Malásia vai abolir a pena de morte

O Governo da Malásia vai abolir a pena de morte, anunciou esta quinta-feira o ministro da comunicação, Gobind Singh Deo, numa decisão saudada pelas organizações de defesa dos direitos humanos.

“O governo está de acordo em abolir a pena de morte”, disse o ministro, citado pela AFP. “Espero que a lei seja em breve emendada”, acrescentou.

A pena capital por enforcamento está actualmente prevista na lei da Malásia para uma série de crimes, desde o homicídio ao rapto, passando pela posse de armas de fogo e pelo tráfico de droga. Mais de 1.200 pessoas estão no corredor da morte no país.

De acordo com a imprensa local, o ministro das Leis, Liew Vui Keong, disse ontem que o Governo tinha concordado abolir a pena de morte e apresentar a legislação necessária para tornar a decisão efetiva na segunda-feira, no reinício da sessão parlamentar.

“A pena de morte será abolida e as execuções suspensas”, afirmou, citado pela comunicação social malaia.

A organização não-governamental de defesa dos direitos humanos Amnistia Internacional (AI) saudou a decisão, que considerou um importante avanço, mas pediu a Kuala Lumpur para garantir que a abolição da pena de morte é “para todos os crimes, sem excepções”.

Na quarta-feira, data em que se assinalou o Dia Mundial contra a Pena de Morte, a AI lançou uma nova campanha pelo fim da pena de morte em cinco países, incluindo a Malásia.

A nova “campanha de pressão” pelo fim da pena de morte na Bielorrússia, Gana, Irão, Japão e Malásia, visa pressionar “em particular estes países” a acabarem com o “tratamento desumano” a que são sujeitos os prisioneiros condenados à pena de morte e a avançarem para a abolição deste tipo de punição, segundo nota da AI.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Tancos. Detetada discrepância na listagem de lança-granadas

O CDS alega diferenças entre as listas comunicadas pelo Exército e entregues pela Polícia Judiciária Militar ao Ministério Público e quer alterar relatório final sobre Tancos. O CDS alegou existir uma diferença de 80 lança-granadas …

Rio defende inocência de Álvaro Amaro e critica julgamentos na praça pública

O presidente do PSD defendeu esta segunda-feira, em Viana do Castelo, o respeito pelo princípio de presunção de inocência para todos os portugueses e criticou julgamentos "na praça pública", referindo-se ao processo que envolve o …

Campanha para ajudar Miguel Duarte já angariou mais de 30 mil euros

A campanha de crowdfunding para ajudar Miguel Duarte, acusado pela justiça italiana de auxílio à imigração ilegal, já angariou quase 30 mil euros. Para surpresa de Miguel Duarte, o objetivo inicial da campanha de crowdfunding lançada no …

Misteriosas ilhas artificiais na Escócia são mais antigas que Stonehenge

Arqueólogos da Universidade de Southampton, que trabalharam com colegas da Universidade de Reading e com o arqueólogo local Chris Murray, descobriram que alguns "crannogs" escoceses datam do período neolítico - muito mais antigos do que …

Greves da Soflusa e Transtejo desconvocadas

A secretária-geral e responsável pela comunicação da Soflusa, Margarida Perdigão, confirmou esta segunda-feira que as greves da empresa de transportes foram desconvocadas. As greves tinham início marcado para terça-feira. Os sindicatos assinaram um protocolo que vai …

ONG pede investigação sobre a morte do ex-presidente do Egito Mohamed Morsi

A organização não-governamental Human Rights Watch pediu uma investigação sobre o acesso à assistência médica e aos alegados maus tratos sofridos ao longo dos anos por parte do ex-presidente do Egito Mohamed Morsi, que morreu …

Os golfinhos formam amizades porque partilham os mesmos interesses

No que diz respeito a criar laços de amizade, parece que os golfinhos são mais parecidos connosco do que imaginávamos. O comportamento homófilo desempenha um papel central na formação das amizades humanas, uma vez que os …

Neozelandês que partilhou vídeo do massacre de Christchurch condenado a 21 anos de prisão

Um neozelandês foi esta terça-feira condenado a 21 meses de prisão por ter partilhado o vídeo que o alegado autor do ataque em março contra duas mesquitas de Christchurch, que fez 51 mortos, transmitiu em …

Michel Platini detido por suspeitas de corrupção

Michel Platini foi detido, esta terça-feira, em Nanterre, nos subúrbios de Paris, pela polícia judiciária durante investigação sobre alegada corrupção na organização do Campeonato do Mundo de 2022, no Qatar. De acordo com a Mediapro, o …

Estados Unidos enviam mais mil militares para o Médio Oriente para "monitorizar" ações do Irão

Após o anúncio do Irão, de que vai recomeçar o enriquecimento de urânio para fins militares, os Estados Unidos decidiram enviar mais mil militares para o Médio Oriente. Os Estados Unidos decidiram enviar cerca de mil …