“Foi torturada”. Princesa Latifa escreve carta à polícia a pedir que investigue desaparecimento da irmã

Latifa escreveu à polícia britânica em 2019. O caso da sua irmã Shamsa, raptada em Inglaterra há mais de vinte anos, tem muitas semelhanças com o drama agora vivido pela princesa.

A princesa Latifa, filha do emir do Dubai, apelou à polícia britânica para reabrir a investigação ao desaparecimento da sua irmã mais velha, a princesa Shamsa.

Após ter revelado pormenores sobre a forma como o pai a tem mantido presa no Dubai, a princesa pede que se dê atenção ao caso da irmã, que está também desaparecida há mais de vinte anos. O pedido foi feito através de uma carta, que a BBC revelou.

Com apenas 18 anos, em 2000, a princesa Shamsa tentou fugir da propriedade pertencente ao pai no Surrey, no Sudeste de Inglaterra. Na altura, acabou por ser raptada em Cambridge e levada para o Dubai contra a sua vontade.

A polícia britânica começou por tratar o caso como um rapto, após ter sido contactada por um advogado especializado em imigração.

Contudo, a investigação terminou num impasse quando os inspetores foram impedidos de se deslocar ao Dubai. Mais de uma década depois, soube-se que o Governo dos Emirados  fez diligências junto do Ministério dos Negócios Estrangeiros britânico, que podem ter posto em causa a continuidade das investigações.

Em 2020, um juiz do Supremo Tribunal britânico responsabilizou o xeque Mohammed bin Rashid al Maktoum pelos raptos de Shamsa e de Latifa.

Na carta enviada à BBC, Latifa pede à polícia britânica que reabra a investigação ao desaparecimento da irmã. “Tudo o que vos peço é que, por favor, deem atenção ao seu caso porque isso pode dar-lhe a liberdade”, escreve a princesa.

A carta está datada de fevereiro de 2018, mas foi escrita em 2019 porque Latifa não queria revelar que tinha a possibilidade de contactar o mundo exterior antes da sua tentativa de fugir do local onde o pai a tem mantido em cativeiro, explica a BBC.

Latifa diz que a irmã foi mantida presa sem qualquer contacto exterior. “Ela foi torturada, chicoteada nos pés”, escreve.

A polícia de Cambridgeshire, a quem a carta foi endereçada, disse à BBC que o seu conteúdo será “analisado como parte da atual revisão ao caso”.

No entanto, avisa tratar-se de uma “questão muito complexa e séria” e que, por isso, “é inapropriado discuti-la em público”.

O caso da princesa Latifa tem concentrado atenções a nível mundial e levou mesmo a ONU a pedir explicações ao Governo dos Emirados Árabes Unidos, do qual o seu pai é vice-presidente.

A filha mais nova do Emir do Dubai tentou fugir em 2018, mas foi apanhada e mantida presa numa mansão.

Ana Isabel Moura Ana Isabel Moura //

PARTILHAR

RESPONDER

De Cristas aos encontros com Salgado. PS já tem 14 perguntas sobre o Novo Banco para Passos

Depois de Carlos Moedas e Cavaco Silva, o PS já tem perguntas que quer fazer ao ex-primeiro-ministro Pedro Passos Coelho no âmbito da comissão de inquérito ao Novo Banco.  De acordo com o semanário Expresso, o …

Um quarto da população portuguesa tem imunidade à covid-19

O Painel Serológico Longitudinal Covid-19 estima em 27% a taxa de imunidade à covid-19 para a população em Portugal. Até março, 13% da população teria sido infetada Um estudo hoje divulgado estima que 13% da população …

Pfizer admite que deverá ser necessária uma terceira dose (e ser vacinado anualmente)

O CEO da Pfizer, Albert Bourla, disse que as pessoas vão precisar “provavelmente” de uma dose de reforço da vacina contra a covid-19 12 meses após serem totalmente vacinadas. “Um cenário provável é que haja necessidade …

Ninguém quer "a batata quente" do caso Sócrates. Ivo Rosa e Carlos Alexandre com nota máxima

Os juízes Ivo Rosa e Carlos Alexandre foram avaliados com a nota máxima de "Muito Bom" pelo Conselho Superior da Magistratura em inspecções realizadas entre 2013 e 2018, ou seja, abarcando o período da investigação …

Clubes alemães atentos a Tiago Dantas depois da sua estreia como titular

A titularidade do jovem português na equipa do Bayern, no último sábado, despertou a atenção dos clubes alemães para o médio cedido pelo Benfica. Tiago Dantas, de 20 anos, fez a sua estreia como titular do …

Chega aposta em Hugo Ernano, o militar que atingiu mortalmente rapaz de 13 anos

O cabeça-de-lista do Chega para a Câmara Municipal de Odivelas vai ser o líder do núcleo local, Nuno Beirão, e o militar da Guarda Nacional Republicana (GNR) Hugo Ernano candidata-se à Assembleia Municipal. Hugo Hernano, candidato …

Taarabt reencontrou a sua boa forma, mas o Benfica quer vendê-lo

O Benfica está disposto a ouvir propostas que cheguem por Adel Taarabt, o marroquino que tem dado cartas no meio-campo das 'águias'. A caminho dos 32 anos de idade, Taarabt não vai para novo, mas tem …

Vacina russa Sputnik V pode vir a ser produzida em Sintra

O Presidente da câmara de Cascais fez de intermediário para que viesse para Portugal uma licença de produção da Sputnik V. António Costa não se opõe, mas lembra que a vacina ainda não foi aprovada …

FC Porto admite batalha legal com o Sporting devido ao caso Palhinha

Os azuis e brancos contestam a utilização de João Palhinha no jogo frente ao Benfica, a contar para a 16.ª jornada da Liga, e admitem uma batalha legal. A polémica está relacionada com a utilização …

Supremo recusa levantar arresto de bens a Rui Rangel e Fátima Galante

O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) rejeitou, esta quinta-feira, recursos dos ex-juízes, arguidos no processo "Operação Lex", que contestavam o arresto dos seus bens. No acórdão proferido, a que a agência Lusa teve acesso, o Supremo …