//

O maior parque solar do mundo matou 3.500 pássaros

2

ivanpahsolar.com

Ivanpah Solar Electric Generating System, o maior parque solar do Mundo

Ivanpah Solar Electric Generating System, o maior parque solar do Mundo

Um relatório recente alerta para que mais de 3500 aves foram mortas na Califórnia, EUA, no primeiro ano de operação do Ivanpah, parque maior parque solar do mundo.

Um relatório da consultora especializada em assuntos de ambiente Harvey & Associates, citado pelo The Desert Sun, conclui que o Ivanpah Solar Electric Generating System, parque solar instalado em  San Bernardino, no deserto do Mojave, na Califórnia, provocou a morte a 3504 aves de 83 espécies diferentes durante o seu primeiro ano de actividade.

Segundo o relatório, a taxa de mortalidade das aves terá chegado às 292 mortes mensais – cerca de 10 aves morreram por dia. Entre as vítimas do parque solar encontram-se também raposas do deserto, pequenos roedores e insectos.

O parque solar Ivanpah, que pertence a um consórcio formado pelo Google, NRG Energy e Brightsource Energy Inc, usa 300.000 painéis solares para dirigir a luz do sol para caldeiras instaladas no topo de três torres de 140 metros de altura.

O vapor produzido nas caldeiras do complexo movimenta uma turbina que produz 400 MW de energia – o suficiente para abastecer de energia 140.000 lares.

flightgeek / Flickr

A temperatura no local pode atingir os 537°C

A temperatura no local pode atingir os 537°C

Os pássaros vitimados pelo complexo morrem presumivelmente queimados ao voar sobre o complexo. Quando os painéis fazem convergir a energia do sol para as caldeiras, a temperatura no local pode atingir os 537°C.

“Estamos satisfeitos porque, apesar de tudo, o relatório clarifica que o número de aves mortas ser uma percentagem mínima da fauna local”, diz David B. Knox, director da NRG, “mas estamos a trabalhar para encontrar uma solução”.

Entre as soluções apontadas, está em estudo o uso de aparelhos sónicos e de cheiros para dissuadir os pássaros de voar sobre o complexo, o reposicionamento dos espelhos, o uso de luzes LED, e desligar as luzes durante a noite.

Mas entretanto, o parque solar levanta uma outra preocupação, com pássaros muito maiores, e metálicos. Aparentemente, não está claro se o parque solar não pode interferir dramaticamente no tráfego aéreo da região – nomeadamente, cegando os pilotos com o brilho dos milhares de espelhos apontados ao céu.

  AJB, ZAP //

2 Comments

    • Sinceramente e realmente, o seu comentário, além de ter um grau elevado de ignorância, foi completamente desnecessário.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE