“É uma loucura”. Trump deixa hospital de carro por uns instantes para cumprimentar apoiantes

O Presidente dos Estados Unidos deixou este domingo  brevemente o hospital numa caravana de veículos para saudar apoiantes que se encontram reunidos no exterior, tendo regressado pouco depois ao Centro Médico Militar Walter Reed.

Trump deixou o hospital num SUV blindado e permaneceu no veículo, usando máscara, enquanto passava por uma multidão que agitava bandeiras e aplaudia.

A visita do Presidente norte-americano, que está internado desde sexta-feira depois de ter testado positivo ao novo coronavírus, aconteceu pouco depois de ter prometido aos seus apoiantes “uma surpresa” num vídeo publicado sua conta na rede social Twitter.

“Vamos fazer uma pequena surpresa a alguns dos grandes patriotas que temos na rua”, disse. No mesmo vídeo, adiantou que tinha “aprendido muito” sobre o vírus.

“Tem sido uma viagem muito interessante. Aprendi muito sobre a covid-19. Aprendi-o realmente ao ir à escola. Esta é a verdadeira escola. Esta não é a escola dos livros. Percebo-a e compreendo-a. E é uma coisa muito interessante”, disse.

A curta saída de Trump do hospital já motivou algumas críticas, quer da ala democrata, bem como de alguns médicos, que consideram a atitude “insana”.

“Cada pessoa que estava no veículo durante aquele ‘passeio’ presidencial completamente desnecessário tem agora de ser colocado em quarentena durante 14 dias. Estas pessoas podem ficar doentes. Podem morrer”, escreveu no Twitter James Phillips, clínico de mergência na George Washington University e médico assistente na Walter Reed.

E acrescenta, citado pelo The Guardian. “Para teatro político. Comandado por Trump para colocar a vida destas pessoas em risco por causa de teatro. Isto é uma loucura”.

“O SUV presidencial não é apenas à prova de bala, mas é também hermeticamente selado contra ataques químicos. O risco de transmissão de covid-19 no interior é tão alto como fora dos procedimentos médicos. A irresponsabilidade é surpreendente”.

Os democratas também criticaram a viagem, com a representante da Câmara dos Deputados Hakeem Jeffries a escrever: “Precisamos de liderança. Não de fotografias”.

Tratamento com esteroides

No briefing deste domingo sobre o estado de saúde do chefe de Estado Norte-americano, o médico da Casa Branca, Sean Conley, admitiu a possibilidade de Trump sair do hospital a partir de segunda-feira. O médico adiantou que o estado de saúde do Presidente “continuou a melhorar”, mas revelou que Donald Trump foi tratado com esteroides, depois de duas descidas dos seus níveis de oxigénio no sábado.

Relativamente ao tratamento com esteroides que Trump está a fazer, uma especialista ouvido pela NBC News alerta que o fármaco pode ser benéfico em casos severos da doença, mas em casos ligeiros pode ter até efeitos contrários, podendo conduzir o corpo do paciente a uma “tempestade de citocinas”.

Em casos ligeiros, os esteroides não são recomendados.  “O facto de [o Presidente dos Estados Unidos] ter tomado esteroides mostra um sinal vermelho do que está acontecer aqui (…) Acho que podem estar a pintar um quadro um pouco mais cor de rosa do que realmente é para todos”, disse o médico John Torres.

Trump tem 74 anos e é clinicamente obeso, o que o coloca em maior risco de complicações graves por causa do vírus que infetou mais de 7 milhões e matou mais de 200 mil pessoas só em território norte-americano.

Na sexta-feira Donald Trump anunciou no Twitter que, tal como a primeira-dama, Melania, tinha testado positivo ao coronavírus e que iria ficar em quarentena. Horas depois, foi internado por medida de precaução no Hospital Militar Walter Reed.

Biden testa negativo pela terceira vez

Entretanto, o candidato democrata às eleições presidenciais dos Estados Unidos, Joe Biden, testou negativo para o coronavírus no domingo, naquele que foi o seu terceiro testes desde sexta-feira, anunciou esta segunda-feira a sua campanha.

Os resultados chegam cinco dias depois de Biden ter passado mais de 90 minutos com o Presidente norte-americano Donald Trump, que foi diagnosticado com covid-19 dias após o debate que colocou frente a frente os dois candidatos.

Joe Biden já tinha tido dois testas também negativos na sexta-feira.

O candidato democrata prevê viajar ainda nesta segunda-feira para a Florida e a sua campanha disse que continuará a observar as diretrizes de saúde pública sobre máscaras, distanciamento social e tamanho das multidões.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Tudo isto é uma mise en scène eleitoralista sem precedentes. O homem deve ter tanto Covid como o meu piriquito e faz isto para passar a mensagem “olhem eu aqui coitadinho, tão doentinho e ainda mesmo assim arrisco a vida para cumprimentar os meus eleitores”.

    Tem pai que é cego…

  2. Papel quimico do “caso” Bolsonaro. Nem um nem outro tiveram covid algum. Só estratégias políticas – bem sujas, a meu ver…

RESPONDER

Mario Gómez: "O futebol é como a roupa, é de modas"

Comentário do antigo internacional alemão sobre as funções do ponta-de-lança atual. Mario não tem saudades dos relvados. Mario Gómez García, o homem que veio de Riedlingen, na República Federal da Alemanha, para marcar muitos golos. Figura …

A um mês dos Jogos Olímpicos, Tóquio pondera levantar estado de emergência

Os Jogos Olímpicos, que foram adiados no ano passado devido à pandemia, vão começar no dia 23 de julho. O Governo japonês está a ponderar levantar o estado de emergência em Tóquio. Tóquio está em estado …

Militares birmaneses acusados de incendiar uma aldeia

Uma aldeia foi destruída pelo Exército birmanês depois de confrontos entre militares e opositores da junta ditatorial. Dois idosos, que não conseguiram fugir, acabaram por morrer queimados. A aldeia de Kin Ma, na região de Magway, …

Ucrânia 2-1 Macedónia N. | “Synio-zhovti” relançam aspirações

A Ucrânia conquistou esta quinta-feira a sua segunda vitória em Europeus, depois de seis derrotas consecutivas, ao bater a estreante Macedónia do Norte por 2-1, em encontro disputado em Bucareste, com arbitragem pelo argentino Fernando …

Mais 1.233 casos de covid-19 em Portugal. Morreram duas pessoas

Esta quinta-feira, Portugal registou 1.233 novos casos e duas mortes na sequência da infeção por covid-19. Segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), foram registados, nas últimas 24 horas, mais 1.233 casos e …

Proibida circulação de e para a Área Metropolitana de Lisboa ao fim de semana

A situação epidemiológica em Portugal é agora "mais preocupante", pelo que "dificilmente" o país deverá desconfinar na próxima semana como estava previsto, anunciou esta quinta-feira a ministra Mariana Vieira da Silva. A ministra da Presidência, Mariana …

Lisboa alarga horários de vacinação para atingir as 65 mil pessoas por semana

Já a partir da próxima segunda-feira, os centros de vacinação em Lisboa vão ter horário acrescido. O objetivo é aumentar o número de doses de vacinas administradas por semana para cerca de 65 mil. A partir …

PS diz que portugueses não esquecem que Passos cortou a dobrar no SNS

Pedro Passos Coelho acusou a esquerda de "desqualificar" o Serviço Nacional de Saúde (SNS) e a deputada socialista Sónia Fertuzinhos respondeu que os portugueses não esquecem que o Governo PSD/CDS cortou o dobro no SNS …

Escassez de matérias-primas deverá aumentar preço dos alimentos entre 5% e 10%

As matérias-primas agrícolas sobem com a conjugação do maior consumo e menor oferta por força das más colheitas em países como o Brasil e França, atingidos pelo mau tempo. Desta forma, prevê-se que, nos …

Portugal é o país da União Europeia com mais confiança nas vacinas

Portugal é o país da União Europeia (UE) onde a população tem mais confiança nas vacinas contra a covid-19, com 95% dos inquiridos a considerarem as vacinas seguras, segundo um Eurobarómetro publicado esta quinta-feira pela …