Londres acusa Moscovo de conduzir ciberataques em todo o mundo

A Austrália apoiou esta quinta-feira as acusações do Reino Unido sobre o “padrão de atividade cibernética maliciosa” da Rússia.

O ministro dos Negócios Estrangeiros britânico acusou hoje a inteligência militar russa de fazer ciberataques contra instituições políticas, desportivas, empresa e meios de comunicação de todo o mundo.

“Este tipo de comportamento demonstra o desejo russo de operar sem levar em conta o direito internacional ou as normas estabelecidas”, apontou Jeremy Hunt, em comunicado. O ministro britânico afirmou ainda que Moscovo age com um sentido de “impunidade e sem considerar as consequências”.

Os chefes das secretas europeias, principalmente os serviços secretos britânico e alemão, têm vindo a acusar a Rússia como a principal fonte de ameaças híbridas à Europa.

Os países citaram as tentativas de manipulação de eleições, roubo de dados sensíveis e de um golpe no Montenegro, além do envenenamento de um antigo espião russo com um agente neurotóxico que o Reino Unido atribui à Rússia.

As autoridades britânicas acreditam que a inteligência russa é responsável pelo badrabbit, um programa malicioso que bloqueia computadores e pede um resgate para reverter os danos, que em 2017 afetou a rede de metro de Kiev, o aeroporto de Odesa (Ucrânia) e o banco central da Rússia.

O Reino Unido acredita também que a Rússia esta por de trás do ataque à agência mundial de antidoping (WADA), que levou à divulgação de registos médicos de atletas, e outro contra um canal de televisão britânico, entre julho e agosto de 2015, onde conseguiram aceder a contas de correio e material de empresa.

Entretanto, a Austrália já apoiou as acusações do Reino Unido. “Isto é inaceitável e o governo australiano pede a todos os países, incluindo à Rússia, que parem com este tipo de atividades maliciosas“, declarou o primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, em comunicado.

Scott Morrison afirmou que Camberra não tem sofrido grandes impactos com os ciberataques, mas salientou que “esta atividade afetou a capacidade do público noutras partes do mundo em desempenhar as suas vidas diárias. Causou um dano significativo indiscriminado em infraestruturas civis e causou milhões de dólares em danos económicos”.

O governo australiano quer ver os responsáveis punidos pelas violações das normas e leis. O Governo neozelandês decretou o seu apoio a Camberra.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Liderança da bancada do PSD: Negrão quis sair, Rio é "boa solução" a curto prazo

Fernando Negrão, que no último ano e meio liderou a bancada parlamentar do PSD, admitiu esta terça-feira não estava disponível para continuar no cargo. "Não estava disponível [para continuar à frente da bancada] porque foi …

José Maria Ricciardi diz que está disponível para "erguer o Sporting"

José Maria Ricciardi, um dos candidatos nas eleições de setembro de 2018, anunciou através das redes sociais que está disponível para "erguer o Sporting". Na página do Facebook "Ricciardi - Erguer o Sporting", José Maria Ricciardi …

Boris Johnson volta aos Comuns para aprovar Brexit em tempo recorde e sair dia 31 de outubro

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, vai tentar esta terça-feira aprovar a legislação necessária para poder garantir que o Reino Unido sai da União Europeia no dia 31 de outubro quer haja ou não consenso na …

Líbano. Governo corta metade dos salários de políticos em resposta aos protestos

Ao quinto dia de manifestações, o governo libanês respondeu com a aprovação de um pacote de emergência de reformas económicas que deixa cair a introdução de novos impostos e passa pela redução do défice. O primeiro-ministro …

Caso Griezmann. Barcelona paga 15 milhões pelo silêncio do Atlético (e fica com benefício futuro)

Escreve o jornal espanhol El Mundo que Barcelona e Atlético de Madrid já chegaram a acordo no "caso Griezmann". O clube catalão pagou 15 milhões de euros pelo silêncio dos colchoneros, ficando ainda com benefício …

Professor detido depois de ser acusado de agredir aluno “com enorme violência”

Um aluno do 8.º ano da Escola Secundária Rainha Dona Leonor, em Alvalade, em Lisboa, terá sido esta segunda-feira agredido por um professor durante uma aula. Segundo o relato da Associação de Encarregados de Educação dos …

Gabinetes dos novos membros do Governo custam 71 milhões de euros

O novo Governo terá 70 gabinetes no total, que representarão uma despesa anual de, pelo menos, 71 milhões de euros aos cofres públicos, mais sete milhões de euros do que o último. O primeiro-ministro, António Costa, …

Fim do cessar fogo na Síria. Turquia ameaça que milicianos curdos no terreno serão abatidos

O período de cessar-fogo de 120 horas acordado entre a Turquia e os Estados Unidos (EUA) para permitir que as milícias curdas saiam do nordeste da Síria termina esta terça-feira, pelas 19:00 (20:00 em Lisboa), …

Ministro adjunto cabo-verdiano encontrado morto no gabinete

O ministro adjunto do primeiro-ministro de Cabo Verde para a Integração Regional, Júlio Herbert, foi encontrado morto, esta segunda-feira, no seu gabinete, no Palácio do Governo, na Praia, confirmou fonte governamental. Elementos da Polícia Nacional cabo-verdiana …

"Risco de desvio significativo" nas contas do Governo. Bruxelas com reservas sobre esboço do OE2020

A Comissão Europeia (CE) pediu esta terça-feira ao Governo português que apresente uma versão atualizada do projeto orçamental para 2020 “tão cedo quanto possível”, observando que o ‘esboço’ recebido aponta para o risco de um …