Desde janeiro foram identificados 129 lares sem licenciamento. Apenas 33 foram encerrados

Segundo a Segurança Social, desde 2015 que 670 lares ilegais fecharam portas. Em 2020 e até abril passado, 41 tiveram ordem para encerrar “com carácter de urgência”.

Os lares foram, ao longo do último ano, uma das maiores dores de cabeça no contexto pandémico. Estas instituições, que albergam milhares de idosos nos quatro cantos do país, foram fortemente afetadas pelo vírus.

Devido às condições físicas das instalações e à própria condição de saúde dos utentes, milhares de pessoas morreram na sequência de surtos em lares de idosos. Esta situação veio colocar ainda mais em evidência a realidade dos lares ilegais.

Como noticia o Público, só em 2020, e nos quatro primeiros meses deste ano, foram identificados 917 lares sem condições ou licenciamento – são mais 129 do que os que estavam sinalizados no final do ano passado.

Depois de serem identificados, segundo a Segurança Social foram fechados 131 lares ilegais, 41 destes com “caráter de urgência”, foram 33 os que tiveram ordem para encerrar já este ano.

Ao Público, João Ferreira de Almeida, presidente da Associação de Apoio Domiciliário de Lares e Casas de Repouso de Idosos (ALI) indica que os números da Segurança Social não se traduzem efetivamente no encerramento das infraestruturas.

“Quando a Segurança Social diz que encerrou 100 lares, não encerrou de facto, porque a maioria são ordens não cumpridas”, explica.

A Segurança Social realizou 1.815 ações de fiscalização desde o início de 2020, até abril deste ano, que resultaram na ordem de encerramento dos 131 lares em situação irregular.

Contudo, explica João Ferreira de Almeida, quando são notificadas para encerrar as instalações, os responsáveis suspendem a atividade durante um tempo, encerram e voltam a abrir algum tempo depois outra morada ou dão entrada de uma providência cautelar ou recurso para um tribunal superior.

Ministra da Saúde deu ordem de fecho, mas lar continuou aberto

Depois de terem sido encontradas inconformidades no lar Cantinho do Sénior, em Samora Correia, Marta Temido, ministra da Saúde, ordenou que a instituição fosse encerrada a 28 de janeiro.

No documento entregue ao Tribunal, a governante realçou os motivos para ter ordenado o fecho e considera que a suspensão dessa ordem por via de uma providência cautelar dos seus proprietários “é gravemente lesiva para o interesse público” por se estar na “iminência de um perigo que é real e não eventual, reconhecida tecnicamente”, pode ler-se no documento ao qual o Público teve acesso.

Este documento é uma resolução fundamentada, juridicamente vinculativa, de modo a travar qualquer providência cautelar como aquela que tinha servido para suspender o fecho do lar por ordem do Ministério da Saúde e do Instituto da Segurança Social.

Contudo, a 6 de abril de 2020, o coordenador municipal da Proteção Civil do Município de Benavente avisava que a estrutura residencial estava a admitir novos utentes para “a ocupação do edifício anexo com mais de 20 utentes”.

O fecho do Cantinho do Sénior só veio a ser decidido pelo tribunal a 14 de maio. “A providência cautelar apresentada pela instituição não tem quaisquer efeitos suspensivos, pelo que a decisão de encerramento se mantém válida e a entidade deve cumpri-la”, disse o ​Instituto da Segurança Social (ISS) nas respostas enviadas, referindo-se ao despacho da juíza do Tribunal Administrativo e Fiscal de Leiria.

A 21 de maio estava prevista “uma acção de fiscalização para garantir a efetivação do encerramento desta estrutura” pelo Departamento de Fiscalização do Instituto da Segurança Social, acrescentou o ISS sobre as medidas tomadas agora que passaram quatro meses desde a primeira ordem de fecho do Ministério da Saúde.

Também contactado, Renato Possante Bento, diretor do Centro Distrital da Segurança Social de Santarém, justifica que o encerramento dependia do tribunal que “só agora, tomou a decisão”.

Já o presidente da Câmara Municipal de Benavente, Carlos Coutinho, explica por sua vez que “a autarquia não tinha conhecimento de que o lar estava a admitir novos utentes depois da resolução fundamentada da ministra” em Fevereiro. Só soube “recentemente”.

O lar continuava aberto na sexta-feira. “A situação ainda não está resolvida”, concluiu o autarca, referindo-se à necessidade de transferir os residentes para respostas sociais alternativas.

  ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. O problema, ao encerrar todos os Lares considerados ilegais, e são !…… reside no encaminhamento dos Idosos residentes nessas Instituições. Portanto é evidente que para além de Ilegais, a S.S feche os olhos !

RESPONDER

Chanceler austríaco Sebastian Kurz

Sondagens falsas e notícias favoráveis. O lado negro de Sebastian Kurz foi desmascarado

Sebastian Kurz e pessoas que lhe são próximas foram acusados de tentar garantir a sua ascensão à liderança do partido e do país com a ajuda de sondagens manipuladas e notícias favoráveis na imprensa, financiadas …

Tem uma carreira de sonho na Nike, mas cometeu um homicídio há 65 anos

O presidente da Jordan Brand, Larry Miller, revelou que, há 56 anos, matou um adolescente nas ruas de Filadélfia, nos Estados Unidos. O presidente da Jordan Brand — marca do ex-jogador de basquetebol Michael Jordan — …

Rio diz que decisão sobre eventual recandidatura está "quase tomada"

O presidente do PSD afirmou, esta segunda-feira, que a decisão sobre a sua eventual recandidatura está "quase tomada" e será anunciada em breve. Em declarações aos jornalistas à chegada à tomada de posse do novo presidente …

Mihajlovic: "Vou tentar manter a calma, mas é difícil"

Treinador do Bolonha furioso com os cartões amarelos mostrados para "compensar" uma expulsão. Beto voltou a marcar. Udinese e Bolonha entraram em campo neste domingo como protagonistas de um dos jogos menos mediáticos da oitava jornada …

Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo avisa que não pode haver "casos de mau uso e de fraude" com os fundos europeus

O Presidente da República avisou, esta segunda-feira, que a "última coisa" que pode acontecer com os fundos europeus são "casos de maus uso e de fraude", garantindo que os portugueses "não perdoariam" que isso acontecesse. Questionado …

O empresário John Textor

Nova direção do Benfica vai reunir-se com John Textor

O empresário John Textor, que celebrou um acordo com José António dos Santos para aquisição de 25% do capital social da SAD do Benfica, vai ser recebido pela nova direção do clube esta quinta-feira. "Após explícita …

Vítimas do ataque na Noruega foram mortas com facadas e não com arco e flecha

A polícia norueguesa esclareceu, esta segunda-feira, que as cinco vítimas mortais do ataque perpetrado na semana passada foram esfaqueadas, afastando assim a tese inicial que as mortes tinham sido provocadas por um arco e flechas. Segundo …

É um pássaro? É um avião? Não, é uma estrada de drones

Várias empresas estão a juntar-se ao governo de Israel na criação de sistemas de entregas através de drones. O objectivo final é ter uma estrada destes aparelhos nos céus. Num futuro próximo, as estradas podem estar …

IVAucher já devolveu 5,5 milhões de euros aos consumidores

Até agora, o programa IVAucher devolveu 5,55 milhões de euros aos consumidores, foi anunciado, esta segunda-feira, pelo Ministério das Finanças. De acordo com o comunicado do Ministério das Finanças, desde 1 de outubro foram efetuadas 609.560 …

Bloco já enviou as nove propostas ao Governo. Cinco são alterações ao Código do Trabalho

O Bloco já enviou ao Governo a redação das nove propostas para as negociações do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), cinco das quais são alterações ao Código do Trabalho que terão de ser efetivadas …