Cachorros de larvas e gelados de insetos. A dieta do planeta vai ter de mudar

O mundo pode estar envolvido numa crise climática e as nossas dietas estão a matar-nos, mas, em breve, poderemos desfrutar de um cachorro-quente de larvas e de um gelado de insetos.

A superpopulação está a tornar-se uma realidade no nosso planeta, colocando mais pressão sobre o meio ambiente e os seus recursos. Um dos principais problemas com a nossa gestão de recursos é a forma como obtemos a proteína na nossa dieta.

Um grande pedaço da proteína do mundo vem do gado – carne de boi, porco, cordeiro, cabra, frango ou peixe – mas é um sistema terrivelmente ineficiente. Cria toneladas de emissões de carbono, ocupa muito espaço e não é bom para a saúde.



Se vamos alimentar de forma sustentável o mundo nas próximas décadas, parece que a proteína do futuro será insetos. Assim, cientistas da Universidade de Queensland estão a investigar o uso destas criaturas como uma fonte alternativa de proteína, além de torná-las suficientemente apetitosas para consumidores exigentes.

“Um mundo superpovoado vai ter dificuldades em encontrar proteínas suficientes, a menos que as pessoas estejam dispostas a abrir as suas mentes e estômagos para uma noção muito mais ampla de alimentos”, disse Louwrens Hoffman, professor de ciência da carne na Universidade de Queensland. “O maior potencial para a produção sustentável de proteína é com insetos e novas fontes vegetais”.

A carne – pelo menos como a conhecemos – é surpreendentemente antieconómica para crescer, processar e distribuir. O gado requer oito quilos de alimento para produzir um quilo de carne, mas apenas 40% da vaca pode ser consumida. Se se comparar isso com grilos, são precisos dois quilos de alimento para produzir um quilo de carne, dos quais cerca de 80% é comestível.

No entanto, a dieta dos insetos tem um problema de imagem. Hoffman observa que os consumidores ocidentais estão dispostos a experimentar insetos em alimentos pré-preparados, mas não se sentem confortáveis ​​com a ideia de comer ou preparar refeições à base de insetos – a menos que os insetos estejam disfarçados.

Juntamente com uma equipa de cientistas de alimentos, Hoffman tem vindo a desenvolver várias maneiras de combinar proteínas alternativas numa variedade de alimentos de especialidade, como salsichas feitas de larvas da mosca negra (Hermetia illucens).

“Comeria uma salsicha feita de larvas?”, perguntou Hoffman. “E quanto a outras larvas e até mesmo insetos inteiros, como os gafanhotos? Um dos meus alunos criou um gelado de insetos muito saboroso.”

Mas se isto não estimular o apetite, os insetos poderiam ser usados ​​para alimentar galinhas. O trabalho da equipa mostrou que as dietas de frangos que incluem até 15% de refeições com larvas não reduzem o desempenho da produção de frango, eficiência no uso de nutrientes, aroma, sabor, suculência e maciez da carne, ou composição de ácidos gordos de cadeia longa.

ZAP // IFL Science

PARTILHAR

RESPONDER

"Por trás lá vem a facada". Costa critica "duplicidade" da postura do Governo da Madeira

O secretário-geral do PS, António Costa, defendeu que as autonomias precisam de “solidariedade e confiança mútua”, assente na verdade, criticando a “duplicidade” da postura do Governo da Madeira no relacionamento com a República. “As autonomias exigem …

Estrela foi banquete de um buraco negro e criou um fenómeno raríssimo

O resultado do encontro entre um buraco negro e uma estrela azarada deu origem a um fenómeno raríssimo detetado por astrónomos. Ao medirem a radiação X enquanto a estrela era devorada, perceberam que estavam perante um …

Um carro movido a energia solar? Bom. Um carro-casa movido a energia solar para fazer 3 mil km? Melhor ainda

Projeto foi desenvolvido por estudantes universitários holandeses, cujo trabalho em veículos movidos a energia solar é já conhecido. O Stella Vita será testado numa viagem de longo curso pelo sul de Espanha já este mês, …

Há uma rua no Texas onde todas as casas foram impressas em 3D

Esta é a primeira comunidade de casas impressas em 3D nos EUA que está pronta a receber habitantes. A construção torna as habitações mais resistentes ao fogo e a inundações. Chama-se East 17th Street e fica …

A filha de Picasso doou nove obras do artista espanhol a França

A família de Pablo Picasso doou nove obras do artista ao Estado francês, que serão agora integradas no Museu Picasso, em Paris. Maya, a filha de Pablo Picasso, doou nove obras do artista como parte de …

Dormir bem? Depois da pandemia, não

O novo coronavírus criou uma "nação" de pessoas com insónias. Trabalhar menos horas pode ajudar. Insónias. Já eram um problema para muita gente até ao início de 2020 mas a pandemia que mudou o mundo também …

"Não posso ficar sentado a ver-nos voltar a 1972". Médico desafia a lei no Texas e admite que já fez um aborto

Um médico texano escreveu uma coluna de opinião no Washington Post a admitir que já fez um aborto no estado, depois da lei que proíbe interromper as gravidezes após seis semanas ter entrado em vigor. Em …

A cidade mais segura do mundo foi revelada (e é europeia)

Copenhaga foi eleita a cidade mais segura do mundo em 2021 pelo Índice de Cidades Seguras (SCI), da Economist Intelligence Unit. Quando se trata de escolher o destino a visitar, a segurança é um dos aspetos …

Benfica 3-1 Boavista | Águia evolui com Darwin para a vitória

Desde 1982/83 que o Benfica não vencia os primeiros seis jogos no Campeonato. Pois bem, na noite desta segunda-feira, os encarnados venceram o duelo ante o Boavista e fizeram xeque-mate graças ao bis de Darwin …

Milhões de pessoas em risco de tráfico e escravidão devido à crise climática, revela relatório

Milhões de pessoas forçadas a deixar as suas casas por causa da seca severa e ciclones correm o risco da escravidão moderna e de tráfico humano nas próximas décadas, alertou um novo relatório publicado esta …