Manchester United: jogador expulso e chamado a tribunal em 48 horas

SEBASTIEN BOZON / AFP

Aaron Wan-Bissaka expulso

Aaron Wan-Bissaka irá depor em tribunal, no final deste ano. Jovem futebolista foi apanhado a conduzir sem carta e sem seguro.

Não estão a ser dias fáceis para Aaron Wan-Bissaka. O futebolista do Manchester United soube nesta quinta-feira que vai ter que comparecer em tribunal, em Dezembro deste ano.

Bissaka foi apanhado pela polícia de Manchester a conduzir sem carta de condução e sem seguro. A detenção ocorreu há três meses, no dia 23 de Junho.

O jogador recebeu uma pena suspensa e continua com autorização para conduzir, até ao início do julgamento.

Foi o segundo envolvimento com as autoridades em cinco dias, na altura, porque a 18 de Junho tinha sido proibido de conduzir durante seis meses por causa de outro incidente na estrada (excesso de velocidade), em Setembro de 2020.

O seu advogado alegou que, na segundo caso, o seu cliente não sabia que não tinha permissão para conduzir.

O ex-Crystal Palace, que está em Manchester desde 2019, já tinha sido um protagonista, igualmente por más razões, no jogo desta terça-feira entre Young Boys e Manchester United.

Na estreia na Liga dos Campeões desta época, Aaron Wan-Bissaka só esteve em campo durante 34 minutos: foi expulso e o United (que nesse momento estava a vencer, com golo de Cristiano Ronaldo) acabaria por perder por 2-1 na Suíça.

Ole Gunnar Solskjær, treinador do Manchester United, disse que não percebeu esse cartão vermelho.

  Nuno Teixeira, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.