Malásia vai abolir a pena de morte

O Governo da Malásia vai abolir a pena de morte, anunciou esta quinta-feira o ministro da comunicação, Gobind Singh Deo, numa decisão saudada pelas organizações de defesa dos direitos humanos.

“O governo está de acordo em abolir a pena de morte”, disse o ministro, citado pela AFP. “Espero que a lei seja em breve emendada”, acrescentou.

A pena capital por enforcamento está actualmente prevista na lei da Malásia para uma série de crimes, desde o homicídio ao rapto, passando pela posse de armas de fogo e pelo tráfico de droga. Mais de 1.200 pessoas estão no corredor da morte no país.

De acordo com a imprensa local, o ministro das Leis, Liew Vui Keong, disse ontem que o Governo tinha concordado abolir a pena de morte e apresentar a legislação necessária para tornar a decisão efetiva na segunda-feira, no reinício da sessão parlamentar.

“A pena de morte será abolida e as execuções suspensas”, afirmou, citado pela comunicação social malaia.

A organização não-governamental de defesa dos direitos humanos Amnistia Internacional (AI) saudou a decisão, que considerou um importante avanço, mas pediu a Kuala Lumpur para garantir que a abolição da pena de morte é “para todos os crimes, sem excepções”.

Na quarta-feira, data em que se assinalou o Dia Mundial contra a Pena de Morte, a AI lançou uma nova campanha pelo fim da pena de morte em cinco países, incluindo a Malásia.

A nova “campanha de pressão” pelo fim da pena de morte na Bielorrússia, Gana, Irão, Japão e Malásia, visa pressionar “em particular estes países” a acabarem com o “tratamento desumano” a que são sujeitos os prisioneiros condenados à pena de morte e a avançarem para a abolição deste tipo de punição, segundo nota da AI.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

85% dos medicamentos estão em falta na Venezuela

A Federação Farmacêutica Venezuelana (Fefarven) informou hoje que estão em falta 85% dos medicamentos que se comercializam no país. A denúncia surgiu um dia depois de o Governo venezuelano estabelecer preços fixos para 56 medicamentos, durante …

Obrigar as crianças a beijar os avós é mesmo uma "violência"

O professor universitário Daniel Cardoso pôs o país a discutir se é ou não uma violência obrigar as crianças a beijar os avós. Uma posição que é defendida por inúmeros especialistas e que nem sequer …

Cidade da Maia testa passadeira 3D

O município da Maia está a testar a colocação de passadeiras 3D, cujo objetivo é criar uma ilusão de ótica que faz os condutores abrandar quando se aproximam, descreveu hoje a autarquia. Em causa está, de …

Portugal recebe em novembro cerca de 150 refugiados que estão no Egito

Portugal vai receber, em novembro, cerca de 150 refugiados que estão no Egito, primeiro grupo de mais de mil pessoas que vão ser reinstaladas em Portugal até 2019, disse hoje o ministro da Administração Interna. "Vamos …

Crianças até 2 anos são as que mais usam apps

Mais de metade das crianças com menos de 8 anos usa aplicações como entretenimento e as crianças que mais usam os dispositivos eletrónicos têm até 2 anos. Segundo o estudo "Happy Kids: Aplicações Seguras e Benéficas …

Abstenção galopante alastra-se à faixa dos 30-44 anos

A abstenção aumentou de forma galopante em Portugal, dos 8,1% em 1975 para os 44,2% nas legislativas de 2015, e a tendência está a alastrar das gerações mais jovens para a faixa dos 30 aos …

Descida da propina vai retirar bolsas a alunos carenciados. Medida "demagógica e perversa"

A descida do valor máximo da propina poderá significar o fim da bolsa para muitos alunos carenciados, alertou o reitor da Universidade Nova de Lisboa, que considera a medida ''demagógica e perversa''. Segundo a proposta de …

Hugo Abreu caiu da viatura e “não se mexeu mais”. Instrutor dos comandos viu e ignorou

Rodrigo Seco afirmou que, no decurso da Prova Zero, os dois instrutores desvalorizaram os sintomas de mal-estar, sinais de cansaço e ignoraram os vários pedidos dos instruendos para que pudessem beber água. Um dos instruendos do …

Nunes da Fonseca é o novo Chefe do Estado-Maior do Exército

O tenente-general José Nunes da Fonseca é o escolhido para suceder ao general Rovisco Duarte como Chefe do Estado-Maior do Exército. Rovisco Duarte demitiu-se no âmbito do caso do roubo de armas em Tancos. O nome …

Raspadinha rende mais de 100 milhões à Segurança Social

No próximo ano, a Segurança Social vai receber um montante na ordem dos 225 milhões provenientes dos jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. A Segurança Social irá receber, no próximo ano, cerca de 225 …