Quase seis anos depois, Malala Yousafzai regressa ao Paquistão

malala.org

A activista adolescente Malala Yousafzai, Prémio Nobel da Paz

A ativista paquistanesa, vencedora do Prémio Nobel da Paz em 2014, regressou ao Paquistão, esta quinta-feira, quase seis anos depois de ter sido baleada na cabeça pelos talibãs quando ia a caminho da escola.

Malala Yousafzai, a jovem de 20 anos que agora estuda em Oxford, chegou à capital do Afeganistão, Islamabad, acompanhada pelos pais e sob fortes medidas de segurança.

A televisão local mostrou-a com os pais no salão do Aeroporto Internacional Benazir Bhutto, de onde saiu numa escolta de 15 veículos, muitos deles ocupados por polícias fortemente armados.

A jovem, que cumprirá uma visita de quatro dias, foi recebida hoje pelo primeiro-ministro paquistanês, Shahid Khagan Abbasi. “Estou muito feliz. Nem consigo acreditar que estou aqui”, declarou comovida, num breve discurso na residência do primeiro-ministro.

“Nos últimos cinco anos sonhei sempre poder voltar ao meu país”, adiantou, tendo prometido que continuará a fazer campanha pela educação das raparigas e pedido aos paquistaneses que se unam em questões como os cuidados de saúde e a educação.

Abbasi congratulou-se pelo regresso da militante dos direitos das mulheres, considerando que Malala “fez muito pelo nome do Paquistão” e que será respeitada no país, como foi no resto do mundo.

Segundo as autoridades paquistanesas, o itinerário não foi divulgado “por razões de segurança”. Não se sabe se a jovem de 20 anos se deslocará ao seu distrito natal de Shangla, ou à cidade de Mingora, onde ocorreu o atentado, ambos no vale de Swat.

A jovem, que desde os 11 anos escrevia, sob anonimato, um diário para a BBC sobre o que era a sua vida no regime talibã, foi baleada em outubro de 2012 por militantes talibãs, quando ia a caminho da escola.

A Nobel da Paz abandonou o país entre a vida e a morte. Foi tratada em Inglaterra, onde vive atualmente, e tornou-se uma inspiração para a luta pelo direito à educação e pelo respeito dos direitos humanos.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Benfica vai apresentar queixa por ameaças de morte a Vieira e vandalismo

O Benfica vai avançar com queixas devido às ameaças de morte ao presidente do clube em tarjas colocadas nas imediações do Estádio da Luz, mas também pela vandalização de várias casas benfiquistas. Segundo o jornal online …

Submarino civil transparente pode levá-lo ao local do naufrágio do Titanic

A Triton, uma empresa com sede na Florida, fabrica submarinos civis de última geração há mais de uma década. Agora, vai fazer nascer o Triton 13000/2 Titanic Explorer, que para além de oferecer aos passageiros …

Catorze detidos nos novos protestos em Barcelona a favor de Pablo Hasél

Pelo menos 14 pessoas foram detidas pela polícia catalã, este sábado, durante os distúrbios que se seguiram a mais uma manifestação em Barcelona a reclamar a libertação do rapper Pablo Hasél. Segundo o jornal Público, pelo …

Procuradores avançam para tribunal contra nomeações de chefias

O Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) está envolvido numa nova polémica, depois do concurso que culminou na indigitação de José Guerra para a Procuradoria Europeia. Segundo avança o Jornal de Notícias, este domingo, um concurso para …

A partir de segunda-feira, eletrodomésticos vão ter novas etiquetas energéticas

As organizações não-governamentais ambientalistas saúdam as novas etiquetas energéticas, que entram em vigor esta segunda-feira, mas pedem “mais atenção” ao consumidor e “maior rapidez” na reclassificação de “mais produtos”. Em comunicado, a cooligação Coolproducts, um grupo …

Depois do balde de água fria da pandemia, Israel vai ficar melhor do que nunca. Tudo pelos turistas

Israel está fechado em casa e viajar para este país não faz parte dos planos de muitas pessoas. No entanto, este período de acalmia pode mesmo ser o melhor momento para planear uma viagem - …

Menos 1,3 milhões de consultas nos hospitais e menos 151 mil cirurgias em 2020

No ano em que a pandemia chegou a Portugal, houve menos 151 mil cirurgias e menos 1,3 milhões de consultas nos hospitais públicos. A covid-19, que chegou a Portugal a 2 de março de 2020, obrigou …

Várias escolas de Tóquio pedem "certificados de cabelo real" aos alunos

As escolas japonesas são conhecidas pela sua rigidez relativamente à aparência dos seus alunos, tanto que os estudantes que não seguem o padrão de "cabelo liso e preto" têm de apresentar provas. Dados divulgados, esta semana, …

UE estima normalidade nas vacinas daqui a duas semanas. Orbán recebeu vacina chinesa

A União Europeia (UE) estima que dentro de duas a três semanas "tudo vai funcionar normalmente" na produção e distribuição de vacinas nos Estados-membros. Entretanto, o primeiro-ministro húngaro já foi vacinado (mas com uma vacina …

"Os dados de milhões de pessoas estão em risco", alertam denunciantes da Amazon

Denunciantes da Amazon alertam que os dados de milhões de pessoas estão em risco devido à falta de preocupação da empresa com a cibersegurança. A par da Google, Apple, Microsoft e Facebook, a Amazon é uma …