Lewandowski investigado por fuga ao fisco nos rendimentos publicitários

Andrej Cukic / EPA

O polaco Robert Lewandowski, eleito pela FIFA melhor futebolista em 2020, não pagou impostos pelos seus rendimentos publicitários até 2016, de acordo com uma investigação revelada hoje pela revista Der Spiegel.

Segundo a publicação germânica, que analisou “centenas” de documentos, Lewandowski socorreu-se durante anos de “truques duvidosos” para se furtar a pagar impostos na Alemanha, país onde joga, ou na Polónia, de onde é natural.

Aproveitando brechas na legislação polaca, permissiva à criatividade fiscal, o seu advogado e amigo de infância, Kamil Gorzelnik, terá adotado uma fórmula legal para a empresa detentora dos direitos de imagem do futebolista.

“Há riscos, mas há que arriscar para conseguir benefícios”, escreveu Gorzelnik, em email ao assessor de Lewandowski, Cezary Kucharski.

Inicialmente, o advogado aproveitou uma isenção de impostos de 23 meses e posteriormente fez desaparecer 2,5 milhões de euros das contas da empresa para poder declarar prejuízos perante a administração fiscal.

“Graças a Kamil, evitei pagar impostos”, escreveu Lewandowski em um e-mail dirigido ao seu assessor.

Desde que o fisco alemão o começou a investigar, em outubro, o internacional polaco tem evitado falar sobre os seus problemas fiscais: um seu porta-voz já referiu que Lewandowski sempre cumpriu com a lei e que está a cooperar com as autoridades dos dois países.

No passado, Cristiano Ronaldo, Messi, Neymar ou José Mourinho foram alguns dos casos mais mediáticos de fuga ao fisco, com posteriores acordos com as autoridades tributarias.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Lopetegui viu Corona em Sevilha e pode avançar com proposta

Julen Lopetegui, treinador do Sevilha, está atento a Tecatito Corona. O extremo portista mostrou-se em bom plano frente ao Chelsea. O antigo treinador dos 'dragões' Julen Lopetegui, atualmente no comando técnico do Sevilha, esteve esta terça-feira …

Sob o mote da "prudência", especialistas aconselham Governo a não avançar no desconfinamento

Manuel Carmo Gomes, o epidemiologista que deixou de participar nas reuniões no Infarmed, aconselhou o Governo a não avançar para a terceira fase de desconfinamento. E não é o único a defender a suspensão. De acordo …

Oposição quer redução de portagens. Governo responde com cortes ou aumento de impostos

O Governo disse hoje que a redução de portagens nas ex-SCUT "é legal e constitucional", defendendo que a Assembleia da República deve ajudar a encontrar a compensação para encargos de até 149 milhões de euros …

Bispo do século XVII foi enterrado com um feto. Cientistas já sabem porquê

Cientistas já sabem porque é que foi encontrado o cadáver de um feto junto dos restos mortais de um antigo bispo de Lund, na Suécia. Peder Pedersen Winstrup foi um bispo de Lund, cidade na atual …

Detenção da autarca de Vila Real de Santo António surpreende PSD. Deputado do PS suspeito no negócio

Esta terça-feira, a presidente da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, Conceição Cabrita, foi detida por suspeitas do crime de corrupção num negócio de imobiliário em Monte Gordo.  Fonte da direção do PSD disse, …

Atraso com vacina da Johnson não altera metas do plano de vacinação

O anúncio desta terça-feira do atraso da distribuição da vacina da Johnson & Johnson na Europa não vai afetar o plano de vacinação em Portugal, garantiu a task force. Mais um contratempo para o processo de …

Descoberta de bactérias comedoras de metano numa árvore comum pode ser boa notícia

A descoberta de bactérias que "comem" metano numa árvore australiana comum pode ser uma boa notícia no desafio de reduzir a emissão de gases com efeito de estufa. As árvores são os pulmões da Terra, uma …

Rio diz ser "desejável" que PSD Madeira e Açores excluam Chega de coligações

Em Portugal Continental, o PSD não aceita coligações com o Chega para as próximas autárquicas, sublinhou Rui Rio, que deseja que o mesmo princípio seja seguido nas Regiões Autónoma. Esta terça-feira, Rui Rio reiterou que …

Marcelo começa a despedir-se da emergência e passa a bola ao Governo

Depois do 15.º estado de emergência e com a situação mais controlada, o Presidente da República entende que o ideal é o Governo começar a procurar alternativas legais. Marcelo Rebelo de Sousa espera que o 15.º …

EDP abdicou de decisão do Fisco antes de vender barragens

A EDP abdicou de uma prerrogativa prevista na lei que permitia à Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) abrir um procedimento de inspeção prévio antes de concluir a venda das seis barragens ao consórcio francês da …