Maior parte dos médicos aposentados que voltam ao SNS prefere trabalhar em tempo reduzido

Giuseppe Lami / EPA

A maior parte dos médicos aposentados que regressa ao Serviço Nacional de Saúde (SNS) opta por trabalhar em tempo reduzido, adianta o Jornal de Notícias.

De acordo com o Jornal de Notícias, do total de 216 médicos aposentados no ativo, apenas 28% escolhem trabalhar a tempo inteiro, quase um quinto opta por prestar serviço no Serviço Nacional de Saúde (SNS) entre 5 e 15 horas e 44% preferem trabalhar entre 16 e 25 horas.

Segundo a Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), citada pelo JN, há 138 médicos aposentados que voltaram ao ativo nos cuidados primários, 78 nas unidades de cuidados hospitalares e quatro nos serviços centrais, que não entram nas contas do SNS. Destes médicos, 47 regressaram este ano.

Por outro lado, estes números são diferentes daqueles que são avançados pelo Sindicato Independente dos Médicos (SIM), que apontam para o regresso de 152 médicos aposentados entre janeiro e outubro deste ano.

Segundo o JN, o regime excecional, em vigor há 10 anos, é contestado pelos sindicatos médicos, que defendem que o regime fecha portas aos mais novos.

“Em tempos de pandemia, todos os médicos são bem-vindos“, disse Noel Carrilho, da Federação Nacional de Médicos, embora acrescentando que, numa situação normal, este regime só deveria ser utilizado em zonas onde as vagas não são preenchidas para garantir a colocação dos médicos recém-especialistas.

“Se a vaga não é ocupada, mantém-se o médico aposentado. Se for ocupada, o contrato não deve ser renovado e o médico aposentado, querendo continuar, tem de escolher uma vaga que ficou por preencher”.

Jorge Roque Cunha, secretário-geral do SIM, considera que esta é “uma falsa solução” dado que o tempo reduzido escolhido por grande parte dos médicos aposentados não resolve os problemas do SNS.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

PRR. Nome de Vítor Caldeira na mesa para presidir à Comissão de Auditoria e Controlo

O inspetor-geral de Finanças vai presidir à Comissão de Auditoria e Controlo (CAC) que acompanhará a implementação do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) e que deverá, também, integrar o ex-presidente do Tribunal de Contas …

Altice Portugal avança "nas próximas semanas" com despedimento coletivo

A Altice Portugal confirmou esta terça-feira à Lusa que vai dar início, "nas próximas semanas", a um processo de rescisões de contratos de trabalho através de despedimento coletivo, no âmbito do Plano Integrado de Reorganização, …

BE e PAN criticam "falta de liberdade de expressão" no Porto

As deputadas do Bloco de Esquerda e do PAN na Assembleia Municipal do Porto criticaram a “falta de liberdade de expressão” na cidade, depois de dois grafitis terem sido “apagados pelos serviços da autarquia”. “Soubemos que …

Marcelo pede aos jovens que facilitem vacinação em "corrida contrarrelógio"

O Presidente da República fez esta terça-feira um apelo aos jovens para que não deixem de se vacinar e adequem a habitual mobilidade no período do verão para facilitar um processo de vacinação em "corrida …

“Nenhum país está preparado para um evento da magnitude de Pedrógão Grande", diz Comissão Técnica Independente

O engenheiro António Salgueiro, da Comissão Técnica Independente (CTI) que avaliou os incêndios na Região Centro em junho de 2017, afirmou esta terça-feira que nenhum país está preparado para a magnitude do fogo de Pedrógão …

Escócia também adia desconfinamento para julho

A Escócia também decidiu adiar o desconfinamento por várias semanas, tal como Inglaterra, devido ao agravamento da pandemia no Reino Unido, que registou 27 mortes e 11.625 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas. Inicialmente …

Países do Golfo continuarão dependentes do petróleo por mais uma década

Um estudo da agência de notação financeira Moody's revelou que os países exportadores de petróleo do Golfo vão continuar dependentes da produção de hidrocarbonetos pelo menos na próxima década. Segundo o estudo, citado pela agência Reuters, …

PSP do Porto reforça policiamento no São João e apela ao cumprimento das regras

A PSP do Porto garantiu, esta terça-feira, que vai reforçar o policiamento na noite de São João, de quarta para quinta-feira, e apela ao cumprimento das regras atendendo ao contexto atual da pandemia de covid-19. “Solicita-se …

UE garante compra de mais 150 milhões de doses da vacina da Moderna

A Comissão Europeia aprovou esta terça-feira a alteração ao segundo contrato com a farmacêutica Moderna para a ativação, em nome de todos os Estados-membros da União Europeia (UE), de 150 milhões de doses adicionais em …

Lisboa sobe mais de 20 lugares no ranking. É a 83.ª cidade mais cara do mundo

Lisboa é a 83.ª cidade mais cara do mundo em termos de custo de vida, subindo 23 posições no ranking em relação ao ano passado, num estudo da Mercer divulgado esta terça-feira, que é liderado …