Vidigal é o novo treinador do Vitória de Setúbal. O ex-treinador do Boavista, que já tinha passado pelo Bonfim em 2018/2019, vai suceder a Júlio Velázquez no comando técnico dos sadinos. Esta segunda-feira, Lito Vidigal, …

Estados Unidos confirmam rara infeção provocada por parasita que destrói o cérebro

Foi detetada, no cérebro de uma pessoa no condado de Hillsborough, uma ameba rara que destrói o cérebro. O parasita chama-se Naegleria Fowleri. Uma ameba rara que destrói o cérebro, conhecida como Naegleria Fowleri, foi detetada numa …

IKEA devolve a Portugal 500 mil euros em apoios do lay-off

A IKEA já reuniu com o Governo e diz estar a estudar a melhor forma de proceder à devolução do montante recebido pelo Estado.  Segundo o Dinheiro Vivo, a IKEA Portugal vai devolver cerca de 500 …

Isabel dos Santos diz-se "contactável e disponível" para colaborar com a justiça

Isabel dos Santos negou, esta segunda-feira, que a justiça desconheça o seu paradeiro e que não a consiga contactar, depois de o procurador-geral de Angola ter vindo a público denunciar a ausência de respostas da …

"Não estamos a dar a resposta suficientemente eficaz nesta fase", diz bastonário dos médicos

O bastonário da Ordem dos Médicos (OM), Miguel Guimarães, defendeu esta segunda-feira que enquanto faltar uma "resposta suficientemente eficaz" à covid-19 na fase de desconfinamento, a recuperação económica também será mais lenta. O responsável falava aos …