/

Mapa interativo mostra crateras de impacto de asteroides e meteoros na Terra

1

Um mapa interativo mostra todas as crateras de impacto de asteroides e meteoros na Terra de que há registo. São cerca de 190 crateras espalhadas pelo mundo inteiro.

Crateras de impacto são causadas pela colisão de grandes asteroides e meteoros. Ao longo da história do nosso planeta, cerca de 190 crateras de impacto terrestre foram identificadas e ainda sobrevivem aos processos geológicos da Terra.

Agora é possível consultar um mapa interativo com todas as crateras de impacto de asteroides e meteoros de que há registo.

A maior cratera alguma vez registada é a de Vredefort, em Free State, África do Sul. O impacto tem mais de 2,02 mil milhões de anos e 300 quilómetros de diâmetro. Acredita-se que o asteroide que causou esta cratera teria entre 10 e 15 quilómetros de diâmetro.

O exemplo mais recente é o do meteorito que caiu nas Montanhas Sikhote-Alin, no sudeste da Rússia, em 1947. Estima-se que 70 toneladas de material sobreviveram à passagem ígnea através da atmosfera e chegaram à Terra.

De acordo com o HeritageDaily, uma das mais conhecidas é a cratera de Chicxulub, que foi criada quando um grande asteroide ou cometa, com até possivelmente 81 km de diâmetro, atingiu a Península de Yucatán, no México. O impacto aconteceu há 66,038 milhões de anos, no final do Cretáceo, e gerou uma cratera com mais de 180 km.

Os investigadores acreditam que este evento tenha sido responsável por uma extinção em massa, que fez desaparecer 75% das espécies de animais e plantas.

  Daniel Costa, ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.