Maduro acusa ex-chefe dos serviços secretos de ser infiltrado da CIA

Cristian Hernandez / Lusa

O Presidente da Venezuela garantiu na sexta-feira ter provas de que o antigo chefe dos serviços secretos venezuelanos coordenou o levantamento militar do passado dia 30 de abril, como inflitrado da CIA.

“Conseguimos provar que foi recrutado pela CIA (serviços secretos norte-americanos), há mais de um ano, e que trabalhou como traidor, toupeira e infiltrado”, declarou Nicolás Maduro, num discurso transmitido na televisão estatal.

O líder venezuelano referia-se ao general Manuel Christopher Figuera, chefe do Serviço Bolivariano de Inteligência Nacional (Sebin), que retirou na semana passada o seu apoio a Maduro. Para o chefe de Estado, o general Figuera “coordenou o golpe fracassado” da madrugada do dia 30 de abril, convocado pelo líder da oposição, Juan Guaidó, presidente da Assembleia Nacional (AN, parlamento) e autoproclamado Presidente interino do país.

Na terça-feira, o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, anunciou que o país suspendeu as sanções contra o general, que terá desertado. No entanto, Maduro advertiu: “Em breve, a justiça vai apanhá-lo e ele vai pagar o preço da sua traição”.

Acusações em linha com a ofensiva recentemente lançada pelo governo chavista “contra os traidores” responsáveis pelo “golpe de Estado fracassado” no final do mês passado. Dez deputados da oposição foram já acusados de “traição à Pátria” e “conspiração”, entre eles o vice-presidente da Assembleia Nacional, Edgar Zambrano, braço-direito de Juan Guaidó.

Zambrano ficou em prisão preventiva no estabelecimento prisional militar de Fort Tiuna, por ordem de um tribunal com competência em casos relacionados com o terrorismo.

Juan Guaidó, que se apresentou como Presidente interino em janeiro e teve na altura o apoio de mais de 50 países, desencadeou no dia 30 de abril um ato de força contra o regime de Maduro em que envolveu militares e para o qual apelou à adesão popular.

Guaidó convoca manifestação anti-regime em Caracas

A capital venezuelana deverá voltar a ser este sábado novamente palco de protestos contra o regime do Presidente Nicolás Maduro. A convocatória foi feita quinta-feira, em conferência de imprensa, pelo autoproclamado Presidente interino Juan Guaidó na sequência da detenção do seu número dois, Edgar Zambrano.

Perante os jornalistas, Guaidó reiterou as críticas ao regime, que acusa de já não governar nem resolver problemas dos cidadãos, mas apenas “perseguir os deputados”.

Falando aos jornalistas 17 horas depois da detenção do vice-presidente da Assembleia Nacional, Edgar Zambrano, na sede do partido Vontade Popular, em Caracas, rodeado de vários deputados da oposição, Juan Guaidó falou para todos os venezuelanos que vivem tempos muito difíceis, para concluir que “o governo de Maduro já não governa”.

“Se governasse, procurava resolver os problemas da falta de eletricidade, da falta de alimentos, de medicamentos, de transportes, mas não, só se preocupa em perseguir os deputados da Assembleia Nacional”, acrescentou, referindo ser o parlamento o único órgão legitimamente eleito e reconhecido pela comunidade internacional.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Espanha vai tentar exumar 31 corpos que se encontram no Vale dos Caídos

As autoridades espanholas vão tentar exumar 31 dos milhares de corpos de pessoas enterradas no Vale dos Caídos, um grande mausoléu onde esteve enterrado o ditador Francisco Franco até ao mês passado. Segundo a agência Associated …

Holanda reduz velocidade máxima nas autoestradas em prol da qualidade do ar (e deixa o primeiro-ministro "muito infeliz")

O Governo holandês vai baixar os limites de velocidade nas autoestradas do país para travar as emissões de monóxido de nitrogénio, que contribui para a degradação da camada de ozono. O primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, anunciou …

Facebook para iOS utiliza câmara do iPhone sem que o utilizador note

Há um erro na aplicação do Facebook para iOS - sistema operativo do iPhone - que liga a câmara do telemóvel sem que o utilizador se aperceba quando este faz scrool no feed de …

Tesla vai abrir a sua primeira fábrica na Europa

O construtor de carros elétricos Tesla vai abrir uma fábrica nos arredores de Berlim, anunciou o presidente executivo da empresa, Elon Musk, na terça-feira à noite ao receber um prémio na capital alemã. “Tenho uma informação …

Continental vai contratar 300 engenheiros para o Porto

A Continental vai instalar no Porto um centro de desenvolvimento de tecnologias que poderá empregar "cerca de 300 engenheiros" e apoiará o desenvolvimento de soluções para veículos elétricos, condução autónoma e cibersegurança, anunciou esta quarta-feira …

Comissão Europeia aprova comercialização da primeira vacina para o Ébola

A Comissão Europeia anunciou no início da semana que concedeu uma autorização para a comercialização da primeira vacina contra o Ébola, designada Ervebo e produzida pela farmacêutica Merck. A vacina estava a ser produzida desde o …

Facebook lança o seu próprio MB Way

O Facebook lançou nos Estados Unidos uma nova funcionalidade para facilitar pagamentos através das quatro principais aplicações do grupo, que é semelhante ao funcionamento das transações com o MB Way. Em comunicado, Deborah Liu, responsável do …

O dilema dos chumbos, o "engano" de Ventura e o "falso liberal". O primeiro debate aqueceu

O primeiro debate quinzenal da legislatura arrancou esta quarta-feira e ficou marcado pelas retenções até ao 9.º ano - Chumba ou não chumba?, quis saber a direita, bem como pelo aumento do salário mínimo nacional …

Sondagem europeia defende tratado internacional que proíba "robôs assassinos"

Quase três em cada quatro pessoas querem que o seu governo colabore com outros países para proibir sistemas letais de armas autónomas. A organização não-governamental Human Rights Watch (HRW) divulgou esta quarta-feira os resultados de uma …

Pentágono está a criar bactérias que detetam explosivos no subsolo

O Pentágono, em conjunto com a empresa de defesa Raytheon, está a desenvolver um sistema capaz de produzir bactérias geneticamente modificadas no subsolo, com o objetivo de detetar explosivos no subsolo. Neste projeto, iniciado pela Agência …