Madonna: “Harvey Weinstein ultrapassou os limites quando trabalhámos juntos”

Madonna / Instagram

Madonna

Agora foi a vez de Madonna a vir a terreiro falar dos avanços sexuais de Harvey Weinstein. A cantora norte-americana denunciou o produtor de Hollywood, dizendo que “passou das marcas e ultrapassou os limites” com ela.

Segundo avançou o Diário de Notícias na quinta-feira, o assédio terá acontecido quando os dois trabalharam juntos no documentário da tournée de 1991 Truth or Dare (Na Cama Com Madonna), que foi distribuído pela antiga empresa de Harvey Weinstein, a Miramax.

As denúncias de Madonna foram feitas durante na entrevista à New York Times Magazine (NYTM) – com o título “Madonna aos 60” para promover o novo álbum Madame X. E onde, além das revelações sobre o assédio sexual, não deixou de falar de Lisboa e de surpreender já que considera a cidade “muito medieval”.

Na entrevista, a cantora definiu o ex-produtor como “incrivelmente atiradiço sexualmente e ansioso comigo quando trabalhámos juntos. Na altura ele era casado e eu, obviamente, não estava interessada”.

Madonna acrescentou que era sabido no meio que Harvey Weinstein agia de forma semelhante com com outras mulheres, mas que todas acabavam por aceitar a situação e a viam quase como normal porque os seus filmes eram grandes êxitos e todas queriam trabalhar com ele.

Quando no final de 2017 começaram a ser conhecidas denúncias de que o mesmo tinha abusado e agredido mulheres, Madonna disse que se ele fosse preso não ficaria feliz por isso. “Nunca iria torcer pelo fim de ninguém. Não é um bom karma”. Mas, “foi bom que alguém que abusou do seu poder durante tantos anos tenha sido responsabilizado”.

Na entrevista, Madonna também negou o boato de que teria pedido para sair com Donald Trump. Contou, contudo, que quando filmava uma campanha da Versace com Steven Meisel na casa do fotógrafo, em Palm Beach, o atual Presidente dos Estados Unidos ligou várias vezes para falar com ela. “Está tudo bem? Está confortável? As camas são confortáveis? Está tudo bem? Está feliz?”.

Justin Lane / EPA

Madonna não deixou de dar umas alfinetadas ao Presidente norte-americano, dizendo que é fraco de caráter. “Um homem que é seguro de si mesmo, um ser humano que está seguro de si, não precisa de estar sempre a fazer bullying às pessoas”.

A cantora referiu-se também à sua vida em Portugal onde, disse, se sentiu sozinha e queria fazer amigos. E apesar de esclarecer que não vivia em nenhum castelo, como se chegou a dizer, considerou que Lisboa é parada no tempo. “É muito medieval e parece um lugar onde o tempo, de certa forma, parou, parece muito fechado.Tem uma vibração ‘cool’, mas sentia-me muito afastada de tudo no sítio onde vivia com os meus filhos”.

Madonna, que é referida como uma das mais famosas ‘soccer mums’ da atualidade, lamenta-se de uma vida pouco interessante em Portugal. “Era o [jogo] FIFA, a escola dos meus filhos e mais nada”. A cantora decidiu viver em Portugal para acompanhar o filho David Banda que joga nas camadas jovens do Benfica.

Contou ainda que, numa noite de música improvisada, visitou a casa de um francês debruçada sobre o mar e encontrou lá vários artistas, sobretudo fadistas. “Havia lá uma vibração mágica e palpável e, de repente, os músicos começaram a tocar”. Disse ter entrado em transe quando ouviu a variedade de músicos que se levantavam dos sofás e das cadeiras para cantar e tocar guitarra – sambistas brasileiros, quartetos de jazz e uma artista da Guiné-Bissau, que cantou em mandinga, uma língua africana.

Madame X, o seu último trabalho, gravado ao longo de 18 meses entre Portugal, Londres, Nova Iorque e Los Angeles foi, no entanto, influenciado por Lisboa – “o álbum é mais sombrio do que o habitual”, escreveu a jornalista do NYTM, para acrescentar que a “rainha da pop” experimentou géneros musicais como o fado, o rap e o batuque cabo-verdiano.

Depois da publicação da entrevista ‘online’, a cantora decidiu usar o Instagram para criticar a jornalista, afirmando que Vanessa Grigoriadis preferiu centrar-se em questões banais e superficiais, mesmo tendo acesso a todo o tipo de informação.

“Comentários intermináveis sobre a minha idade nunca teriam sido mencionados se eu fosse um homem!”, escreveu Madonna.

https://www.instagram.com/p/ByXoF3NBl8j/

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

UEFA confirma três jogos de suspensão para Neymar

A UEFA anunciou, esta quarta-feira, que rejeitou o recurso do Paris Saint-Germain e manteve os três jogos de suspensão a Neymar, na sequência de insultos aos árbitros na partida com o Manchester United, da Liga …

Transportes estão cada vez mais cheios. Carris vai comprar 100 novos autocarros

A Carris vai lançar dois concursos para a aquisição de 100 novos autocarros, 70 dos quais a gás natural e 30 elétricos, anunciou o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina. Falando na apresentação da …

Apenas 59% dos habitantes da Europa ocidental confiam na vacinação. França é o país com mais dúvidas

Na Europa oriental, apenas metade da população olha para as vacinas como uma forma segura de prevenção de saúde. No caso da zona ocidental, o número sobe para os 59%, mas fica ainda distante dos …

César Peixoto é o novo treinador da Académica

O antigo futebolista é o novo treinador da Académica, sucedendo a João Alves no comando técnico dos estudantes, anunciou o clube que integra a II Liga portuguesa. César Peixoto vai ser apresentado às 17h00, em conferência …

Tribunal diz que ausência de resistência de vítima de violação é "desejo de sobreviver"

Quando as vítimas não resistem, revelam "o desejo de sobreviver a uma situação cujo controlo não detêm", adotando um comportamento de preservação, diz o Tribunal da Relação de Lisboa. O Tribunal da Relação de Lisboa considerou …

Draghi abre a porta a cortes nas taxas de juro

Mario Draghi afirmou esta terça-feira que se o objetivo de ficar abaixo dos 2% de inflação estiver ameaçado, "estímulos adicionais serão necessários". O presidente do BCE admitiu mesmo uma descida das taxas. O presidente do BCE, Mario …

SNS dá “sinais de cansaço” e tem sistema “que não é amigo do cidadão”

A Convenção Nacional da Saúde concluiu esta terça-feira que o SNS “dá sinais de cansaço” e avisa que os portugueses “não podem ter listas de espera de anos” por consultas ou cirurgias, nem ter “enormes …

Violência doméstica: sobe para 16 o número de mulheres mortas em 2019

O número de mulheres mortas desde o início do ano em contexto de violência doméstica subiu para 16, segundo a contabilidade feita pelo Público com base nas notícias publicadas sobre o assunto. O número exclui …

Costa garante que Miguel nunca pediu ajuda ao Governo. Mas assegurou todo o "apoio diplomático e consular"

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou que o Governo nunca foi contactado por Miguel Duarte, jovem que está a ser investigado em Itália por suspeita de ajuda à imigração ilegal, mas assegurou todo o "apoio diplomático …

Em Espanha esqueceram-se de Ronaldo e estalou a polémica

A Liga Espanhola de Futebol Profissional lançou um desafio aos fãs do desporto rei para escolherem a sua lenda favorita de todos os tempos. A lista inclui as grandes figuras do futebol espanhol dos últimos …