Manifestação de mulheres no Afeganistão durou 5 minutos

2

Stringer / EPA

Cerca de 40 mulheres quiseram demonstrar em Cabul que querem igualdade no acesso à educação e ao trabalho. Talibãs não permitiram.

Uma manifestação de mulheres no Afeganistão, realizada neste sábado, terminou com tiros para o ar disparados por talibãs.

O protesto decorreu na capital Cabul, em frente ao Ministério da Educação.

Cerca de 40 mulheres quiseram demonstrar que querem igualdade no acesso à educação e ao trabalho.

“Pão, trabalho e liberdade”, cantavam as manifestantes, enquanto também gritavam: “Justiça, justiça. Estamos fartas da ignorância“.

Pelo meio também se lia uma faixa que anunciava “15 de agosto é um dia negro” – o dia em que os talibãs passaram a controlar o Afeganistão, aproveitando a saída dos militares dos Estados Unidos da América.

Esta manifestação só durou cinco minutos. Os talibãs presentes no local começaram a disparar tiros para o ar para afastar as mulheres.

Depois, já fora da zona do ministério, algumas das manifestantes foram perseguidas e agredidas pelos talibãs.

Jornalistas também foram espancados, de acordo com a AFP.

As mulheres no Afeganistão têm sido privadas de vários direitos, num país comandado por talibãs.

Em Março deste ano deixou de haver escolas secundárias para mulheres e, em Maio, as afegãs passaram a ter de cobrir todo o rosto, obrigatoriamente.

  ZAP //

2 Comments

  1. J. Galvao, as Mulheres fofinhas fora sempre de segundo plano, tudo terá começado no Paraíso para que Adão tivesse com quem brincar, na verdade a brincadeira nao parou, apesar de muitas tentativas para a sua emancipação, estiveram ( e ainda estão) sempre em segundo plano, mesmo quando enviuvaram nao conseguiram impor-se, mesmo nas escolas (todas) e apesar de muitas delas terem quase atingido o auge, nao conseguem ser de fato autoritárias, este caso da Inglaterra, ou em outro Pais é a mesma preocupação , ou imitam os homens ou deixam-se conduzir por eles, mesmo quando se unem em equipas a sobrevivência esta sempre dependente dos homens, voltamos ao caso da Inglaterra e de quem os governa, apesar de ja terem sido feitas algumas tentativas na permissão as mulheres, e algumas de fato corajosas, mas terminamos sempre por recorrer aos homens, alguns como mordomos mas estão la sempre presentes na opinião tomada, no meu Pais recebemos uma equipe ( afegã )de futebol feminina, a quem alimentamos e damos guarida, e a mais de cerca de meia centena que as acompanharam , talvez como, massagistas , psicólogas, treinadoras, preparadoras físicas, roupeiras, e cuidadoras alimentares para que tenham o chá sempre quentinho, um conforto agradável nos meus treinos, mas na verdade toda a logística é coordenada por um homem, nao consigo referir outras atividades ou ocupações pois desconheço o que é feito dessa boa gente , na Ucrânia vamos tendo noticias que algumas regressaram as suas casas, mesmo que estejam desfeitas pelos homens, ainda mandam naquele Pais.

  2. Manifestaram 5 Minutos ????…. Espantoso ! .. 5 Minutos de Democracia , não há duvida , o Afeganistão está a caminho da Democracia a velocidade de cruzeiro , mas com algumas vergastadas dadas aos descontentes …..Claro !

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.