Julgamento da mãe a quem foram retirados sete filhos vai ser repetido

Marcello Casal Jr. / ABr

-

Depois do Tribunal Europeu dos Direitos do Homem ter considerado que Portugal violou os direitos humanos ao retirar-lhe sete filhos, a cabo-verdiana vê juízes do Constitucional mandarem repetir o julgamento.

O Tribunal Constitucional ordenou a repetição do julgamento de Liliana Melo, a mãe de origem cabo-verdiana a quem a justiça portuguesa retirou sete filhos, escreve o Público.

A decisão de retirar as crianças foi tomada pelo Tribunal de Sintra, em 2012, uma vez que os juízes consideraram que Liliana não tinha condições para tomar conta das crianças que, neste momento, se encontram institucionalizadas.

O processo arrasta-se pela justiça portuguesa há vários anos, uma vez que a cabo-verdiana nunca quis desistir e pôs vários requerimentos e recursos a correr em diferentes tribunais.

Caso disso foi a decisão de Liliana em recorrer ao Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, que considerou em fevereiro que Portugal violou os direitos humanos neste caso.

Os juízes do TEDH invocaram a violação do artigo 8 da Convenção Europeia dos Direitos do Homem, que consigna o “direito ao respeito pela vida privada e familiar”.

Consideraram ainda que a decisão dos tribunais portugueses não foi apropriada, tendo em conta “a ausência de condutas violentas”, a “existência de fortes laços afetivos” e o falhanço dos serviços sociais em atenuar a privação material da progenitora, “que tinha que criar um grande número de filhos quase sem ajuda”.

Agora, segundo o Público, os juízes do Tribunal Constitucional entenderam que a cabo-verdiana, que vive em Portugal há mais de vinte anos, não teve acesso ao exercício do contraditório porque não estava representada por um advogado.

Na altura do julgamento, a lei de proteção de crianças e jovens não previa a obrigatoriedade da representação por um advogado das famílias que enfrentassem a retirada dos filhos, ao contrário do que acontece atualmente.

Neste momento, a lei já contempla essa obrigação e, por isso, na visão do Constitucional, Liliana tem direito a que o julgamento seja repetido.

Em declarações à Renascença, a advogada da progenitora, Paula Penha Gonçalves, diz que esta é “uma janela de esperança” que se abre para esta família.

“Abre-se uma janela, uma esperança que finalmente o Estado, os tribunais, as instituições envolvidas neste processo, atuem agora rapidamente e em conformidade não só com esta decisão agora proferida, mas também com o conteúdo e o sentido da decisão recentemente proferida pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem. Que resolvam a situação destas crianças rapidamente”, afirma.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Costa admite segunda onda de covid-19. E dá 4 de maio como limite para normalizar ensino

Esta sexta-feira, em entrevista à Rádio Renascença, o primeiro-ministro disse que não é altura de se "baixar a guarda" e assegurou que a decisão mais difícil é a da reabertura das escolas. Para vencer esta batalha …

Encontradas centenas de garrafas de cerveja tóxica da era vitoriana

Mais de 600 garrafas de cerveja com cerca de 140 anos foram encontradas no Reino Unido. Muitas ainda continham cerveja, que estava contaminada com elevados níveis de chumbo. Uma equipa de arqueólogos encontrou mais de 600 …

Há um fármaco, ainda em teste, que bloqueia efeitos da covid-19

Investigadores conseguiram decifrar como o SARS-CoV-2 interage e infeta as células humanas do rim e, a partir daí, começaram a testar o potencial do fármaco. Investigadores de um estudo internacional identificaram um fármaco, em fase clínica …

Europa quer usar Mecanismo Europeu de Estabilidade (e Centeno pode ir buscar 6 mil milhões)

O jornal espanhol El País revelou algumas das medidas de apoio às economias da Zona Euro que estão a ser preparadas pelo Eurogrupo. Portugal pode aceder a 6,3 mil milhões de euros. Os ministros da Finanças …

Cientistas descobrem novo parente do velociraptor nos Estados Unidos

Cientistas descobriram no Novo México, nos Estados Unidos, fósseis do chamado primo sul-americano do Velociraptor. De acordo com o site IFLScience, o Dineobellator notohesperus viveu durante o Cretáceo Superior, há cerca de 67 milhões de anos, …

Não é tempo de discutir aumentos. Prioridade da Função Pública é "garantir salários a 100%"

Pedro Siza Vieira não tem a certeza se os aumentos prometidos à Função Pública continuam de pé. Sindicatos dizem que a prioridade é garantir salários a 100% a todos os trabalhadores. O Governo prometeu à Função …

Elementos da equipa de Guaidó terão sido "sequestrados"

A oposição venezuelana denunciou esta sexta-feira que 10 colaboradores do líder opositor e presidente da Assembleia Nacional, Juan Guaidó, “foram sequestrados” nos últimos dias pelas forças de segurança. “Dez membros da sua equipa foram sequestrados, cinco …

Há um micróbio que pode metabolizar um dos plásticos mais difíceis de reciclar

Cientistas identificaram um micróbio que pode ajudar a decompor um dos plásticos mais resistentes que existem atualmente. Segundo o site Science Alert, o micróbio em questão é uma bactéria chamada Pseudomonas sp. TDA1 e poderá romper …

Fusão de estrelas de neutrões ajudou a formar o Sistema Solar

Uma nova investigação revelou que as colisões de estrelas de neutrões deram origem aos elementos pesados do Sistema Solar. Duas estrelas de neutrões a colidirem uma com a outra é um fenómeno extremamente raro. No entanto, …

Um novo tipo de buraco negro foi apanhado em flagrante a cometer um "crime"

Os astrónomos encontraram as evidências para o autor de um homicídio cósmico: um buraco negro de uma classe conhecida como "massa intermediária", que destruiu uma estrela que passou perto de si. Com cerca de 50 mil …