Liverpool vence 4-0 e consegue reviravolta histórica frente ao Barcelona

O Liverpool conseguiu hoje anular uma vantagem de 3-0 que o FC Barcelona trazia da primeira mão das meias-finais da Liga dos Campeões de futebol, ao vencer 4-0 em casa e apurar-se para a final.

Com uma reviravolta épica, graças a dois golos do belga Origi, aos sete e 79 minutos, e outros tentos do suplente holandês Wijnaldum, aos 54 e 56, os ‘reds’ apuraram-se para a segunda final da ‘Champions’ consecutiva, depois de o 3-0 em Camp Nou ter deixado os ‘culés’ bem posicionados para avançar.

Em Barcelona, a equipa de Ernesto Valverde foi ‘embalada’ pelo argentino Messi, que acabou com dois golos marcados, mas em Inglaterra a noite foi do técnico alemão Jurgen Klopp, que não teve Salah nem Firmino, duas baixas na frente de ataque, mas ganhou o jogo com Origi e o ‘substituto’ Wijnaldum.

No Wanda Metropolitano, em Madrid, os ‘reds’ vão disputar com Tottenham ou Ajax, que decidem quarta-feira uma eliminatória que pende para os holandeses por 1-0, a segunda final da prova seguida, depois da derrota frente ao Real Madrid em 2018 (3-1).

Os ingleses entraram mais pressionantes em campo e aos sete minutos Origi fez o primeiro, na recarga de um remate do ‘capitão’ Henderson, depois de já ter saltado do banco para decidir a vitória com o Newcastle (3-2), na Liga inglesa, em que os ‘reds’ são segundos atrás do Manchester City a uma jornada do fim.

Depois da pressão esperada, num período em que Shaqiri também podia ter marcado, o Barcelona recuperou a posse de bola e só Alisson, a deter as tentativas de Messi e Coutinho, impediu o empate nos primeiros 20 minutos.

O argentino teve uma ocasião soberana para empatar a segunda mão, mas quis fazer mais uma finta, e, aos 19 minutos, rematou ao lado, num período de maior domínio catalão, antes de o defesa escocês Robertson, com um remate aos 23, obrigar o alemão Ter Stegen a uma grande defesa.

Henderson e Robertson evidenciaram problemas físicos ainda no primeiro tempo e, em tempo de descontos, Messi voltou a tentar com um remate bem próximo da baliza, antes de Alisson impedir o golo de Alba, isolado pelo argentino.

Peter Powell / EPA

Wijnaldum foi um dos heróis do jogo

No regresso do intervalo, o defesa escocês ficou nos balneários e o médio Wijnaldum surgiu no seu lugar, precisando apenas de 11 minutos para igualar a eliminatória com um ‘bis’.

Aos 54, Arnold recuperou a bola na direita, cruzou, a bola desviou em Rakitic e o holandês fez o 2-0, antes de marcar de cabeça, dois minutos depois, após um cruzamento de Shaqiri.

Numa fase de menor fulgor físico das duas equipas, e já com o português Nélson Semedo em campo desde os 60 minutos, a eliminatória acabou por pender para a equipa da casa num momento de distração, em que a defesa do ‘Barça’ estava a ‘dormir’ e Alexander-Arnold marcou um canto rápido e rasteiro, para o desvio de Origi, completamente solto na pequena área.

O golo de Origi consumou a histórica reviravolta da equipa de Liverpool, que trazia uma derrota por 3-0 da sua visita a Barcelona que não deixava antever o desfecho do jogo desta noite.

Até final, a equipa de Ernesto Valverde foi pressionando, mas a defesa do Liverpool foi eficaz e segurou a possibilidade de os ‘reds’ tentarem ganhar o sexto título, depois de 1976/77, 77/78, 80/81, 83/84 e 2004/2005.

PARTILHAR

RESPONDER

"O índio está evoluindo e cada vez mais é um ser humano igual a nós", diz Bolsonaro

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse, durante um vídeo em direto em que comentava a criação do Conselho da Amazónia, que "o índio está evoluindo e cada vez mais é um ser humano igual …

Jorge Brito Pereira deixa de ser advogado de Isabel dos Santos

O advogado anunciou, esta sexta-feira, que saiu da sociedade de advogados Uría Menéndez Proença de Carvalho, suspendeu a atividade profissional e, como consequência, vai cessar "o patrocínio jurídico" à empresária angolana. "Face às informações publicadas nos …

621 milhões de euros. Ministra reconhece que redução do défice no SNS ficou aquém

A ministra da Saúde reconheceu, esta sexta-feira, que a redução do défice do SNS em 2019 para 621 milhões ficou aquém do que estava previsto, sublinhando o aumento dos custos com pessoal. A ministra da Saúde, …

Governo prevê descontos nas portagens no interior

A ministra da Coesão Territorial disse esta sexta-feira que o novo modelo de desconto das portagens para o interior do país prevê descontos para quem vive, para quem trabalha e para quem visita no …

Excesso de higiene está a tornar a nossa saúde mais frágil, aponta estudo

Um grupo de investigação do Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC) divulgou recentemente um estudo sobre a perda de diversidade da flora intestinal - também denominada como microbiota - e as consequências desta diminuição na nossa …

Tiroteio na Alemanha faz pelo menos seis mortos e vários feridos

Pelo menos seis pessoas morreram e várias ficaram feridas num tiroteio, esta sexta-feira, na cidade alemã de Rot am See. De acordo com vários media alemães, pelo menos seis pessoas morreram num tiroteio em Rot am …

IKEA aumenta salário de entrada dos trabalhadores para 700 euros

A IKEA aumentou o salário de entrada para trabalhadores a tempo inteiro de 650 euros para 700 euros brutos mensais, acima do salário mínimo nacional (635 euros), anunciou hoje a cadeia de venda de mobiliário. Em …

Mortes nos Comandos. Recruta diz que colocaram um cateter em Hugo Abreu já depois de estar morto

Rodrigo Silvano, o último recruta no curso 127 de Comandos a sair da tenda de enfermaria onde morreu Hugo Abreu no primeiro dia da Prova Zero, relatou ao tribunal que viu o enfermeiro do INEM …

Rafa inegociável. Benfica só vende por 80 milhões de euros

Rafa é inegociável. O Benfica só deixar sair o extremo de 26 anos pelo valor da sua cláusula de rescisão, que está fixada nos 80 milhões de euros. A notícia é avançada esta sexta-feira pelo Correio …

França é esta sexta-feira novamente palco de greve geral contra reforma das pensões

Os sindicatos franceses voltam à rua no 51.º dia de greve contra a reforma das pensões que é apresentada esta sexta-feira no Conselho de Ministros. Durante esta sexta-feira, não se espera o nível de paralisação …