Limpar a casa pode ser tão prejudicial para as mulheres como fumar

jaymiek / Flickr

Uma investigação sobre produtos de limpeza do lar concluiu que o seu uso regular pode provocar danos aos pulmões de uma mulher tão graves como se esta fumasse um cigarro por dia. O mesmo efeito não foi detectado nos homens.

Esta pesquisa realizada por investigadores da Universidade de Bergen, na Noruega, concluiu que as mulheres que limpam a casa, pelo menos, uma vez por semana, ou que trabalham como empregadas de limpeza, têm uma diminuição acelerada da capacidade pulmonar, em comparação com as mulheres que não se dedicam às limpezas.

No artigo científico publicado na revista American Journal of Respiratory and Critical Care da Sociedade Americana de Medicina Torácica, explica-se que aqueles efeitos nefastos se devem aos agentes químicos que compõem os produtos de limpeza.

O estudo centrou-se na avaliação dos pulmões de 6235 mulheres e homens, com idade média de 34 anos, que foram seguidos durante mais de 20 anos, no âmbito do Inquérito de Saúde Respiratória da Comunidade Europeia.

As conclusões indicam que “a quantidade de ar que uma pessoa pode forçosamente expirar num segundo, diminuiu 3.6 mililitros (ml) por ano mais depressa em mulheres que limpavam em casa, e 3.9 ml/ano mais depressa em mulheres que trabalhavam como empregadas de limpeza”, em comparação com mulheres que não se dedicavam a esta actividade, segundo o comunicado sobre o estudo citado pelo Sciencedaily.

A quantidade total de ar que uma pessoa pode expirar também “diminuiu 4.3 ml/ano mais depressa em mulheres que limpavam em casa, e 7.1 ml/ano mais depressa” em mulheres que trabalhavam nas limpezas, constatam os investigadores.

“O declínio acelerado da função pulmonar nas mulheres que trabalham como empregadas de limpeza é comparável a fumar algo como 20 pacotes de cigarros por ano“, afirmam. Considerando que cada pacote tem cerca de 20 cigarros, isto representa cerca de 33 cigarros por mês e à roda de 1 por dia.

Estes efeitos nefastos explicam-se pela “irritação” que a “maioria dos químicos de limpeza provocam nas membranas mucosas que revestem as vias respiratórias”, segundo os autores do estudo. Com o tempo, essa interferência provoca “mudanças persistentes nas vias respiratórias”, concluem.

A pesquisa revelou ainda que a asma é mais prevalecente em mulheres que limpavam em casa (12,3%) ou no trabalho (13,7%), em comparação com as que não limpavam (9,6%).

Os resultados não revelaram os mesmos efeitos negativos nos homens. Os investigadores admitem, contudo, que os números podem ter sido influenciados pelo facto de o estudo incluir poucas mulheres que não limpavam em casa ou no trabalho, e poucos homens que trabalhavam como profissionais de limpeza.

Mas, mesmo que o tema mereça novos estudos, para apurar dados mais conclusivos, é certo que, “a longo prazo, os químicos de limpeza causam, muito provavelmente, bastantes danos substanciais aos pulmões“, frisa Oistein Svanes, co-autor da pesquisa.

Este investigador também avisa que muitos dos químicos usados na limpeza são “frequentemente desnecessários”. “Tecidos de micro-fibra e água são mais do que suficientes para a maioria dos casos”, conclui.

SV, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Vinagre, bicarbonato de sódio e água é o que basta para limpar e desinfetar quase todas as superfícies da casa. Se qusierem ainda podem adicionar um cheirinho bom, como um óleo essencial de alfazema,rosmaninho ou outro que lhes agrade. Se bem que o vinagre quando seca, não deixa cheiro, por isso é bom de qualquer maneira.

RESPONDER

Tempestade de areia "engoliu" cidade na China

Uma forte tempestade de areia "engoliu" a cidade de Dunhuang, no noroeste da China, no passado domingo. De acordo com o South China Morning Post, a forte tempestade de areia, que provocou nuvens de poeira com …

Raíssa faz bolachas com o lema "Fora Bolsonaro". Já se tornaram virais

Uma brasileira começou a fazer bolachas com o lema "Fora Bolsonaro" em jeito de brincadeira, mas agora já vende centenas todos os dias. Aquilo que começou como uma simples brincadeira, acabou por tornar-se viral. A ideia …

Zara, 19 anos, quer ser a mulher mais nova de sempre a voar sozinha à volta do mundo

Uma jovem, de 19 anos, pôs mãos à obra para levar a cabo um "gap year" (o chamado ano sabático) com um propósito muito fora do comum: tornar-se a mulher mais nova de sempre a …

Francês diz ter usado método matemático para ganhar o Euromilhões

O francês, que não quis revelar a sua fórmula à imprensa, ganhou, no dia 11 de junho, 30 milhões de euros com a combinação com a qual jogava há um mês. A história foi contada, esta …

Mais de metade da população portuguesa já tem a vacinação completa

Mais de metade da população residente em Portugal (52%) já tem a vacinação completa contra a covid-19, revela o relatório semanal de vacinação divulgado esta terça-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último relatório semanal …

Campeão olímpico criou problemas no seu país natal

Richard Carapaz, medalha de ouro no ciclismo, foi direto: "O país nunca acreditou em mim". Presidente do Equador, ministro e Comité Olímpico reagiram. Poucos dias depois de ter subido ao pódio final da Volta a França …

Jovens preocupados com fertilidade e efeitos secundários das vacinas contra a covid-19

Com o avanço das campanhas de vacinação, um grande número de pessoas das faixas etárias baixo dos 30 anos mostra-se relutante em tomar a vacina contra a covid-19. Os jovens falam de preocupações com fertilidade …

Dois gestos de Cla(ri)sse que ficam para a memória olímpica

Clarisse Agbégnénou foi campeã olímpica no judo, pela primeira vez - mas a atitude que demonstrou, mal venceu a final, ficará também nos registos. Campeã mundial cinco vezes, mais duas medalhas de prata. Cinco medalhas em …

Sindicatos avançam com ações legais para travar despedimento coletivo na TAP

Os sindicatos que representam os trabalhadores da TAP vão avançar com ações legais para travar o despedimento coletivo que a empresa iniciou na segunda-feira, que abrange 124 profissionais. "Até agora houve conversa, a partir de agora …

Ginastas alemãs usam fato integral para combater sexualização da modalidade

Ao contrário do que acontece com os ginastas masculinos, que podem optar por calções ou calças, as mulheres competem, desde o início da modalidade, de bodies que expõem grande parte do seu corpo. Quando, no último …