Mãe de aluno que morreu por agressões na praxe julgada por difamação

Bobo Boom / Flickr

-

Mãe de estudante que morreu, em 2oo1, depois de uma praxe vai agora ser julgada por quatro crimes de difamação, depois de ter chamado “assassino” a um dos arguidos no caso.

15 anos depois de ver o filho morrer na sequência de agressões durante uma praxe, Maria de Fátima Macedo vai começar a ser julgada, no Tribunal da Maia, por quatro crimes de difamação, escreve o jornal Público.

A mulher, de 65 anos, foi acusada de difamar um dos jovens que foram arguidos na investigação do homicídio do seu filho por lhe ter chamado “assassino” durante uma entrevista a um programa de televisão em 2014.

A queixa partiu do próprio estudante da Tuna Académica da Universidade Lusíada de Famalicão, Olavo Almeida, agora com 39 anos de idade, que está a ser acompanhado por uma procuradora do Ministério Público.

Segundo o diário, Maria de Fátima Macedo arrisca uma pena de até dois anos de prisão ou o pagamento de uma indemnização de 120 mil euros ao queixoso.

De acordo com a sua defesa, a mãe de Diogo nomeou os suspeitos da morte do seu filho “imbuída da sua revolta mais que justificada” e realça que a lei “não pune o uso de expressões difamatórias quando estas são proferidas prosseguindo interesses legítimos” e quando quem as profere “prove a verdade das mesmas ou creia de boa-fé na sua veracidade”.

Além disso, as suas advogadas defendem ainda que essas declarações foram proferidas no âmbito do direito à liberdade de expressão, uma vez que “a arguida não pode estar obrigada a não responder à comunicação social”.

Diogo, que na altura frequentava o quarto ano de arquitetura, morreu aos 22 anos depois de ter dito que ia “resolver a sua vida na tuna”, conta o Público.

Agressões durante a praxe provocaram a sua morte, conclusão que, em 2013, foi confirmada pelo Supremo Tribunal de Justiça. Apesar disso, os culpados deste crime nunca foram julgados e, por falta de provas, o processo acabou por ser arquivado.

ZAP

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Se averiguassem bem estes crimes, porque doutra coisa não se trata, a pobre mãe não estaria com tantos processos de difamação. Enfim, é a (in)justiça que temos!

    • Olha “ELE”, não sei se estás a ser irónico ou meio aparvalhado! Achas bem?!?!?!? Havia de ser um filho teu ou uma filha tua! Não tens vergonha?!?!?!?! Como acima diz a Julieta e a Ana Gonçalves, tratam-se de máfias, de crimes! Como é possível terem ficado impunes??? Não há provas??? E agora, a mãe pode dizer que estava possuída ao tere dito o que disse, ou algo do género e voltamos aos “autos de fé” dos tempos medievais! Ou então que alegue insanidade, pois uma pessoa que SABE quem lhe MATOU o filho e vê-os safarem-se?????? Só pode mesmo ficar insana… eu ficava! Pelo amor de Deus!!!!!!

  2. Olha Ele :
    és humano ou bicho
    Mãe perde o filho
    e cai boca dos tribunais

    Estamos em portugal
    Uns fazem asneiras Chama-se doutores eng, Pol, etc .
    Os sofredores fica nas portas dos tribunais. É que temos

RESPONDER

Raíssa faz bolachas com o lema "Fora Bolsonaro". Já se tornaram virais

Uma brasileira começou a fazer bolachas com o lema "Fora Bolsonaro" em jeito de brincadeira, mas agora já vende centenas todos os dias. Aquilo que começou como uma simples brincadeira, acabou por tornar-se viral. A ideia …

Zara, 19 anos, quer ser a mulher mais nova de sempre a voar sozinha à volta do mundo

Uma jovem, de 19 anos, pôs mãos à obra para levar a cabo um "gap year" (o chamado ano sabático) com um propósito muito fora do comum: tornar-se a mulher mais nova de sempre a …

Francês diz ter usado método matemático para ganhar o Euromilhões

O francês, que não quis revelar a sua fórmula à imprensa, ganhou, no dia 11 de junho, 30 milhões de euros com a combinação com a qual jogava há um mês. A história foi contada, esta …

Mais de metade da população portuguesa já tem a vacinação completa

Mais de metade da população residente em Portugal (52%) já tem a vacinação completa contra a covid-19, revela o relatório semanal de vacinação divulgado esta terça-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último relatório semanal …

Campeão olímpico criou problemas no seu país natal

Richard Carapaz, medalha de ouro no ciclismo, foi direto: "O país nunca acreditou em mim". Presidente do Equador, ministro e Comité Olímpico reagiram. Poucos dias depois de ter subido ao pódio final da Volta a França …

Jovens preocupados com fertilidade e efeitos secundários das vacinas contra a covid-19

Com o avanço das campanhas de vacinação, um grande número de pessoas das faixas etárias baixo dos 30 anos mostra-se relutante em tomar a vacina contra a covid-19. Os jovens falam de preocupações com fertilidade …

Dois gestos de Cla(ri)sse que ficam para a memória olímpica

Clarisse Agbégnénou foi campeã olímpica no judo, pela primeira vez - mas a atitude que demonstrou, mal venceu a final, ficará também nos registos. Campeã mundial cinco vezes, mais duas medalhas de prata. Cinco medalhas em …

Sindicatos avançam com ações legais para travar despedimento coletivo na TAP

Os sindicatos que representam os trabalhadores da TAP vão avançar com ações legais para travar o despedimento coletivo que a empresa iniciou na segunda-feira, que abrange 124 profissionais. "Até agora houve conversa, a partir de agora …

Ginastas alemãs usam fato integral para combater sexualização da modalidade

Ao contrário do que acontece com os ginastas masculinos, que podem optar por calções ou calças, as mulheres competem, desde o início da modalidade, de bodies que expõem grande parte do seu corpo. Quando, no último …

Tribunal europeu dá razão à SIC e condena Estado por violar liberdade de expressão

Portugal foi condenado pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem (TEDH) por violação da liberdade de expressão num caso em que a SIC foi obrigada a indemnizar um ex-deputado do PS por ofensa à sua …