Livro de Reclamações eletrónico chega até o verão

marsmet473a / Flickr

O Governo quer que a versão eletrónica do livro de reclamações esteja concluída até ao verão para que os consumidores portugueses possam usufruir de mais uma plataforma para exercerem os seus direitos. Entidades reguladoras como a ASAE ou ANACOM serão parceiras deste projeto.

De acordo com os dados dos últimos anos, o número de queixas dos consumidores tem crescido consideravelmente e o setor das telecomunicações tem sido um dos principais alvos, tendo sido apontado pela DECO como a área de atividade sobre a qual mais portugueses reclamaram. Mas o panorama é transversal a outras entidades, nomeadamente governamentais.

É para simplificar este processo de queixa e, idealmente, agilizar os tempos de resposta que o Governo apresentou a sua intenção de concretizar, o mais rápido possível, uma versão eletrónica do atual livro de reclamações. As organizações que já têm a seu cargo a regulação dos setores indicados pelos portugueses nas suas queixas estarão representadas nesta plataforma única eletrónica para que os comentários possam ser devidamente encaminhados.

Para além da secretaria de Estado da Economia, estão envolvidas no projeto a ANACOM, ASAE, ERSE e ERSAR bem como a Agência para a Modernização Administrativa, entidade escolhida para desenvolver a plataforma. A Imprensa Nacional – Casa da Moeda também deverá contribuir para a construção da versão online do livro de reclamações, conta Leonardo Mathias em declarações ao Jornal de Negócios.

O secretário de Estado da Economia revelou o plano do Governo em colocar em prática um projeto-piloto até ao verão com vista a “facilitar o acesso dos consumidores, promover o tratamento das reclamações de forma mais eficaz e mais célere, reduzir a intervenção humana” promovendo, dessa forma, um nível de produtividade superior no que diz respeito à coordenação das entidades públicas.

De acordo com Leonardo Mathias, o diploma que garante a Plataforma Eletrónica de Reclamações será enviado, ainda este mês, para aprovação no Conselho Nacional do Consumo. Se os prazos previstos forem cumpridos, em breve será possível realizar reclamações tanto através do meio tradicional em papel como através de um computador, já que ambos os suportes existirão em simultâneo.

Para fazer uma queixa, o consumidor terá de aceder à plataforma, indicar a empresa ou entidade sobre a qual tem uma reclamação, preencher o número de identificação fiscal e o setor de atividade de que faz parte, e descrever o cenário que levou à queixa.

Quanto aos tempos de resposta, não existem previsões mas Leonardo Mathias confessa que “gostava que houvesse um prazo para a resposta”.

Filipa Almeida, B!T

PARTILHAR

RESPONDER

PS e BE afastados "porque dá jeito" (e os riscos de andar para trás)

O líder do PSD alertou este domingo para o distanciamento do PS em relação ao BE, porque “dá jeito para as eleições”, notando ser uma tentativa de “limpar” a proximidade dos últimos quatro anos e …

A KLM vai passar a "voar" de comboio

A KLM, que já tinha sugerido que se voasse menos e se viajasse mais de comboio, confirmou que vai retirar um dos voos Bruxelas-Amesterdão, passando os passageiros a efetuar a rota sobre carris, num comboio …

Cientistas fazem reconstrução facial de um guerreiro escocês do séc XV

Cientistas reconstruiram digitalmente o rosto daquele que terá sido um membro poderoso de um clã do século XV da Escócia, que terá morrido num violento conflito com um clã vizinho. Corria o ano de 1957 quando …

Estudo mostra que os golfinhos também já são resistentes aos antibióticos

Um novo estudo realizado nos Estados Unidos mostra que os golfinhos Tursiops truncatus também já mostram resistência aos antibióticos. Não é segredo que os seres humanos usam demasiados antibióticos, tanto que estamos a desenvolver uma resistência …

Indígenas famosos pela sua saúde cardíaca começaram a usar óleo de cozinha (e a engordar)

O povo Tsimane, que vive na Bolívia, tem permanecido relativamente afastado do mundo exterior durante várias gerações, prosperando da terra e praticando formas tradicionais de caça, pesca, agricultura e recolha de alimentos. Durante vários anos, sabe-se …

Mais de 150 detidos em protestos violentos em Paris. Desta vez, sem coletes amarelos

As autoridades francesas detiveram este sábado mais de 150 pessoas numa nova jornada de protestos em Paris, onde coincidiram uma manifestação dos coletes "amarelos" com outras dois em defesa do clima e contra a reforma …

UE deteta 50 a 80 casos de desinformação e fake news russas por semana

O grupo de trabalho do Serviço Europeu de Ação Externa contra a desinformação russa deteta, semanalmente, entre 50 e 80 casos, num total de mais de 6.300 situações identificadas desde 2015, que têm vindo a …

Moreirense 1-2 Benfica | Rafa abre caminho à reviravolta

O Benfica sofreu a bom sofrer para levar de vencida o Moreirense, em casa deste, por 2-1. Os homens da casa marcaram primeiro, por Luther Singh, logo no arranque do segundo tempo, e estiveram na …

Bernardo Silva faz o primeiro 'hat-trick' da carreira na maior goleada de sempre do City

O avançado português Bernardo Silva fez este sábado o primeiro ‘hat-trick’ da carreira na vitória por 8-0 do Manchester City frente ao Watford, em jogo da sexta jornada da Liga inglesa de futebol. David Silva abriu …

Centenas foram à baixa de Lisboa protestar contra exploração do lítio

Cerca de quatro centenas de manifestantes de diferentes movimentos independentes de defesa do ambiente e de proteção do património rural protestaram hoje em Lisboa, contra a concessão e exploração a céu aberto do lítio em …