Macron amplia vantagem depois do debate televisivo

Eric Feferberg / EPA

Os candidatos Marine Le Pen e Emmanuel Macron no último debate televisivo antes das eleições presidenciais

Os candidatos Marine Le Pen e Emmanuel Macron no último debate televisivo antes das eleições presidenciais

O candidato centrista às presidenciais francesas ampliou a vantagem sobre a candidata da extrema-direita, depois do debate televisivo desta quarta-feira, segundo sondagens publicadas esta sexta, último dia da campanha.

Numa sondagem para a BFM TV, realizada na quinta-feira, o dia seguinte ao debate televisivo, Emmanuel Macron reuniu 62% das intenções de voto, mais três pontos percentuais do que na última terça.

Um tal resultado traduz o voto no candidato centrista dos 24% que votaram nele na primeira volta, de quase metade (45%) dos que votaram no candidato da direita, François Fillon, mais de metade (54%) dos que votaram no candidato da esquerda, Jean-Luc Mélenchon, e quase dois terços (72%) dos que apoiaram o socialista Benoît Hamon.

Marine Le Pen, que na primeira volta obteve 21,3%, obteve nesta sondagem 38% das intenções de voto, graças ao voto de um terço (32%) dos eleitores que a 23 de abril optaram por Fillon, 14% dos de Mélenchon e 7% dos de Hamon.

Noutra sondagem, apresentada pela televisão pública, Macron obteve 61,5% dos votos, um aumento de 2,5% em relação ao princípio da semana.

Ambas preveem uma diminuição da afluência às urnas em relação à primeira volta: na primeira, a participação prevista é de 68%, menos dez pontos percentuais que a 23 de abril, e na segunda de 76%.

O debate televisivo de quarta-feira, visto por cerca de 16,5 milhões de telespetadores, foi considerado por vários comentadores “um pugilato verbal sem precedente”.

A candidata da extrema-direita chegou a insinuar que o rival tem atualmente uma conta offshore nas Bahamas, informação que começou a surgir em alguns sites de notícias falsas. Macron rejeitou de imediato essa acusação e, esta sexta-feira, o candidato anunciou que vai processá-la por difamação.

Le Pen, que perdeu o debate televisivo segundo as sondagens, continua a não ter vida fácil. Depois de, nesta quinta-feira, ter sido recebida com ovos e insultos numa visita surpresa a a Dol-de-Bretagne, a candidata foi hoje recebida com vaias na Catedral do Reims, tendo mesmo de abandonar o local por uma porta lateral.

Amnistia Internacional alerta para “propostas perigosas”

A Amnistia Internacional quebrou hoje a reserva em matéria eleitoral para alertar para as “propostas perigosas para os direitos humanos”, em matéria de asilo, liberdades e igualdade, da candidata às presidenciais francesas Marine Le Pen.

“Considerar que certos seres humanos têm menos direitos que outros é espezinhar a própria ideia dos direitos fundamentais universais”, afirmou, em comunicado, a presidente da Amnistia em França, Camille Blanc.

Blanc sublinha que a organização, “fiel ao seu caráter não partidário, nunca na sua história apelou ao voto a favor ou contra um candidato”, mas considera ter “um dever de alerta” quando os direitos humanos são ameaçados.

Antes da primeira volta, que se realizou a 23 de abril, a Amnistia enviou a todos os candidatos dez compromissos com os direitos humanos, pedindo-lhes que os subscrevessem.

Emmanuel Macron, candidato independente centrista, pronunciou-se a favor de nove dos dez compromissos, mas Le Pen não respondeu à interpelação.

No comunicado hoje divulgado, a Amnistia apela aos eleitores que tenham consciência do impacto da eleição nos direitos humanos, não apenas em França, como “potencialmente europeu e internacional”, dada nomeadamente a participação de França na União Europeia, Conselho da Europa e Nações Unidas.

A organização considera que as propostas de Macron, sendo positivas, precisam de clarificação, mas, em relação a Le Pen, a Amnistia considera terem sido feitas durante a campanha “propostas perigosas”, “nomeadamente em matéria de asilo, de liberdades e de igualdade no acesso aos direitos”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Por que Macron vai ganhar a eleição? Isso acelerará o retorno da Rússia. (Daniel 11:29a) Macron é um cavalo de Troia para a UE. Le Pen não vai lutar com Varsóvia e Budapeste.

RESPONDER

22 mil pessoas vão assistir (no estádio) ao Super Bowl

Um terço das pessoas presentes será composto por profissionais de saúde. Quatro equipas ainda na luta pelo título do campeonato principal de futebol americano. O dia 7 de fevereiro vai contar com uma "visão rara" nos …

Investigadores "voltam atrás no tempo" para calcular idade e local de explosão de supernova

Os astrónomos estão a "voltar atrás no tempo" num remanescente de supernova. Usando o Telescópio Espacial Hubble da NASA, refizeram o percurso dos estilhaços velozes da explosão a fim de calcular uma estimativa mais precisa …

Cientista dos EUA acredita que o monstro do Lago Ness pode ser uma antiga tartaruga marinha

Um importante cientista dos Estados Unidos acredita que desvendou o mistério do Monstro de Lago Ness e pensa que a criatura é uma espécie ancestral de tartaruga marinha. Henry Bauer, professor aposentado de Química e Estudos …

Biden quer banir uma palavra das leis de imigração dos Estados Unidos

Se o projeto de lei proposto por Joe Biden, recém-eleito Presidente dos Estados Unidos, for aprovado, a palavra alien ("estrangeiro") vai desaparecer das leis de imigração norte-americanas, sendo substituída pelo termo noncitizen ("não cidadão"). A …

“As pessoas são mortas na mesquita, na rua e no trabalho". Em Cabul, reina o medo

Os assassínios seletivos de jornalistas, políticos e defensores dos direitos humanos são cada vez mais frequentes no país, com Cabul e várias províncias a registarem um aumento da violência nos últimos meses. O medo está …

"Fiquem em casa". Enfermeiros deixam "grito de alerta desesperado" aos portugueses

A Ordem dos Enfermeiros lançou esta sexta-feira uma campanha de sensibilização a apelar aos portugueses para ficarem em casa, afirmando que é “um grito de alerta desesperado face à situação de catástrofe que se vive …

Senado francês aprovou lei que protege os sons e cheiros do campo

O Senado francês aprovou a lei, esta quinta-feira, que protege o "património sensorial" das áreas rurais do país, depois de várias queixas sobre os ruídos e cheiros típicos do campo. De acordo com o canal televisivo …

Identificado em Portugal o primeiro caso da variante da África do Sul

O primeiro caso de covid-19 associado à variante genética da África do Sul foi identificado esta sexta-feira em Portugal pelo Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge (INSA), adiantou à agência Lusa a instituição. O caso identificado …

Está a nascer o primeiro comboio português a hidrogénio (e vai substituir o Vouguinha)

Já arrancou o projecto para o desenvolvimento do primeiro comboio português a hidrogénio. A iniciativa visa transformar as automotoras a gasóleo que circulam na Linha do Vouga - o comboio chamado Vouguinha - por células …

Guardiola diz que Bernardo Silva "sempre foi importante" para City

O treinador Pep Guardiola disse esta sexta-feira que o português Bernardo Silva “está de volta” ao melhor nível e que “sempre foi importante" para o Manchester City, depois de ter "sentido" dificuldades na temporada passada. “Ele …