Londres quer período de transição “limitado” após saída da União Europeia

O Reino Unido precisará de um período de transição “limitado” entre a saída da União Europeia e a introdução de um novo acordo comercial bilateral para adaptar a sua economia ao Brexit, defenderam dois ministros britânicos este domingo.

A mensagem é transmitida num texto conjunto dos ministros da Economia e do Comércio Internacional, Philip Hammond e Liam Fox, respetivamente, divulgado hoje no jornal Sunday Telegraph e onde insistem que a saída do país da UE é irreversível.

“Queremos que a nossa economia se mantenha forte e dinâmica durante este período de mudança. Isso significa que as empresas devem poder estar seguras de que não se encontrarão à ‘beira do precipício’ quando deixarmos a UE daqui a apenas 20 meses”, escreveram Hammond e Fox.

“É por isso que pensamos que um período de transição limitado será importante para promover os nossos interesses e dar mais segurança às empresas”, adiantaram, considerando, no entanto, que ele “não pode ser indefinido, não pode ser uma porta das traseiras para ficar na UE”.

Hammond e Fox insistiram que Londres abandonará o mercado único e a união aduaneira logo que estejam concluídas as negociações com Bruxelas sobre o Brexit, o que está previsto para 29 de março de 2019. Seguir-se-ia a fase de transição “limitada”.

O artigo de Hammond e Fox é interpretado como uma mostra de unidade do Governo britânico, depois de os dois ministros terem mantido posições diferentes, com o primeiro a preferir um ‘Brexit’ significativamente mais suave do que o segundo.

O Governo da primeira-ministra conservadora britânica, Theresa May, apresentará esta semana uma série de documentos com a posição do país a apresentar na próxima ronda de negociações sobre o Brexit no final do mês.

As negociações sobre o Brexit iniciaram-se em junho com três questões fundamentais: os direitos futuros dos cidadãos europeus que vivem no Reino Unido, o regulamento financeiro do divórcio e a questão da fronteira irlandesa.

Resolver a situação da fronteira entre a nação da Irlanda do Norte, que integra o Reino Unido, e a República da Irlanda é essencial para o futuro da economia da ilha e do processo de paz.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Afinal, o buraco negro mais próximo da Terra pode não ser um buraco negro

Um objeto identificado no início deste ano como o buraco negro mais próximo da Terra pode, afinal, não o ser. Depois de reanalisar os dados, diferentes equipas de cientistas concluíram que o sistema HR 6819 …

Rara cobra de duas cabeças e dois cérebros independentes encontrada na Florida

Uma rara cobra com duas cabeças e dois cérebros independentes foi resgatada no estado norte-americano da Florida por uma equipa de especialistas do organização Florida Fish and Wildlife Conservation Commission. Na rede social Facebook, a organização, …

Benfica 2-0 Belenenses SAD | Darwinismo rende arranque histórico

O Benfica cumpriu e venceu o Belenenses SAD por 2-0, no Estádio da Luz, na partida que encerrou a quinta jornada da Liga NOS. Foi o quinto triunfo benfiquista no campeonato em cinco partidas, o …

Uma tarefa doméstica está a poluir sorrateiramente o ambiente

O que vestimos e como lavamos as nossas roupas influencia o número de microfibras sintéticas que libertamos no meio ambiente. Há uma tarefa doméstica a poluir sorrateiramente o ambiente. Um novo artigo científico, publicado na PLOS …

A companhia aérea que faliu devido à covid-19 está de volta

A pandemia de covid-19 foi traiçoeira para muitas empresas. A Flybe, uma das primeiras vítimas, está agora a ressuscitar - e pode voltar a rasgar os céus já no próximo ano. A economia mundial foi muito …

Dormir bem antes de tomar a vacina da gripe pode ajudar a aumentar a sua eficácia

Segundo os especialistas, uma boa noite de sono pode mesmo ajudar a aumentar a eficácia da vacina da gripe, que neste ano ganha particular relevância em plena pandemia de covid-19. De acordo com Matthew Walker, autor …

Há um petroleiro abandonado há mais de uma década nas Caraíbas (e é uma "bomba-relógio")

Um navio de armazenamento de petróleo venezuelano está ancorado no Golfo de Paria, um trecho de mar fechado entre a Venezuela e a ilha de Trinidad, há mais de uma década. Antes de os Estados Unidos …

Portugal deve bater recorde de doentes em cuidados intensivos ainda esta semana

Portugal deverá ultrapassar, esta quarta-feira, o recorde de doentes em unidades de cuidados intensivos, alertou a ministra da Saúde, Marta Temido, em conferência de imprensa sobre a capacidade do Serviço Nacional de Saúde para combater …

A Budapest Eye foi restaurante por um dia (e com estrela Michelin)

Um restaurante com estrela Michelin em Budapeste, na Hungria, ofereceu aos clientes uma experiência gastronómica na famosa roda gigante Budapest Eye. Atraiçoado pela queda de faturação após o desaparecimento de turistas estrangeiros, o restaurante Costes, premiado …

Antigo ministro da Saúde Leal da Costa admite novo estado de emergência

O antigo ministro da Saúde Fernando Leal da Costa defendeu hoje que em algum momento deve ser decretado de novo o estado de emergência, para que o Governo possa tomar medidas na luta contra a …