Linha de Fundo: Glória e queda

Crónica ZAP - Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Líder escorregou, dragões e leões encurtam distância. O onze da semana. A escalada épica do futsal português. O memorável jogo em Anfield. As frases e os números da semana. Visto da Linha de Fundo.

A defender também se ganha

  • SL Benfica 0 – 1 Portimonense SC (Lucas Possignolo 66′)

As águias caíram das nuvens e foram surpreendidas pelo Portimonense, confirmando as palavras de Jorge Jesus. A equipa algarvia defendeu mesmo melhor do que o Barcelona, e que com uma boa dose de sorte à mistura e um fantástico Samuel Portugal entre os postes, conseguiu impedir o golo dos encarnados, que estão de regresso à Terra.

A equipa de Paulo Sérgio instalou-se na Luz à espera do que seria o jogo, tendo conseguido aguentar a pressão inicial. Os algarvios foram uma equipa rigorosa no processo defensivo, mostrando organização e capacidade de matar o jogo do adversário na altura certa, com faltas a surgirem no momento chave.

Se o Benfica tem mostrado ser uma equipa eficaz, desta vez só pode queixar-se de si próprio. Foram muitos os lances para golo. Brilhou Samuel Portugal na baliza, num jogo de desacerto total para o ataque encarnado.

No único lance de perigo dos algarvios, depois de um pontapé de canto, Lucas Possignolo ganhou ao primeiro poste e marcou o golo que valeu o triunfo histórico do Portimonense.

Depois da fantástica noite europeia, com a vitória por 3-0 sobre o Barcelona, o Benfica mostrou-se sem inspiração no ataque. A equipa de Jorge Jesus sofreu a primeira derrota da temporada e lidera agora com um ponto de vantagem sobre FC Porto e Sporting.

Resposta aos fantasmas

  • FC Porto (Luis Díaz 44′, Wendell 52′) 2 – 1 FC Paços de Ferreira (Nuno Santos 19′)

Só tinham passado quatro dias após o desastroso jogo europeu, momento que Sérgio Conceição considerou “vergonhoso”, exigindo outra chama ao dragão.

A equipa deu resposta, foi intensa, perigosa, criou oportunidades, mas não se livrou de apanhar um susto, voltando a pairar alguns fantasmas, mas por pouco tempo. Sentia-se que a equipa tinha medo de errar, ficando esse sentimento evidente sempre que os castores apostavam nas transições. As feridas do jogo da Champions estavam ainda em processo de cicatrização.

A equipa portista esteve sempre melhor no jogo, sendo surpreendida com a vantagem do adversário, num grande golo de Nuno Santos. Mais preocupado em defender, os castores sentiram dificuldade em criar e incomodar a formação portista.

O momento exigia mostrar quem manda no Dragão, sendo dada uma resposta capaz de construir um resultado curto para o volume de jogo apresentado. O empate chegou antes do intervalo. Na segunda parte os azuis e brancos voltaram a mostrar um futebol incisivo, claramente superior ao adversário.

Uma reviravolta natural, numa vitória que devolve tranquilidade emocional aos dragões, num jogo em que a equipa teve bons momentos, voltando a sossegar os adeptos.

Retomar o trilho

  • FC Arouca (Oday Dabbagh 51′) 1 – 2 Sporting CP (Matheus Nunes 17′, Nuno Santos 54′)

Após seis jogos, o Sporting voltou a marcar mais do que um golo num jogo, e isso foi determinante para vencer o Arouca, uma equipa encolhida na primeira parte, audaz na segunda e que levou o campeão nacional a manter a sobriedade até final.

Boa entrada dos leões no jogo, provocando incapacidade ao adversário para dar resposta. Assistiu-se a uma interessante primeira parte e a uma emocionante segunda metade, com Sarabia a perder a oportunidade de aumentar 2-0 em frente ao guarda-redes do Arouca.

No lance seguinte Oday Dabbagh empatou após grande escapada e cruzamento de Bukia. Nuno Santos respondeu e voltou a dar vantagem aos leões num forte remate de pé esquerdo. Tudo isto em apenas nove minutos.

Excelente fase do jogo, porém, a partir daqui a situação acalmou. Sporting focado e mais preocupado em segurar a vantagem, perante um Arouca a mostrar personalidade e consistência, capaz de alterar o rumo do jogo, mas não o resultado. Boa reação da equipa da casa a merecer atenção e sublinhado.

O Sporting entrou forte, impôs a lei do mais forte, foi cauteloso, ganhou bem, apesar de alguns sustos. Vitória justa dos leões, num bom teste à capacidade de resistência da equipa. Três pontos sofridos, mas muitos valiosos.

11 da Semana

  • Samuel Portugal (Portimonense SC)
  • Fahd Moufi (Portimonense SC)
  • Wendell (FC Porto)
  • Nicolás Otamendi (SL Benfica)
  • Lucas Possignolo (Portimonense SC)
  • John Murillo (CD Tondela)
  • Daniel Bragança (Sporting CP)
  • Vitinha (FC Porto)
  • Salvador Agra (CD Tondela)
  • Iuri Medeiros (SC Braga)
  • Yusupha Njie (Boavista FC)

Frases da Semana

“Sabíamos que tínhamos de sofrer. Foi a chave do jogo perceber que íamos ter janelas de oportunidade na construção e tivemos uma ou outra em que podíamos ter facilitado a parte final do jogo. Acreditámos muito e queríamos muito. Desta vez, o fado português teve mais paixão que o tango argentino. Esta semana sei que vai ser de muito festejo, mas quando voltar ao trabalho vou meter os pés no chão e dizer que a humildade e o trabalho são exatamente iguais, não é por ser campeão do Mundo. Não tenho de dizer que sou o melhor para ganhar, tenho de dizer o contrário. Manter a humildade, as origens e continuar a trabalhar. Se acharmos que somos os melhores do mundo outras seleções vão passar-nos. Agora tenho dois títulos para revalidar. Sou o homem mais feliz do Mundo”Jorge Braz, selecionador nacional de futsal.

“É o melhor momento da minha vida. É incrível este feito. Mostrámos que, além de sermos campeões da Europa, queríamos mais. Queríamos uma medalha, como dissemos desde o princípio, mas, quando conseguimos chegar à final, fomos uns guerreiros incríveis. Fomos uma família de 17 jogadores, mas foram 11 milhões a empurrar-nos e sentimos que podíamos ser os melhores. Espero que estejam orgulhosos de nós, porque nós somos orgulhosamente portugueses e vamos levar o futsal ainda mais acima”Ricardinho, capitão da Seleção de Portugal de Futsal.

“Façam uma estátua ao Ricardo [Ricardinho], por favor. Se alguém tinha dúvidas de que era o melhor de sempre desta modalidade, acho que se acabaram as dúvidas. Estamos no topo do mundo. Quando ganhámos o Europeu, o Ricardo disse que tínhamos tocado o céu. Voltámos a fazê-lo com competência e brilhantismo enorme. Alguns vão chamar de sorte, outros vão arranjar desculpas, mas acho que nos fica muito bem esta vitória. Quem trabalha como nós trabalhámos até aqui, merece”Pany Varela, jogador da Seleção de Portugal de Futsal.

“Rematámos, jogámos, criámos oportunidades de golo, mas o futebol é isto que estou farto de dizer, basta rematar uma vez e ganhar um jogo. Foi o que aconteceu, sofremos numa bola parada, de um canto, que normalmente até somos muito fortes. Muitos momentos do jogo em que podíamos ter feito golo, não fizemos. É importante e disse-lhes: têm de estar de cabeça levantada, perder à oitava jornada num jogo que podias ter ganho, pela qualidade, remates, oportunidades… Futebol é um desporto coletivo que nos atraiçoa com muita facilidade, foi o que aconteceu hoje, mas este resultado não nos vai tirar a confiança”Jorge Jesus, treinador do SL Benfica.

“Foi uma vitória do esforço e os jogadores merecem por inteiro viver esta vitória. Se me perguntarem se o Benfica merecia perder o jogo, diria que não, temos de ser honestos na nossa análise, mas a vitória fica muito bem aos meus jogadores por aquilo que fizeram”Paulo Sérgio, treinador do Portimomense SC.

“Estive a passar os olhos pela imprensa antes do jogo e estavam a tentar descodificar quem é que tinha errado mais contra o Liverpool, quem tinha contrato ou não, a falar do futebol e não de futebol. Não falaram do que o FC Porto ia tentar explorar no P. Ferreira. Falam muito do futebol mas de futebol percebem pouco. Não é castigo para ninguém, viram a alegria do banco quando fizemos golos e acredito que, mesmo que não esteve no banco e estava em casa, estava a vibrar. Somos um grupo unido, um grupo forte. Podem contar connosco”Sérgio Conceição, treinador do FC Porto.

“Mesmo uma equipa de juniores, como a de sub-19 que hoje empatou com o Liverpool na Youth League, faria um pouco mais do que fizemos hoje. Fui eu que errei na equipa, Foi muito mau. Tenho de falar com o presidente, depois desta figura, perceber se os jogadores ouvem ou não o treinador. Eu não passei a mensagem da melhor forma e aconteceu este desastre. Este desastre, para mim, é vergonhoso. Temos muito que repensar se os jogadores estão dispostos a lidar com o treinador que tem”Sérgio Conceição, treinador do FC Porto.

“O Benfica ganhou ao Barcelona e foi uma noite histórica para nós. Foi um jogo excelente contra equipa enorme, mas que nos deu apenas três pontos. Teremos de continuar esse caminho jogo a jogo. Só ganhámos um jogo e, infelizmente, ainda não passamos a fase de grupos. Temos de perceber que para chegar ao patamar que pretendemos é necessário mais noites destas, seja comigo como presidente ou qualquer outra pessoa. É preciso trabalhar para que haja mais noites destas”Rui Costa, presidente do SL Benfica.

“Benfica faz soar os alarmes na Europa? Como o Sheriff… o Sheriff também já está a alertar. Esta vitória, em termos internacionais, tem um sinal afirmativo, de valorização da equipa do Benfica, que é isso que o Benfica quer, voltar a ser um clube conhecido pelos resultados que tem tido não só em Portugal. O Benfica quer voltar ao ranking da UEFA. Somar vitórias para recuperar essa posição e valorizar a marca Benfica, os jogadores do Benfica, e também o treinador do Benfica”Jorge Jesus, treinador do SL Benfica.

“Não tenho a ambição de mudar de clube, mudar e construir uma nova vida de novo. Estou bem aqui e acho que existe uma boa probabilidade de terminar aqui. Tive a sorte de jogar em clubes bonitos e grandes e este é um deles. Por exemplo, o público é realmente um jogador extra e estou feliz por ter sido capaz de experimentar isso agora. Tenho tudo aqui”Jan Vertonghen, jogador do SL Benfica.

“Creio o Darwin Núñez tem algumas coisas de Cavani e Suárez. Fisicamente é bom: é alto e muito forte. Tem de continuar a trabalhar porque tem potencial… e muito”Diego Forlán, antigo internacional uruguaio.

“Se convocámos o Matheus Nunes é porque entendemos, e como já tinha dito, é um jogador que acho que tem caraterísticas que podem complementar relativamente aos que costumamos ter como opção. Agora é vê-lo em contexto de seleção, ao nível de clube joga numa linha de três e com dois no corpo central, aqui jogamos numa realidade diferente”Fernando Santos, selecionador de Portugal.

“O dia pelo qual não nos cansámos de lutar, e no qual nunca deixámos de acreditar, chegou! É hora de abrirmos as portas dos estádios, sem limitações, a todos os adeptos!”Pedro Proença, presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

“Acima de tudo penso que é a noite ideal para os sócios fazerem uma séria reflexão do que querem do clube, e que participação querem ter. A verdade é que, sistematicamente, temos um grupo de 400 pessoas que se apresenta nas assembleias, que tem a sua intenção de voto, quer o Sporting seja campeão ou venha a ganhar a Liga dos Campeões, e estão no seu direito. É um grupo que corresponde a um por cento dos votantes, e eu pergunto é aos restantes 99 por cento se querem que uma minoria, que tem o argumento do insulto e da ameaça, continue a bloquear a gestão do clube. Temos os estatutos, vamos cumprir, mas está na altura da massa associativa pensar no que quer para o clube”Frederico Varandas, presidente do Sporting CP.

“Não colocar Ronaldo a titular foi uma ofensa digna de despedimento. O Manchester United jogou contra o Everton, uma equipa que tem estado em boa forma. Precisas da equipa mais forte para vencer o jogo. Vem aí a pausa para as seleções. O Manchester United não vai jogar na quarta-feira. Que mande o Ronaldo exausto para a Seleção, o problema não é dele. Tem de jogar com a melhor equipa. O Solskjaer percebeu tudo mal. Nos últimos 30 segundos de jogo estava a rir-se na linha lateral quando o Rafa Benítez estava atento, a dar indicações aos jogadores. Mostra que está contente com o empate, mas o Manchester United não deve ficar contente por empatar com o Everton em casa”Gabby Agbonlahor, antigo internacional inglês.


“Todas as observações negativas e críticas até destrutivas vêm de uma minoria de pessoas a quem, de facto, não interessa a implementação do Cartão do Adepto, porque está a combater justamente esse tipo de comportamentos que não queremos no desporto. Ainda que não sejam entusiastas a expressar a sua opinião, estou convicto de que uma esmagadora maioria dos portugueses é a favor deste procedimento, porque sabe que é para combater fatores criminógenos, erradicar maus comportamentos e afastar dos estádios pessoas que não têm que lá estar”João Paulo Rebelo, secretário de Estado da Juventude e do Desporto.

“Há algumas exibições das quais nem é necessário falar. Sé temos de ver e apreciar. A performance do Bernardo Silva fala por si. Uma palavra? Apenas magnífico. Vir a Anfield e fazer o que ele fez… É um grande jogador, um jogador excecional”Pep Guardiola, treinador do Manchester City.

“Com Guardiola, mudei a maneira de ver as coisas. Joguei pouco, também por culpa de uma lesão, mas é verdade que não é fácil ter uma relação com ele: nunca está tranquilo, pensa em futebol o dia todo. Na minha opinião, quando está em casa, deve posicionar a mulher e o sofá como se fossem jogadores”Danilo, jogador da Juventus.

“A partir do momento em que não quis renovar o meu contrato, disse ao PSG que queria sair. Queria que o PSG conseguisse uma quantia importante com a minha venda de forma a conseguir encontrar um substituto de qualidade. O PSG deu-me muito e sempre fui feliz nos quatro anos em que estive aqui. Ainda sou feliz. Anunciei a minha intenção para que o clube pudesse reagir a tempo. Queria que tudo corresse bem para alcançarmos um acordo. Disse aos responsáveis do PSG que se não me quisessem vender, ficaria no clube”Kylian Mbappé, jogador do Paris Saint Germain.

“Acho que nunca mais vou esquecer este dia na minha vida. Foi épica a corrida e senti que estava num campo de guerra a tentar sobreviver a todas as condições adversas que fizeram desta corrida a mais espetacular das corridas. Espero voltar nos próximos anos para fazer mais e melhor no Paris-Rouxaix”Rui Oliveira, ciclista da Emirates.

Números da Semana

  • O SL Benfica-Portimonense SC foi o jogo da presente edição da Liga que teve mais espetadores nas bancadas. De acordo com os dados da Liga, 38.845 pessoas assistiram ao vivo a este encontro referente à oitava jornada.
  • O SL Benfica sofreu a 1.ª derrota na época, ao 14.º jogo (11V 2E 1D).
  • O Portimonense SC venceu na Luz pela 1.ª vez, ao 26.º jogo. Momento histórico para o clube algarvio.
  • O SL Benfica ficou em branco pela 1.ª vez neste campeonato, a 3.ª na temporada (PSV, Dynamo Kyiv, Portimonense SC). Na Liga , o Benfica não ficava sem marcar desde fevereiro (0-0 frente ao Farense).
  • 8 jogos, 4 vitórias, 2 empates, 2 derrotas. O Portimonense SC está a realizar o melhor arranque de campeonato de sempre, igualado com 1984/85, em que, orientado por Manuel José, terminou no 5.º lugar, a melhor classificação de sempre.
  • Otamendi cumpriu o jogo 50 pelo SL Benfica (1 golo). É o 10.º jogador argentino a chegar a este registo pelo clube da Luz.
  • Ricardo Horta marcou o seu 50.º golo pelo SC Braga na Liga (1.º golo: outubro de 2016, bis frente ao Belenenses).
  • 60 anos depois o Benfica venceu o Barcelona e marcou novamente 3 golos no jogo: 2021 fase de grupos Champions League (3-0) e 1961 Final da Taça dos Campeões (3-2).
  • Pela 1.ª vez na história, o SL Benfica terminou os 2 primeiros jogos sem golos sofridos na Champions. Equipas ainda sem golos sofridos na Champions 2021/22: Bayern, Juventus e SL Benfica.
  • Histórico! O FC Barcelona estabelece o pior registo de sempre à 2.ª jornada na Champions League: 2 derrotas (1.ª vez), 0 pontos (1.ª vez), 0 golos marcados (1.ª vez) e 6 golos sofridos (1.ª vez).
  • O FC Porto continua sem vencer o Liverpool. Em 9 jogos, os portistas somam 3 empates e 6 derrotas. Nas 3 últimas deslocações ao Estádio do Dragão, o Liverpool marcou um total de 14 golos: 2017/18 (0-5), 2018/19 (1-4) e 2020/21 (1-5).
  • O FC Porto cumpriu o jogo 200 na Champions (formato atual, desde 1992/93). É a 6.ª equipa a atingir este registo na competição: (281) Real Madrid, (266) Barcelona, (263) Bayern, (231) Manchester United, (207) Juventus e (200) FC Porto.
  • Sebastián Coates chegou aos 250 jogos no Sporting, é o 3.º estrangeiro com mais partidas pelos leões. Estreou-se em Fevereiro de 2016 frente ao Rio Ave (0-0), nestes 5 anos marcou 23 golos.
  • Cristiano Ronaldo cumpriu o jogo 178 na Liga dos Campeões, ultrapassando Casillas e é o jogador com mais jogos na história da competição. Na Champions, CR7 é o jogador com mais jogos, mais golos e mais assistências (a par de Giggs).
  • O Palmeiras, treinado or Abel Ferreira, e o Flamengo vão defrontar-se numa final inédita da Libertadores. Palmeiras: 6.ª final, 2.ª consecutiva – pode vencer em épocas consecutivas pela 1.ª vez. Flamengo: 3.ª final – venceu as 2 anteriores que disputou.
  • O português João Almeida (Deceuninck-QuickStep) subiu ao 7.º lugar no ranking mundial de ciclismo de estrada, divulgado pela União Ciclista Internacional, com o esloveno Tadej Pogacar (UAE Emirates) a ascender ao 1.º lugar. João Almeida soma 2.084 pontos, tendo subido um posto no ‘ranking’, no qual o próximo português é Rui Costa (UAE Emirates), em 166.º.

Momento da Semana: A escalada épica do futsal português

Portugal é campeão do Mundo de futsal. Uma conquista inédita, conseguida com a vitória sobre a Argentina (2-1), na final da prova, na Lituânia. Pany Varela marcou os dois golos Depois do Europeu em 2018, agora a seleção treinada por Jorge Braz alcança o topo da montanha.

Uma vitória que premia uma geração inesquecível liderada pelo mágico maestro Ricardinho, considerado o melhor jogador do Campeonato do Mundo. Um último tango magistral.

O campeão europeu bateu o campeão do mundo de 2016 e conquistou aquele que é, certamente, o maior feito para a história do futsal luso.

Na despedida às grandes competições, Ricardinho não conteve as lágrimas ao ouvir “A Portuguesa”, percebendo a dimensão do momento no adeus à seleção. Uma saída em ombros, com a taça de campeão do mundo e ainda o troféu de melhor jogador do torneio.

Portugal marcou primeiro, deixou o adversário em alerta e desconfortável, soube resistir às adversidades. A equipa lusa soube ser feliz.

O jogo foi tremendo, frente a frente duas equipas talentosas, argentinos com um coletivo poderoso, Portugal capaz de contrariar e apresentar elevada concentração e capacidade de sofrimento. A escalada estava quase a atingir o ponto mais alto. Antes de chegar ao cume e colocar a bandeira… a Argentina com uma bola no poste no último segundo e Portugal a acabar por dar um último passo e chegar ao lugar mais alto do futsal mundial. Épico.

Portugal entra na lista restrita de países campeões do mundo de futsal, que continha apenas o Brasil, vencedor em cinco ocasiões, Espanha, detentora de dois títulos, e Argentina, que ganhou a última edição, em 2016, na Colômbia. A melhor participação de sempre dos lusos, até agora, tinha sido o terceiro lugar obtido em 2000, na Guatemala.

Ricardinho, João Matos, Bebé, Bruno Coelho, André Coelho, Pany Varela, Zicky, Erick, Afonso Jesus, Tiago Brito, Tomás Paçó, Miguel Ângelo, Pauleta, Fábio Cecílio, André Sousa e Vítor Hugo entram para a história do futsal português. O título está conquistado. Foi uma escalada notável. Parabéns.

Bebé, André Sousa, Vítor Hugo, João Matos, Bruno Coelho, Ricardinho, Fábio Cecílio, André Coelho, Pany Varela e Tiago Brito estiveram na conquista do Campeonato da Europa de há três anos, ganho na final contra a Espanha, tendo agora estado na equipa que chegou ao título mundial conseguido na Lituânia, em 2021, frente à Argentina.

Com o título mundial de seleções, Bebé, Pany Varela, Ricardinho e João Matos entram para o lote restrito de jogadores portugueses que, além de campeões do Mundo e da Europa por Portugal, têm também títulos europeus de clubes. Ricardinho tem três títulos europeus de clubes (Benfica em 2010, Inter Movistar em 2017 e 2018), tal como Pany Varela (Benfica em 2010, Sporting em 2019 e 2021). Já João Matos venceu a Liga dos Campeões de clubes por duas vezes (Sporting em 2019 e 2021) e Bebé foi campeão europeu pelo Benfica em 2010.

Jogo da Semana: Recital no Teatro dos Sonhos

Teve tudo o que se espera de um jogo de futebol. Intensidade do primeiro ao último minuto. Momentos sublimes de técnica e tática. Golos, incerteza quanto ao desfecho. Estádio cheio e adeptos vibrantes. Uma atmosfera contagiante em Anfield Road.

O campeão Manchester City, com os portugueses Rúben Dias, João Cancelo e Bernardo Silva (exibição gigantesca) a titulares, foram donos do jogo na primeira parte. Depois do intervalo o Liverpool conseguiu equilibrar, ganharam ascendente e marcaram primeiro.

Aceleração diabólica de Salah no corredor direito, a servir Sadio Mane para o 1-0, aos 59 minutos. Os festejos foram curtos. Phil Foden repôs a igualdade aos 69 minutos, com um remate cruzado no lado esquerdo, após abertura de Gabriel Jesus. Resposta dos “reds”. Aos 76 minutos, depois de sair da marcação de três adversários, Salah colocou novamente a equipa da casa em vantagem, nma jogada deslumbrante do egípcio.

Voltando à carga o City voltou a marcar, colocando alguma justiça no resultado, com De Bruyne a aproveitar um ressalto à entrada da área e a rematar para o 2-2, aos 81 minutos.

Uma festa, um jogo de loucos e um duelo eletrizante. Futebol em estado puro. Arte!

  Teófilo Fernando, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Costa está muito empenhado num acordo pelo OE, mas não "a qualquer preço"

O primeiro-ministro disse, esta sexta-feira, que o Governo vai fazer tudo ao seu alcance para chegar a um acordo sobre o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), mas advertiu que "um acordo não se obtém …

Evergrande escapa por um triz ao default e garante o pagamento de juros de 71.7 milhões de euros

A gigante imobiliária chinesa conseguiu cumprir com o pagamento dos juros no limiar do fim da extensão do prazo. No entanto, persistem os receios sobre a possibilidade da crise na China contagiar a economia mundial. A …

Pessoas a andar na rua em Viena, Áustria

Em caso de apagão geral, Áustria é o primeiro país europeu a ter um Plano B(lackout)

E se houvesse um apagão que afetasse todo o continente europeu? O cenário é o argumento que o Ministério da Defesa austríaco tem usado para enviar um aviso à população desde o início deste mês. A …

Só um terço das empresas em Portugal têm gestores com um curso superior

O estudo da Fundação Francisco Manuel dos Santos refere que este valor é negativo para o país já que a formação superior dos gestores está associada à produtividade e há maior probabilidade da empresa começar …

Governo avança com desconto de 10 cêntimos por litro nos combustíveis para as famílias

O Governo vai criar um desconto de dez cêntimos por litro nos combustíveis para todas as famílias, até 50 litros por mês. Uma medida que estará em vigor entre novembro deste ano e março do …

Inês Sousa Real, porta-voz do PAN

PAN já enviou memorando de entendimento ao Governo

O partido Pessoas–Animais–Natureza enviou ao Governo, esta sexta-feira, o memorando de entendimento com cerca de 60 propostas, no âmbito do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022). "O PAN fez chegar ao Governo um memorando do qual …

Alterações ao Orçamento de 2021 custaram, afinal, muito mais do que o estimado pelo Governo

Apenas duas das 291 medidas adicionadas representaram um impacto anual de 88 milhões de euros, com o Governo a calcular, durante a especialidade, que a totalidade custaria 3,2 milhões de euros. As alterações feitas ao Orçamento …

Entre a pandemia e os preços da energia, Marcelo alerta que chumbo do OE criaria "mais um problema"

O Presidente da República reiterou, esta sexta-feira, que deseja evitar uma crise política criada por um eventual chumbo do Orçamento de Estado, porque "só juntaria um problema" à pandemia e à subida dos preços dos …

França dá a partir de dezembro "cheque-combustível" de 100 euros

França vai dar a partir de dezembro um “cheque-combustível” único de 100 euros a cerca de 36 milhões de condutores que ganham menos de 2.000 euros por mês devido à escalada dos preços do gasóleo …

Parlamento aprova extinção do SEF

A extinção do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) foi aprovada na Assembleia da República, esta sexta-feira, com os votos a favor do PS, BE e da deputada não-inscrita Joacine Katar Moreira. O texto final apresentado …