Maior avião comercial do mundo aterrou pela 1.ª vez em Portugal

Um Airbus A380, o maior avião comercial do mundo, aterrou esta segunda-feira pela 1.ª vez em Portugal, no aeroporto de Beja, atualmente o único português capaz de o receber, atraindo centenas de curiosos para ver o “gigante dos céus”.

Trata-se do Airbus A380 que a companhia aérea europeia Hi Fly, sediada em Lisboa e que se dedica ao aluguer de aviões com tripulação, manutenção e seguros, comprou este mês, tornando-se a 1.ª companhia do seu modelo de negócio, a 4.ª da Europa e a 14.ª a nível mundial a operar um avião do género.

O avião, vindo de Inglaterra, onde participou na edição deste ano de um dos maiores eventos internacionais de aviação, o Festival Aéreo de Farnborough, que decorreu na semana passada, aterrou às 16:57 no aeroporto de Beja, o que atraiu centenas de curiosos e provocou congestionamentos no trânsito nos acessos à infraestrutura.

Trata-se de “um momento histórico para a aviação civil” em Portugal, já que é “a primeira vez” que aterra em solo nacional um Airbus A380, “um gigante dos céus e o maior avião comercial do mundo de sempre”, disse à Lusa o presidente da Hi Fly, Paulo Mirpuri.

A Hi Fly está “muito satisfeita” por ter sido Beja a receber a primeiro voo do A380 em Portugal, “o que demonstra a capacidade e evidencia a potencialidade do aeroporto como veículo dinamizador” da região, frisou.

Nuno Veiga / Lusa

Um airbus A380, da companhia aérea Hi Fly, aterra na pista do Aeroporto de Beja.

Em declarações aos jornalistas, o administrador da Hi Fly Sérgio Bagorro disse que o A380 aterrou no aeroporto de Beja porque, atualmente, é o único em Portugal capaz de o receber e é onde a companhia tem uma das suas bases para estacionamento e manutenção de linha dos seus aviões.

Segundo Sérgio Bagorro, o Airbus A380 pode aterrar em três aeroportos portugueses, nomeadamente os de Beja, no Alentejo, e das Lajes, nos Açores, que resultam do aproveitamento civil e usam pistas de bases militares, e o de Lisboa.

Mas, atualmente, “somente o de Beja está preparado para receber o Airbus A380 e ainda é preciso ultimar alguns procedimentos” para o avião poder aterrar nos outros dois aeroportos.

“Lisboa é um aeroporto extremamente congestionado e Beja é a melhor opção” e é onde a Hi Fly está “mais à vontade” para estacionar o A380 para fazer as ações necessárias antes de o avião entrar em operação comercial, explicou Sérgio Bagorro.

De acordo com informações prestadas à Lusa pela Hi Fly, o A380, que deverá entrar em operação comercial no final deste mês, fica no aeroporto de Beja “alguns dias” para “familiarização” das tripulações com a base e treino e formação das equipas de operações de terra, engenharia e manutenção da companhia sediadas em Portugal.

 

 

Segundo a Hi Fly, “o Airbus A380 é um avião significativamente maior do que todos os outros e carece de equipamento específico para poder ser assistido“.

 

Segundo a Hi Fly, o A380, que voará por todo o mundo e está equipado com tecnologia e acabamentos de última geração e motores Rolls Royce Trent 900, tem capacidade para 471 passageiros distribuídos por três classes (primeira, económica e executiva), mas numa configuração de alta densidade poderá transportar até 853 passageiros.

A performance do A380 “vai ao encontro do compromisso de sustentabilidade da Hi Fly”, porque produz “apenas 75 gramas de dióxido de carbono por passageiro por quilómetro e reduz emissões de gás nocivas, transportando mais pessoas com um menor impacto para a atmosfera”, refere a companhia.

A compra do A380, que tem 11 anos e foi o sexto exemplar construído pela Airbus, é “uma aposta certa” da Hi Fly, porque “consegue transportar mais passageiros com menos emissões de dióxido de carbono e de uma forma mais eficiente a nível de custos e de combustível”, frisou Sérgio Bagorro.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Milhares pediram o cancelamento do TV Fest. Festival foi suspenso

O Ministério da Cultura criou um festival televisivo exclusivamente dedicado à música portuguesa em parceria com a RTP, mas o formato e os critérios estão a causar forte polémica no meio. Uma petição pública online …

Comércio internacional pode cair para níveis da Grande Depressão

A Organização Mundial do Comércio referiu na quarta-feira que o arrefecimento do comércio internacional provocado pela Covid-19 pode chegar aos níveis registados nos anos 30 devido à Grande Depressão. Segundo noticiou o Observador, na melhor das …

Loja de telemóveis apanhada a vender álcool gel com lucro até 400%

Os inspetores da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) encontraram, em Lisboa, uma loja de reparação e venda de acessórios para telemóveis a vender frascos de gel desinfetante de 500 ml a 24,95 euros …

Em Portimão, uma sirene toca quando alguém sai de casa sem justificação

A sirene do quartel dos Bombeiros de Portimão vai passar a tocar sempre que alguém sair de casa e andar na rua sem justificação. O anúncio foi feito pela Câmara Municipal de Portimão em comunicado. De …

Short Selling - ou como vender ações emprestadas para ganhar muito dinheiro

Vender ações da bolsa que não são suas é uma forma de ganhar bastante dinheiro. Esta forma de negociação, denominada short selling, é muito lucrativa mas implica algum risco, pelo que é prudente aconselhar-se junto …

"Nem mais um abuso". Grupo no Whatsapp servia para planear ataques à polícia em Espanha

Dois homens de 25 e 30 anos, os dois criadores de um grupo de Whatsapp que servia para planear ataques à polícia espanhola, foram detidos esta terça-feira. De acordo com o jornal espanhol El País, o …

Trabalhadores independentes que reduziram descontos da Segurança Social terão apoio mais baixo

Os trabalhadores independentes que optaram por reduzir em 25%, de forma fictícia, o rendimento sobre o qual incidem as contribuições, e que por isso descontaram menos, verão refletida essa diminuição no apoio que podem receber …

Secretas alertaram a Casa Branca para o perigo do coronavírus em novembro

Os serviços de inteligência dos Estados Unidos alertaram o Pentágono e a Casa Branca, no fim de novembro, que o novo coronavírus estava a espalhar-se em Wuhan, avisando que o vírus estaria a mudar o …

Pandemia pode criar mais 520 milhões de pobres

Um estudo da Organização das Nações Unidas (ONU) conclui que a pandemia do novo coronavírus poderá deixar mais 520 milhões de pessoas a viver com rendimentos inferiores a cinco euros por dia, num cenário de …

Cerca de 20% dos eleitores de Bolsonaro estão arrependidos da escolha

De acordo com uma sondagem divulgada esta quarta-feira, 83% dos inquiridos garantiram não estar arrependidos de terem votado em Jair Bolsonaro e 39% consideram "ruim ou péssima" a gestão do Presidente brasileiro face à crise …