Ladrão roubou quadro de van Gogh só com a ajuda de uma marreta

Groninger Museum / Wikimedia

“O Jardim Paroquial de Nuenen” (1884), quadro de van Gogh

Uma pintura de Vincent van Gogh foi roubada de um museu, nos Países Baixos, que estava encerrado devido à pandemia de covid-19.

De acordo com a revista Time, um programa de televisão holandês divulgou agora as imagens de videovigilância do museu Singer Laren, que mostram o ladrão a abrir caminho, no passado dia 30 de março, através das portas de vidro reforçado.

Mais tarde, o mesmo homem é visto a correr pela loja de souvenirs do museu com a pintura de Vincent van Gogh debaixo de um braço e uma marreta na outra mão. A polícia espera que a divulgação destas imagens seja útil para ajudar a chegar ao ladrão.

O quadro do famoso pintor holandês — “O Jardim Paroquial de Nuenen” — estava neste museu, entretanto encerrado devido à pandemia de covid-19, para uma exposição temporária e tinha sido emprestado pelo museu Groninger.

Esta quarta-feira, as autoridades holandesas disseram que, depois do programa de televisão, receberam 56 novas pistas vindas da população. A polícia ainda não sabe se o ladrão agiu sozinho e está também a procurar informações sobre uma carrinha branca, apanhada nas imagens das câmaras de segurança, que passou pelo museu.

O quadro, de 1884, foi pintado por van Gogh numa altura em que o artista se mudou com a família para uma zona rural dos Países Baixos. Foi também nesta época que pintou o seu famoso “Os Comedores de Batata” (1885), recorda a revista norte-americana.

De acordo com a imprensa holandesa, a pintura roubada tem um valor estimado entre um e seis milhões de euros.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.