Leonard Cohen morreu durante o sono depois de uma queda

Takahiro Kyono / Wikimedia

Leonard Cohen em Odense, na Dinamarca, 17 de Agosto de 2013

Leonard Cohen em Odense, na Dinamarca, 17 de Agosto de 2013

O agente de Leonard Cohen, Robert Kory, revelou ao New York Times que o cantor canadiano morreu na noite de 7 de Novembro, “durante o sono”, depois de ter sofrido uma queda em casa.

A morte “foi repentina, inesperada e pacífica”, destacou Kory ao jornal norte-americano.

Cohen enfrentava uma dura batalha contra o cancro, mas não terá havido qualquer relação direta entre a doença e a sua morte.

O músico e poeta canadiano morreu aos 82 anos, na passada segunda-feira, na sua casa em Los Angeles. No entanto, a sua morte só foi noticiada na quinta-feira seguinte, pelo seu agente – através da página de Facebook de Cohen.

“É com profunda tristeza que informamos que o poeta, compositor e artista lendário Leonard Cohen morreu”, escreveu o seu agente. “Perdemos um dos visionários mais prolíficos e respeitados do mundo da música”.

O músico festejou a 21 de setembro os seus 82 anos com um novo álbum, “You Want It Darker“, o 14.º da sua carreira, no qual refletia sobre sua própria mortalidade e se interrogava sobre a natureza do homem e de um Deus todo-poderoso.

Leonard Cohen estava ainda a trabalhar em dois outros projetos musicais e num livro de poesia.

“Ele sentiu que a janela estava a ficar mais estreita. E queria ser o mais produtivo possível para terminar o trabalho a que era tão dedicado”, disse Patrick Leonard, um produtor e compositor que colaborou com o músico nos seus últimos três álbuns.

Considerado um dos mais importantes nomes da música popular do século XX, Cohen acompanhou sempre a música com a literatura, a sua grande paixão, que começou aos 16 anos, quando escreveu os seus primeiros poemas.

O cantor canadiano escreveu músicas simbólicas da sua geração – incluindo “Hallelujah”, “Suzanne” e “So Long Marianne”.

Em 2011 foi distinguido com o Prémio Príncipe das Astúrias das Letras pelo “imaginário sentimental” da escrita e da música, justificou o júri.

No mesmo ano, foi galardoado com o 9.º Prémio Glenn Gould, atribuído de dois em dois anos a artistas que contribuam para enriquecer a condição humana e representem os valores da inovação, inspiração e transformação.

Cohen foi precedido na morte, em julho, por Marianne Ihlen, a norueguesa com quem viveu e que inspirou a música “So Long, Marianne”.

Numa carta para Ihlen revelada por um amigo, Cohen declarou o seu “amor sem fim” por ela, escrevendo: “Acho que vou seguir-te muito em breve”.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Detido proprietário de jornal de Hong Kong ao abrigo da lei de segurança nacional

A polícia de Hong Kong fez buscas, esta segunda-feira, ao grupo de comunicação social Next Media, considerado pró-democracia, pouco depois da detenção do seu proprietário, ao abrigo da lei de segurança nacional. Dezenas de agentes das …

Detetado surto de covid-19 em lar do Barreiro. Há pelo menos 47 infetados

Um surto de covid-19 no Lar São José, no Barreiro, contabiliza 47 casos positivos e dois internamentos de idosos, mas a "situação está controlada", disse, este domingo, o delegado de saúde adjunto regional de Lisboa …

Índia regista recorde diário de mortes. Reino Unido atinge marca negra

O novo coronavírus continua a alastrar-se um pouco por todo o mundo. Enquanto alguns países estão a conseguir lidar com a pandemia de covid-19, outros estão a fracassar nessa tarefa. Este domingo, no total, registaram-se 6.106 …

"Um disparate". Presidente nega envolvimento na vinda de Juan Carlos para Cascais

O Presidente da República afirmou que “qualquer pessoa minimamente inteligente e sensata” perceberia que o chefe de Estado não se poderia envolver na questão do rei emérito de Espanha, classificando essa ideia como um "disparate". Em …

Plano do hidrogénio vai sair "muito caro" aos portugueses

Os fundadores da Tertúlia Energia defendem que o plano do hidrogénio do Governo tem várias lacunas e vai custar "muito caro" aos consumidores portugueses. Num artigo publicado no jonal ECO, os fundadores da Tertúlia Energia, Abel …

Governo vai lançar plano para salvar empresas viáveis em dificuldades (e perdoar juros ao Fisco)

O Governo vai lançar um plano para salvar empresas viáveis que será um novo mecanismo temporário para ajudar empresas que se encontrem em situação económica difícil ou em insolvência devido à pandemia. O plano, que se …

Fábio Silva a prazo no Dragão. Avançado deverá sair por 40 milhões

Fábio Silva deverá abandonar o FC Porto dentro dos próximos dias. O jovem avançado permitirá um encaixe de 40 milhões de euros para os cofres portistas. A saída de Fábio Silva do FC Porto parece praticamente …

"Há filhos e enteados?". Marques Mendes arrasa decisão "inacreditável" de realizar festa do Avante

Luís Marques Mendes criticou este domingo a realização da festa do Avante, considerando "inacreditável" que a habitual festa comunista seja realizada no atual contexto da pandemia de covid-19 em Portugal. No seu habitual espaço de …

Varandas só tem espaço para 24 jogadores. Metade será de Alcochete

Com o intuito de reduzir custos, o presidente sportinguista, Frederico Varandas, diz que quer um plantel com 24 jogadores para a próxima época. Cerca de metade são produtos de Alcochete. Frederico Varandas pretende encurtar o plantel …

Duas demissões no Governo do Líbano. Beirute ficou com cratera de 43 metros de profundidade

Duas demissões no Governo do Líbano foram anunciadas nas últimas horas depois da explosão no porto de Beirute que provocou pelo menos pelo menos 158 mortos, 6.000 feridos e dezenas de desaparecidos. A ministra da …