Julgamento da mãe a quem foram retirados sete filhos vai ser repetido

Marcello Casal Jr. / ABr

-

Depois do Tribunal Europeu dos Direitos do Homem ter considerado que Portugal violou os direitos humanos ao retirar-lhe sete filhos, a cabo-verdiana vê juízes do Constitucional mandarem repetir o julgamento.

O Tribunal Constitucional ordenou a repetição do julgamento de Liliana Melo, a mãe de origem cabo-verdiana a quem a justiça portuguesa retirou sete filhos, escreve o Público.

A decisão de retirar as crianças foi tomada pelo Tribunal de Sintra, em 2012, uma vez que os juízes consideraram que Liliana não tinha condições para tomar conta das crianças que, neste momento, se encontram institucionalizadas.

O processo arrasta-se pela justiça portuguesa há vários anos, uma vez que a cabo-verdiana nunca quis desistir e pôs vários requerimentos e recursos a correr em diferentes tribunais.

Caso disso foi a decisão de Liliana em recorrer ao Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, que considerou em fevereiro que Portugal violou os direitos humanos neste caso.

Os juízes do TEDH invocaram a violação do artigo 8 da Convenção Europeia dos Direitos do Homem, que consigna o “direito ao respeito pela vida privada e familiar”.

Consideraram ainda que a decisão dos tribunais portugueses não foi apropriada, tendo em conta “a ausência de condutas violentas”, a “existência de fortes laços afetivos” e o falhanço dos serviços sociais em atenuar a privação material da progenitora, “que tinha que criar um grande número de filhos quase sem ajuda”.

Agora, segundo o Público, os juízes do Tribunal Constitucional entenderam que a cabo-verdiana, que vive em Portugal há mais de vinte anos, não teve acesso ao exercício do contraditório porque não estava representada por um advogado.

Na altura do julgamento, a lei de proteção de crianças e jovens não previa a obrigatoriedade da representação por um advogado das famílias que enfrentassem a retirada dos filhos, ao contrário do que acontece atualmente.

Neste momento, a lei já contempla essa obrigação e, por isso, na visão do Constitucional, Liliana tem direito a que o julgamento seja repetido.

Em declarações à Renascença, a advogada da progenitora, Paula Penha Gonçalves, diz que esta é “uma janela de esperança” que se abre para esta família.

“Abre-se uma janela, uma esperança que finalmente o Estado, os tribunais, as instituições envolvidas neste processo, atuem agora rapidamente e em conformidade não só com esta decisão agora proferida, mas também com o conteúdo e o sentido da decisão recentemente proferida pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem. Que resolvam a situação destas crianças rapidamente”, afirma.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

John Cleese esgota três coliseus em 48 horas

John Cleese vai estar no Coliseu de Lisboa com “Last Time To See Me Before I Die” durante três dias. O humorista britânico esgotou as três datas em apenas 48 horas. Durante esta madrugada (10), a …

Descoberta no Egito múmia de grande animal semelhante a um leão

O Ministério das Antiguidades egípcio anunciou esta segunda-feira que uma equipa de arqueólogos desenterrou uma múmia de um grande animal incomum, semelhante a um leão ou uma leoa. “É um animal muito estranho, como um gato …

Ex-agentes da DEA revelam detalhes da vida de Escobar na prisão que o próprio construiu

Dois dos agentes do DEA, que durante mais de um ano participaram na operação de captura de Pablo Escobar, revelaram alguns detalhes sobre a vida do narcotraficante e ex-líder do cartel de Medellín na prisão La …

Num jardim zoológico da Austrália, há concertos ao vivo (para entreter os elefantes)

https://vimeo.com/372400002 O jardim zoológico de Melbourne está a desenvolver um programa mundial de músicos para tocar para a sua multigeracional manada de elefantes asiáticos em perigo de extinção para que melhore a ligação entre os seis …

Montijo: ANA pede mais tempo para analisar medidas de mitigação ambiental

A ANA – Aeroportos de Portugal pediu à Agência Portuguesa do Ambiente (APA) uma prorrogação do prazo para analisar as medidas de mitigação propostas pela entidade na Declaração de Impacte Ambiental (DIA) do futuro aeroporto …

Sérgio Conceição ultrapassa número de jogos de José Mourinho

No jogo deste domingo, que o FC Porto acabou por vencer o Boavista com um golo solitário de Alex Telles, Sérgio Conceição cumpriu o seu 128.º jogo como treinador dos dragões - mais uma partida …

Governo australiano acusado de censurar livro sobre história de Timor-Leste

O Ministério dos Negócios Estrangeiros australiano está alegadamente a tentar censurar partes do primeiro de dois volumes da história de operações militares em Timor-Leste, o dedicado à Força Internacional para Timor-Leste (Interfet), segundo revelou a imprensa …

Norte-americanos acordaram com mensagens de texto estranhas nos seus telemóveis

Na passada quinta-feira, uma grande parte da população norte-americana recebeu mensagens estranhas e inexplicáveis, muitas das quais desconfortáveis e até preocupantes. Stephanie Bovee, uma norte-americana de 28 anos de Portland, no oeste dos Estados Unidos, acordou …

Pai que fugiu por 15 países com os dois filhos no ano passado encontrado pela PSP

O pai mudou 15 vezes de país com as crianças desde o verão passado sempre sem o consentimento da mãe e sem que a mãe tivesse qualquer notícia do paradeiro dos filhos, revela a PSP. A …

Daesh está a tentar criar um novo Estado islâmico nas Filipinas

Há dois anos que a bandeira negra do Daesh deixou de esvoaçar no topo de um edifício da cidade de Marawi, em Mindanau, no sul das Filipinas, e o Presidente, Rodrigo Duterte, declarou tê-lo derrotado. …