/

Luis de Guindos candidata-se ao BCE. António Costa reitera apoio de Portugal a Rajoy

La Moncloa - Gobierno de España / Flickr

Luis de Guindos, ministro espanhol da Economia e da Competitividade

Luis de Guindos vai candidatar-se ao cargo de vice-presidente do Banco Central Europeu, atualmente ocupado por Vítor Constâncio. O primeiro-ministro português já reiterou o apoio à candidatura do espanhol, no decorrer de uma reunião em Madrid com Mariano Rajoy.

O Governo Espanhol decidiu avançar com a candidatura de Luis de Guindos ao lugar de vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE), cargo que é atualmente ocupado por Vítor Constâncio.

De acordo com o Diário de Notícias, que cita a imprensa espanhola, o embaixador da representação permanente de Espanha junto da União Europeia (REPER) enviou uma carta com a candidatura de Guindos ao presidente do Eurogrupo, Mário Centeno.

O prazo de apresentação de candidaturas para o cargo de vice-presidente do Banco Central Europeu termina hoje. Espanha e Irlanda já tinham anunciado que iriam entrar na corrida. O candidato que vencer irá substituir o português Vítor Constâncio no comité executivo do BCE, cujo mandato termina no dia 31 de maio.

A Irlanda também já anunciou a candidatura do governador do Banco Central irlandês, Philip Lane.

Ballesteros / EPA

O primeiro-ministro, António Costa, reiterou esta terça-feira o apoio a uma candidatura do espanhol Luis de Guindos ao cargo de vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE), no decorrer de uma reunião em Madrid com o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy.

Segundo fonte do gabinete do chefe do Governo português, este tipo de apoios mútuos “é normal” quando estão em causa altos cargos internacionais, apontando o caso do apoio espanhol na eleição do ministro das Finanças português para a presidência do Eurogrupo.

“Nós, relativamente a Luis de Guindos, manifestámos também o nosso apoio ao Governo espanhol, se vier a apresentar a candidatura a um lugar que tem sido ocupado até agora por um português, que é o doutor Vítor Constâncio”, disse António Costa na sequência do almoço de trabalho que teve com Mariano Rajoy, esta terça-feira.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.