Luso-descendente comprou quadro de Josefa de Óbidos para doar ao Louvre

DP / Wikimedia

"Maria Madalena" de Josefa de Óbidos

“Maria Madalena” de Josefa de Óbidos

 

O luso-descendente Filipe Mendes comprou um quadro de Josefa de Óbidos num leilão da Sothebys, em Nova Iorque, e doou-o ao Museu do Louvre, em Paris, onde ficará quando terminar, em Lisboa, a exposição dedicada à pintora portuguesa.

Intitulada “Maria Madalena“, a obra foi arrematada em Janeiro deste ano num leilão internacional, por 269 mil dólares (238.615 euros), por Filipe Mendes, que possui uma galeria de pintura antiga em Paris.

“Vi primeiro o quadro em Londres e, depois, soube que iria a leilão. Pensei de imediato que era uma oportunidade única”, disse o galerista português à agência Lusa.

Apaixonado pela obra de Josefa de Óbidos (1630-1684), a única pintora profissional em Portugal no século XVII, cujo estilo impulsionou o movimento Barroco português, Filipe Mendes, 40 anos, tinha o sonho de a representar no Louvre.

O Museu do Louvre, em Paris, recebeu 9,3 milhões de visitantes em 2014, sendo o museu de arte mais visitado do mundo.

De acordo com o galerista português – emigrado em França desde os 14 anos, onde estudou História da Arte e Direito – actualmente existem apenas duas obras de pintura portuguesa no Louvre: uma natureza morta, criada por Baltazar Gomes Figueira (1604-1674), pai de Josefa de Óbidos e seu mestre, que se encontra exposta nas salas de pintura espanhola, e outra de Domingos Sequeira (1768-1837), que não se encontra patente ao público.

A pintura de Baltazer Figueira no acervo do Louvre intitula-se “Natureza morta com peixe” e está assinada e datada de 1645. A pintura de Domingos Sequeira é uma alegoria à fundação da Casa Pia de Belém, criada em 1781 por Pina Manique, uma das figuras marcantes do absolutismo régio em Portugal.

“O Louvre aceitou a doação, e a pintura de Josefa de Óbidos vai ficar exposta junto à do pai”, disse Filipe Mendes, que está a organizar uma celebração da entrada do quadro no museu parisiense com a colaboração da Embaixada de Portugal em Paris, e a comunidade portuguesa local.

A entrada do quadro de Josefa de Óbidos no Louvre está garantida, segundo Filipe Mendes, embora ainda não tenha conseguido pagar a totalidade da obra à Sothebys.

“Grande parte está paga, faltando ainda conseguir um apoio que está a ser acordado com outro português”, disse o galerista à Lusa, sem precisar o nome do outro doador.

A pintura “Maria Madalena” – que chega hoje a Lisboa – tinha uma base de licitação de 200 mil dólares, e, segundo Filipe Mendes, havia compradores interessados em adquiri-la para a venderem depois em Portugal, “onde o valor é geralmente muito mais elevado, dada a qualidade da obra”.

“Quero divulgar a arte portuguesa de qualidade, e o Louvre é a melhor montra para o fazer“, justificou Filipe Mendes, que criou uma associação em Paris com o objectivo de referenciar a pintura portuguesa antiga em todo o mundo e de a restaurar, mostrar e divulgar, “fora de Portugal”.

Antes de chegar ao Louvre, “Maria Madalena” estará patente ao público a partir de sábado na exposição “Josefa de Óbidos – e a Invenção do Barroco Português”, que vai permanecer no Museu Nacional de Arte Antiga, em Lisboa, até 06 de Setembro, com 130 peças da pintora.

O Museu Nacional Machado de Castro, em Coimbra, possui igualmente uma “Santa Maria Madalena”, de Josefa de Óbidos, no seu acervo.

Josefa de Ayala Figueira – mais conhecida por Josefa de Óbidos – nasceu em 1630, em Sevilha, Espanha, e faleceu em 1684, em Óbidos, Portugal, com 54 anos, mas conheceu grande sucesso ainda em vida, pelo seu estilo original.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Maior expedição científica de sempre ao Ártico parte hoje da Noruega

A maior expedição científica de sempre ao Ártico parte hoje para estudar durante um ano os efeitos visíveis das alterações climáticas no Pólo Norte. O quebra-gelo Polarstern, do instituto Alfred-Wegener, de Bremerhaven, na Alemanha, partirá do …

Asteróide "sorrateiro" pregou um susto à NASA e quase colidiu com a Terra em julho

Em finais de julho, um asteróide do tamanho de um campo de futebol pregou um susto à NASA quando passou a apenas 65.0175 quilómetros da Terra. Foi a maior rocha espacial a passar tão perto …

Vem aí o Dia 0. A Austrália vai ficar sem água (e pode não ser a única)

O Dia 0 está a chegar e a Austrália está prestes a ficar sem água. Os cientistas dizem que este é um aviso para todas as outras regiões em redor do mundo. Este dia vai marcar …

Mujahid é a misteriosa figura por detrás da propaganda talibã (mas pode nem ser real)

Zabihullah Mujahid pode não ser um nome reconhecido pelas pessoas, mas a verdade é que tudo aquilo que ele diz é escutado atentamente por todo o mundo. Mujahid é o porta-voz dos talibãs há 12 anos …

O rapper, a mulher adúltera, a caçadeira e a PIDE feminista. Polémica com videoclip de Valete

Numa altura em que continuam a contar-se as mulheres que morrem vítimas de violência doméstica, o último videoclip de Valete, um dos rappers mais reconhecidos do país, está a causar polémica. Há quem considere que faz …

Milhares de milhões de pássaros desapareceram dos EUA

Um quarto de todos os pássaros dos EUA desapareceram desde 1970, segundo uma pesquisa publicada esta quinta-feira na revista Science, que dá conta de uma perda de biodiversidade contabilizada em 30% da população total de …

Cruzeiro "exclusivamente para britânicos" levanta polémica

Uma brochura que prometia viagens de cruzeiro exclusivas para britânicos levou várias pessoas a queixarem-se da Saga, uma empresa especializada em serviços para clientes com mais de 50 anos. A empresa já remeteu as culpas …

Começou à "invasão" da Área 51. Já há detidos e até um festival

Pelo menos 75 pessoas já chegaram à Área 51, uma base militar secreta dos Estados Unidos, em resposta a um evento criado no Facebook. Milhão e meio de pessoas combinaram invadir esta sexta-feira esta zona misteriosa …

Guantánamo é a prisão mais cara do mundo: 13 milhões de dólares por prisioneiro

Guantánamo é a prisão mais cara do mundo. Para manter as instalações a funcionar, cada prisioneiro custa 13 milhões de dólares ao Estado norte-americano. A prisão de segurança máxima de ADX Florence, em Colorado, nos Estados …

Gabriela foi morta pelo ex-marido e os colegas convocaram uma vigília por ela

Gabriela Monteiro, de 46 anos, foi morta pelo seu ex-marido, junto ao Tribunal de Braga. O Theatro Circo, onde trabalhava há uma década, convocou uma vigília por ela. O homem esfaqueou a mulher no peito e pescoço …