“Made in Vietnam”. China acusada de usar etiquetas falsas para evitar tarifas dos EUA

O Vietname acusa a China de falsificar as etiquetas dos seus produtos para evitar as taxas alfandegárias norte-americanas.

Xi Jinping tem o objetivo ambicioso de transformar a certificação “Made in China” de um sinónimo de fabricação barata e de baixa qualidade para um símbolo de orgulho nacional até 2025. Mas a guerra comercial entre o país e os Estados Unidos tem dificultado a sua missão, forçando alguns exportadores a abandonarem completamente esse rótulo de forma a evitar as tarifas ao entrar nas fronteiras norte-americanas.

Recentemente, o Governo do Vietname acusou a China de estar a rotular intencionalmente como “Made in Vietnam” as etiquetas dos seus produtos para contornar as tarifas impostas por Washington.

Além disso, o Vietname alegou que alguns exportadores chineses reencaminharam ilegalmente pedidos para o país desde que o Governo de Donald Trump aumentou as taxas alfandegárias dos produtos chineses, de 10% para 25%.

Alegadamente, o esquema das empresas chinesas baseava-se em exportar os produtos para o Vietname e, lá, alterar as etiquetas para “Made in Vietnam”. Só depois os produtos seriam então exportados para os Estados Unidos, Europa e Japão.

Hong Thi Thuy, um responsável do Departamento das alfândegas, afirmou à empresa estatal que “dezenas” de produtos foram adulterados. Segundo Thuy, a maior parte dos produtos fraudulentos são da indústria têxtil, da pesca, agrícolas, aço e alumínio.

De acordo com o Observer, acredita-se que este esquema de etiquetagem falsa seja parcialmente responsável ​​pelo aumento dramático na exportação do Vietname para os Estados Unidos nos últimos tempos.

Como resposta, o Vietname vai reforçar a fiscalização para evitar este tipo de fraude. No entanto, o país não tem regulamentação específica para a certificação de produtos fabricados dentro do seu território, pelo que vê esta situação como um “risco”, uma vez que colocaria a indústria sob alvo de sanções norte-americanas.

A disputa implacável entre os Estados Unidos e a China começou no ano passado, quando Washington impôs tarifas de até 25% sobre as importações chinesas de aço e alumínio. Para Donald Trump, a balança de negócios com a China estava desequilibrada a favor dos asiáticos.

A tensão escalou recentemente quando Trump proibiu a chinesa Huawei de operar nos Estados Unidos sob acusação de “espionagem industrial”. Para solucionar esta guerra comercial, ambos os países terão de alcançar um acordo.

LM, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

As árvores não existem. Quem o diz são os terraplanistas

Uma teoria da conspiração sobre árvores está agora a intrigar o mundo. Um terraplanista explica que as árvores não existem e que não passam de arbustos. A teoria surgiu num vídeo publicado em 2016 no YouTube, …

CGTP convoca “grande manifestação” para 10 de julho

A CGTP-IN convocou uma “grande manifestação” em Lisboa, para dia 10 de julho, data em que se discute o Estado da Nação, como forma de luta à proposta de revisão do Código Laboral. Numa conferência de …

A Liberdade Iluminando o Mundo chegou a Nova Iorque há 134 anos. Vinha em 214 caixas

https://vimeo.com/342845039 A 17 de junho de 1885, a fragata Isere aportava em Nova Iorque levando a bordo 350 peças, que seguiam em 214 caixas. Depois de montado, este gigante puzzle daria forma a um dos monumentos …

INE chumba pergunta sobre origem étnico-racial no censos

O Instituto Nacional de Estatística (INE) não vai incluir no Censos 2021 uma pergunta sobre a origem étnico-racial dos cidadãos, como pretendia a maioria dos membros do grupo de trabalho criado pelo Governo para avaliar …

Já morreram 100 crianças na Índia devido a um vírus cerebral associado à lichia

Já morreram 100 crianças devido a um surto de encefalite aguda no estado de Bihar, na Índia. Destas, 20 morreram em apenas um dia, a 16 de junho, escreve a imprensa local esta segunda-feira. As primeiras …

Praça de Touros da Póvoa de Varzim vai ser demolida

A Praça de Touros da Póvoa de Varzim vai ser demolida para dar lugar a um pavilhão multiusos. O presidente da Câmara, Aires Pereira, aproveitou o Dia da Cidade, no domingo, para apresentar o novo …

Autoridade dos Transportes defende sanções quando há falhas no metro

A Autoridade da Mobilidade e dos Transportes defende a "definição de requisitos mínimos de qualidade e de sanções em caso de incumprimento" por parte das operadoras do metro junto dos utentes. Após uma avaliação dos metros …

Oliveirense sagra-se bicampeã nacional de basquetebol

A Oliveirense sagrou-se pela segunda vez consecutiva campeã portuguesa de basquetebol, ao vencer em casa do Benfica, por 97-72, no quarto jogo da final. A Oliveirense, que chegou ao intervalo com uma vantagem de 53-41, conquistou …

Ivo Vieira é o novo treinador do Vitória de Guimarães

Ivo Vieira vai orientar o Vitória de Guimarães, depois de ter assinado um contrato válido para 2019/2020, anunciou o emblema vimaranense no site oficial. "A Vitória SAD informa que chegou a acordo com o treinador Ivo …

Dono da Altice compra leiloeira Sotheby's

O dono da Altice comprou a leiloeira Sotheby's, numa operação no valor de 3,7 mil milhões de dólares, cerca de 3,3 mil milhões de euros. O acordo definitivo foi assinado entre a Sotheby's e a BidFair …