Macron amplia vantagem depois do debate televisivo

Eric Feferberg / EPA

Os candidatos Marine Le Pen e Emmanuel Macron no último debate televisivo antes das eleições presidenciais

Os candidatos Marine Le Pen e Emmanuel Macron no último debate televisivo antes das eleições presidenciais

O candidato centrista às presidenciais francesas ampliou a vantagem sobre a candidata da extrema-direita, depois do debate televisivo desta quarta-feira, segundo sondagens publicadas esta sexta, último dia da campanha.

Numa sondagem para a BFM TV, realizada na quinta-feira, o dia seguinte ao debate televisivo, Emmanuel Macron reuniu 62% das intenções de voto, mais três pontos percentuais do que na última terça.

Um tal resultado traduz o voto no candidato centrista dos 24% que votaram nele na primeira volta, de quase metade (45%) dos que votaram no candidato da direita, François Fillon, mais de metade (54%) dos que votaram no candidato da esquerda, Jean-Luc Mélenchon, e quase dois terços (72%) dos que apoiaram o socialista Benoît Hamon.

Marine Le Pen, que na primeira volta obteve 21,3%, obteve nesta sondagem 38% das intenções de voto, graças ao voto de um terço (32%) dos eleitores que a 23 de abril optaram por Fillon, 14% dos de Mélenchon e 7% dos de Hamon.

Noutra sondagem, apresentada pela televisão pública, Macron obteve 61,5% dos votos, um aumento de 2,5% em relação ao princípio da semana.

Ambas preveem uma diminuição da afluência às urnas em relação à primeira volta: na primeira, a participação prevista é de 68%, menos dez pontos percentuais que a 23 de abril, e na segunda de 76%.

O debate televisivo de quarta-feira, visto por cerca de 16,5 milhões de telespetadores, foi considerado por vários comentadores “um pugilato verbal sem precedente”.

A candidata da extrema-direita chegou a insinuar que o rival tem atualmente uma conta offshore nas Bahamas, informação que começou a surgir em alguns sites de notícias falsas. Macron rejeitou de imediato essa acusação e, esta sexta-feira, o candidato anunciou que vai processá-la por difamação.

Le Pen, que perdeu o debate televisivo segundo as sondagens, continua a não ter vida fácil. Depois de, nesta quinta-feira, ter sido recebida com ovos e insultos numa visita surpresa a a Dol-de-Bretagne, a candidata foi hoje recebida com vaias na Catedral do Reims, tendo mesmo de abandonar o local por uma porta lateral.

Amnistia Internacional alerta para “propostas perigosas”

A Amnistia Internacional quebrou hoje a reserva em matéria eleitoral para alertar para as “propostas perigosas para os direitos humanos”, em matéria de asilo, liberdades e igualdade, da candidata às presidenciais francesas Marine Le Pen.

“Considerar que certos seres humanos têm menos direitos que outros é espezinhar a própria ideia dos direitos fundamentais universais”, afirmou, em comunicado, a presidente da Amnistia em França, Camille Blanc.

Blanc sublinha que a organização, “fiel ao seu caráter não partidário, nunca na sua história apelou ao voto a favor ou contra um candidato”, mas considera ter “um dever de alerta” quando os direitos humanos são ameaçados.

Antes da primeira volta, que se realizou a 23 de abril, a Amnistia enviou a todos os candidatos dez compromissos com os direitos humanos, pedindo-lhes que os subscrevessem.

Emmanuel Macron, candidato independente centrista, pronunciou-se a favor de nove dos dez compromissos, mas Le Pen não respondeu à interpelação.

No comunicado hoje divulgado, a Amnistia apela aos eleitores que tenham consciência do impacto da eleição nos direitos humanos, não apenas em França, como “potencialmente europeu e internacional”, dada nomeadamente a participação de França na União Europeia, Conselho da Europa e Nações Unidas.

A organização considera que as propostas de Macron, sendo positivas, precisam de clarificação, mas, em relação a Le Pen, a Amnistia considera terem sido feitas durante a campanha “propostas perigosas”, “nomeadamente em matéria de asilo, de liberdades e de igualdade no acesso aos direitos”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Por que Macron vai ganhar a eleição? Isso acelerará o retorno da Rússia. (Daniel 11:29a) Macron é um cavalo de Troia para a UE. Le Pen não vai lutar com Varsóvia e Budapeste.

RESPONDER

Chama-se Elios, é um drone e vai explorar as profundezas das cavernas de gelo da Gronelândia

Elios é o drone que está a ajudar os investigadores a descobrirem mais sobre os mistérios da Gronelândia. Inserido numa estrutura própria, tem explorado as cavernas de gelo, facilitando assim o acesso a locais mais …

Milhares de pássaros migratórios estão (misteriosamente) a morrer no Novo México

Um elevado número de pássaros migratórios está a morrer em todo o Novo México, numa misteriosa mortalidade em massa que está a preocupar os cientistas. Estima-se que o número de pássaros mortos seja de centenas de …

Crianças inspiram Lego a livrar-se de todas as embalagens de plástico

As peças da Lego podem acabar no oceano durante mais de mil anos, mas os fabricantes dinamarqueses estão a tentar tornar a empresa ecologicamente correta. Na sua última promessa, a Lego vai começar a usar sacos …

Uma cidade chamada "amianto" está a tentar mudar o nome (e a discussão tornou-se tóxica)

Há uma cidade no Canadá chamada Asbesto - um material de construção altamente tóxico. Os habitantes da cidade não estão felizes com este nome, mas a sua mudança também não está a ser fácil. De acordo …

FC Porto 3-1 Braga | Entrada de “dragão”

O FC Porto iniciou a defesa do título nacional com uma vitória importante sobre o Sporting de Braga por 3-1. Os minhotos marcaram primeiro no Dragão, por um ex-portista, mas os descontos do primeiro tempo foram …

Barco navega em forma de coração para agradecer aos habitantes da Nova Escócia

A escuna Bluenose II navegou de forma bastante original no último dia da temporada de 2020. A rota seguida criou a forma de um coração no porto de Lunenburg, na Nova Escócia. De acordo com o …

França bate recorde com 13.498 novos casos. Espanha não vai confinar

A França registou este sábado um recorde diário de casos de covid-19, com 13.498 novos infetados nas últimas 24 horas, anunciou a Agência Nacional de Saúde, acrescentando que, no mesmo período, morreram mais 26 pessoas. No …

Diogo Jota no Liverpool

O Liverpool oficializou hoje a contratação do futebolista internacional Diogo Jota, de 23 anos, num contrato “de longa duração”, sem especificar a duração. A imprensa inglesa tem adiantado que o jogador vai assinar por cinco épocas, …

Companhia aérea australiana oferece voos de 7 horas (para lugar nenhum)

A companhia aérea australiana Qantas anunciou recentemente planos para um voo panorâmico de sete horas que fará um loop gigante em Queensland e Gold Coast, New South Wales e os remotos centros do interior do …

Barack Obama vai publicar um livro de memórias (mas só depois da eleições de novembro)

O livro de memórias do antigo Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, só vai ser publicado depois das eleições presidenciais de novembro. Uma enxurrada de livros políticos chegou às prateleiras nas últimas semanas, no final da …