No dia em que foi vacinado, Lacerda Sales garantiu que não vão faltar enfermeiros

António Cotrim / Lusa

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, a ser vacinado contra a covid-19

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde disse, esta quarta-feira, que serão necessários 2500 enfermeiros para a segunda fase de vacinação e que não haverá falta destes profissionais nos postos de vacinação.

“Serão necessários cerca de 2500 enfermeiros para esta tarefa. Com certeza, quer dentro do Serviço Nacional de Saúde quer fora, nós teremos capacidade para este número de enfermeiros”, afirmou António Lacerda Sales aos jornalistas, no Hospital das Forças Armadas, em Lisboa, onde recebeu a primeira dose da vacina contra a covid-19.

O governante, que tem a segunda dose prevista para daqui a 12 semanas, esclareceu ainda que os 2500 enfermeiros vão estar “alocados de forma permanente” à campanha de vacinação.

A garantia de Lacerda Sales surge depois de o jornal Público ter noticiado na sua edição de hoje que as autarquias de Lisboa, Porto, Cascais, Loures, Sintra e Gaia não têm enfermeiros suficientes para os 150 espaços de vacinação.

O momento da sua vacinação foi aberto à imprensa por iniciativa do secretário de Estado para “dar confiança aos portugueses na vacina da AstraZeneca”, depois de a sua administração ter sido suspensa e novamente validada pelas autoridades de saúde.

O secretário de Estado da Saúde afirmou ainda que a falta de enfermeiros nos futuros postos de vacinação em massa previstos pela task-force “não será um problema” e admitiu eventuais “novas contratações”.

Segundo o mesmo matutino, o grupo responsável pela coordenação do plano de vacinação estará a estudar a possibilidade de integrar as farmácias e os farmacêuticos no processo.

Com a garantia da chegada de novas vacinas em grande quantidade, a task-force espera que sejam vacinadas mais de 60 mil pessoas por dia no mês de abril e mais de 100 mil em maio e junho.

Esta terça-feira, depois da reunião com especialistas na sede do Infarmed, o coordenador do plano de vacinação, o vice-almirante Henrique Gouveia e Melo, reiterou que se mantém a previsão de cobertura de 70% da população com a primeira dose da vacina “no fim do verão”.

O coordenador da task-force notou ainda que, esta semana, o país vai atingir um milhão de pessoas imunizadas com a primeira dose e meio milhão com as duas doses.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Incêndios "sem precedentes" devastam Sardenha

Condições climatéricas adversas e severas, como altas temperaturas e ventos fortes, estiveram na origem dos incêndios florestais que se registaram em vários países do sul do continente europeu, como Itália, Espanha, França ou Grécia. A ilha …

Gabriel foi afastado do plantel e pode ser reforço de Rui Vitória

Jorge Jesus não conta com Gabriel para a próxima temporada e já colocou o médio a treinar à parte do plantel, acompanhado por um preparador físico. O Benfica está a trabalhar com o representante do jogador …

Governo quer reduzir para três o número de testemunhas em processos civis

O Governo quer reduzir para três o número máximo de testemunhas por cada facto que se queira ver provado em tribunal no âmbito de um processo, visando aumentar a celeridade e estabelecer um critério de …

Myanmar. Junta militar anula resultados das eleições de 2020

Militares entendem que a votação não foi "livre e justa". Anúncio da anulação das eleições de 2020 não foi acompanhado de uma data para a realização de um novo ato eleitoral — tal como seria …

Contas públicas agravam-se face a 2020. Receita fiscal volta a crescer

Ministério de João Leão atribui incumprimento à terceira vaga da economia, que significou novas restrições à circulação e nos horários dos estabelecimentos. A receita fiscal e contributiva cresceu, um sinal animador para uma recuperação económica …

Ugarte está a caminho de Alvalade, mas Amorim quer mais três reforços

O Sporting já terá garantido a contratação de Manuel Ugarte, mas Rúben Amorim ainda quer trazer mais um avançado, um extremo e um defesa-central. Depois de várias rondas de negociações, o Sporting finalmente chegou a acordo …

Marcelo começou a receber partidos. "Recuperação socioeconómica" é preocupação comum

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, começou a receber os partidos políticos com assento parlamentar esta segunda-feira. À saída do encontro com Marcelo Rebelo de Sousa, João Cotrim de Figueiredo disse que levou até …

"Não consigo aceitar": português chora depois de perder nos Jogos Olímpicos

Anri Egutidze ficou claramente desiludido por ter perdido logo no seu primeiro combate no torneio masculino de judo: "Vim para ganhar, mesmo". Anri Egutidze chegou aos Jogos Olímpicos para lutar por uma medalha no judo, categoria …

Jogos Olímpicos: Lucas joga com máscara no rosto

Lucas Saatkamp, uma das figuras da seleção brasileira masculina de voleibol, utiliza máscara de proteção contra a COVID-19 durante os jogos em Tóquio. Quem assistiu ao grande jogo desta segunda-feira, o Brasil-Argentina, no torneio masculino de …

PS responde à letra: "O BE pode continuar a fazer a vista grossa aos avanços" no SNS

O PS rejeitou esta segunda-feira as críticas do BE sobre a fixação de profissionais no Serviço Nacional de Saúde, argumentando que o executivo tem sido "consistente" na valorização destes trabalhadores e apelando ao diálogo para …