Luso-descendente comprou quadro de Josefa de Óbidos para doar ao Louvre

DP / Wikimedia

"Maria Madalena" de Josefa de Óbidos

“Maria Madalena” de Josefa de Óbidos

 

O luso-descendente Filipe Mendes comprou um quadro de Josefa de Óbidos num leilão da Sothebys, em Nova Iorque, e doou-o ao Museu do Louvre, em Paris, onde ficará quando terminar, em Lisboa, a exposição dedicada à pintora portuguesa.

Intitulada “Maria Madalena“, a obra foi arrematada em Janeiro deste ano num leilão internacional, por 269 mil dólares (238.615 euros), por Filipe Mendes, que possui uma galeria de pintura antiga em Paris.

“Vi primeiro o quadro em Londres e, depois, soube que iria a leilão. Pensei de imediato que era uma oportunidade única”, disse o galerista português à agência Lusa.

Apaixonado pela obra de Josefa de Óbidos (1630-1684), a única pintora profissional em Portugal no século XVII, cujo estilo impulsionou o movimento Barroco português, Filipe Mendes, 40 anos, tinha o sonho de a representar no Louvre.

O Museu do Louvre, em Paris, recebeu 9,3 milhões de visitantes em 2014, sendo o museu de arte mais visitado do mundo.

De acordo com o galerista português – emigrado em França desde os 14 anos, onde estudou História da Arte e Direito – actualmente existem apenas duas obras de pintura portuguesa no Louvre: uma natureza morta, criada por Baltazar Gomes Figueira (1604-1674), pai de Josefa de Óbidos e seu mestre, que se encontra exposta nas salas de pintura espanhola, e outra de Domingos Sequeira (1768-1837), que não se encontra patente ao público.

A pintura de Baltazer Figueira no acervo do Louvre intitula-se “Natureza morta com peixe” e está assinada e datada de 1645. A pintura de Domingos Sequeira é uma alegoria à fundação da Casa Pia de Belém, criada em 1781 por Pina Manique, uma das figuras marcantes do absolutismo régio em Portugal.

“O Louvre aceitou a doação, e a pintura de Josefa de Óbidos vai ficar exposta junto à do pai”, disse Filipe Mendes, que está a organizar uma celebração da entrada do quadro no museu parisiense com a colaboração da Embaixada de Portugal em Paris, e a comunidade portuguesa local.

A entrada do quadro de Josefa de Óbidos no Louvre está garantida, segundo Filipe Mendes, embora ainda não tenha conseguido pagar a totalidade da obra à Sothebys.

“Grande parte está paga, faltando ainda conseguir um apoio que está a ser acordado com outro português”, disse o galerista à Lusa, sem precisar o nome do outro doador.

A pintura “Maria Madalena” – que chega hoje a Lisboa – tinha uma base de licitação de 200 mil dólares, e, segundo Filipe Mendes, havia compradores interessados em adquiri-la para a venderem depois em Portugal, “onde o valor é geralmente muito mais elevado, dada a qualidade da obra”.

“Quero divulgar a arte portuguesa de qualidade, e o Louvre é a melhor montra para o fazer“, justificou Filipe Mendes, que criou uma associação em Paris com o objectivo de referenciar a pintura portuguesa antiga em todo o mundo e de a restaurar, mostrar e divulgar, “fora de Portugal”.

Antes de chegar ao Louvre, “Maria Madalena” estará patente ao público a partir de sábado na exposição “Josefa de Óbidos – e a Invenção do Barroco Português”, que vai permanecer no Museu Nacional de Arte Antiga, em Lisboa, até 06 de Setembro, com 130 peças da pintora.

O Museu Nacional Machado de Castro, em Coimbra, possui igualmente uma “Santa Maria Madalena”, de Josefa de Óbidos, no seu acervo.

Josefa de Ayala Figueira – mais conhecida por Josefa de Óbidos – nasceu em 1630, em Sevilha, Espanha, e faleceu em 1684, em Óbidos, Portugal, com 54 anos, mas conheceu grande sucesso ainda em vida, pelo seu estilo original.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Diretor do Polígrafo apanhado no caso Máfia do Sangue. Jornalista admite ter sido "negligente"

Durante vários anos, o diretor do jornal Polígrafo, Fernando Esteves, acumulou a função de jornalista e editor de política na Sábado com uma quota numa empresa que, entre outras matérias, tinha no seu objeto social …

Benfica, FC Porto e Sporting têm dívida superior a mil milhões de euros

No total, Benfica, FC Porto e Sporting terminaram a época passada com um passivo de 1,118 mil milhões de euros — menos 27 milhões de euros comparativamente à temporada de 2017/18. Os "três grandes" do futebol …

Tribunal de Contas chumba contrato para manter cabines telefónicas

O Tribunal de Contas chumbou o acordo do Governo com a Meo para prolongar o contrato que mantém a funcionar as 8.222 cabines telefónicas no país. A extensão do contrato custaria 2,5 milhões de euros ao …

Vaiado em Boticas, Galamba diz que foi obrigado a dar concessão de exploração de lítio

Depois de ter sido recebido com protestos em Boticas, devido à exploração do lítio, o secretário de Estado Adjunto e da Energia, João Galamba, assegurou que o Governo foi obrigado a dar a concessão, em …

Juventus quer esquecer drama com Ronaldo, mas colegas esperam pedido de desculpas

A Juventus vai reunir-se com Cristiano Ronaldo para resolver a situação da forma mais pacífica possível. Os colegas de equipa esperam um pedido de desculpas do português. A novela de Cristiano Ronaldo no último jogo da …

A cidade do futuro está a chegar. Volocopter promete táxis voadores já em 2022

A empresa alemã Volocopter prometeu na Web Summit que os seus táxis aéreos estarão a operar de forma comercial dentro de dois ou três anos. Em declarações ao ZAP, Alexander Zosel, co-fundador da empresa, disse …

João Mário dispensado dos trabalhos da seleção por lesão

O médio, um dos 25 convocados para os duelos de Portugal com Lituânia e Luxemburgo, de apuramento para o Euro 2020, foi dispensado da seleção nacional, esta segunda-feira, devido a problemas físicos. De acordo com uma …

12 mil anos de história genética mostram que todos os caminhos vão (mesmo) dar a Roma

Afinal, pode haver alguma verdade no famoso provérbio que diz que "todos os caminhos vão a Roma". Essa é a conclusão de investigadores que descobriram a rica história genética da área. No auge do Império Romano, …

Nuno Manta Santos anuncia saída do Marítimo

Nuno Manta Santos deixou de ser o treinador do Marítimo, anunciou, esta segunda-feira, o técnico na sua página do Facebook, deixando a equipa insular no 14.º lugar da I Liga portuguesa de futebol. A saída do …

Marcelo nota "salto" nas relações com Itália mas deixa um desafio à comunidade portuguesa

Esta segunda-feira, em Roma, o Presidente da República considerou que houve "um salto humano" nas relações luso-italianas e um "estreitamento" em termos culturais, económicos e políticos, mas pediu à comunidade portuguesa para "ir mais longe". "Agora …