Juízes podem vir a ganhar mais do que o primeiro-ministro

Os juízes dos tribunais superiores – que incluem os dois Supremos, as cinco Relações e o Tribunal Constitucional – podem vir a receber um salário superior ao do primeiro-ministro, António Costa, noticia esta quarta-feira o jornal Público.

O Partido Socialista propôs um alteração legislativa ao Estatuto dos Magistrados Judiciais, visando eliminar o teto máximo salarial que a legislação prevê para estes juízes.

Por lei, existe uma regra que impede os titulares dos órgãos de soberania de ganhar mais do que o primeiro-ministro. Porém, e segundo adianta o Público, o diploma, acordado entre o Governo e a Associação Sindical dos Juízes Portugueses (ASJP), prevê o fim deste limite. Os termos do acordo eram até agora desconhecidos.

Questionado pelo diário, o presidente da ASJP, Manuel Ramos Soares, reconheceu que o fim deste do teto faz parte do acordo com a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem.

A ser aprovada, a proposta do PS fará com que centenas de juízes que trabalham nestas instâncias recebam aumentos salariais. De acordo com o matutino, a proposta socialista vai permitir também um aumento de 100 euros no subsídio de compensação pago a quase todos os magistrados, que atualmente é de 775 euros.

O subsídio será integrado no vencimento e, por isso, passará a ser pago 14 meses por ano (atualmente era pago só em 12). Em todo o caso, passará a ser alvo de desconto para a Caixa Geral de Aposentações ou para a Segurança Social, o que não acontece atualmente. Continuará a não ser tributado em sede de IRS.

A proposta para rever a carreiras dos juízes vem a público no mesmo dia em que a  proposta do Governo a diversas carreiras especiais da Função Pública, que prevê a recuperação de um número de anos de serviço de 70% do tempo que estas demoram a progredir, fará com que um juiz recupere mais tempo do que, por exemplo, os militares.

De acordo com cálculos do Jornal de Negócios, enquanto um juiz desembargador poderá recuperar até três anos e seis meses de serviço, um primeiro-sargento não recuperará mais do que um ano, 10 meses e 13 dias.

A maioria dos dirigentes dos sindicatos que representam as carreiras especiais mostram-se contra a medida, à exceção dos juízes, sublinha o diário de economia.

Já em novembro passado, o Ministério da Justiça admitia esta cenário, adiantando, na época, estar em condições de propor à Assembleia da República uma modificação do estatuto remuneratório destes profissionais.

A alteração referida pelo Ministério da Justiça passa pela “eliminação do teto salarial, o englobamento, na renumeração, do subsídio de compensação e a consagração de um regime transitório assegurando a neutralidade fiscal deste englobamento”, podia ler-se numa nota da tutela datada daquele mês.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Subsidio de compensação???Compensação deveriam todos os portugueses receber pelo péssimo serviço prestado pelos juízes à justiça portuguesa!A vergonha continua até ao dia que em que os portugueses expludam a sério, livrem-se de isso acontecer porque quando acontecer não têm sítio para onde fugir!

  2. Se alguma coisa sai pela porta, com grandes parangonas nos jornais para fazer cena, re-entra (aumentado) pela janela, em silêncio. Ou alguém acredita que quem já está se diminua as benesses? Alguma vez aconteceu????

Centeno deixa aviso à Zona Euro. Futuro da UE depende da resposta que der à pandemia

Mário Centeno escreveu aos ministros das Finanças da Zona Euro para os alertar que o futuro da União Europeia depende da forma como conseguir lidar com a crise económica devida à pandemia de Covid-19. Uma …

Governo quer desempregados e trabalhadores em lay-off a reforçar lares e hospitais

O Governo criou uma medida de Apoio ao Reforço de Emergência de Equipamentos Sociais e de Saúde com o objetivo de apoiar as entidades do setor social e solidário. De acordo com o ECO, o Governo …

Recibos verdes podem pedir apoio a partir desta quarta-feira. Será pago ainda este mês

O apoio por quebra de atividade destina-se a trabalhadores independentes que nos últimos 12 meses tenham tido obrigação contributiva em pelo menos 3 meses consecutivos. O formulário para os trabalhadores independentes pedirem apoio por redução de …

"Este mês é perigosíssimo!" Costa avisa que "não podem ir à terra" na Páscoa

"As pessoas não podem ir à terra!" O alerta é de António Costa que avisa que este mês de Abril "é perigosíssimo" por causa da Páscoa. O primeiro-ministro recomenda também aos emigrantes que não venham …

13% dos casos de covid-19 em Portugal são profissionais de saúde. Há 10 médicos nos cuidados intensivos

Um em cada oito infetados com o novo coronavírus em Portugal é profissional de saúde. O número de médicos, enfermeiros, auxiliares e outros trabalhadores de hospitais e centros de saúde que estão contagiados não pára …

Curva em Itália parece estar a aplanar. Confirmado primeiro caso num campo de refugiados grego

A Itália registou mais 4.053 casos positivos e mais 837 mortes em 24 horas, valores semelhantes aos de segunda-feira e que sugerem que a curva da covid-19 parede estar a estabilizar. De acordo com o Observador, …

Há mais de 8 mil infetados e 187 mortes por covid-19 em Portugal

Há mais 27 mortes em relação a terça-feira, aumentando o número total de óbitos para 87. O número de casos confirmados em Portugal já ascende as 8 mil pessoas. O boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da …

Há falhas no sistema que regista casos de covid-19. A "esmagadora maioria" não vai ser contabilizada

O sistema que regista os casos de covid-19 em Portugal é "um pesadelo burocrático", denunciam os infecciologistas. A "esmagadora maioria" dos casos vai acabar por não ser notificada, acrescentam. O problema tornou-se público quando a Direção-Geral …

Mais de 3600 empresas já pediram acesso ao lay-off simplificado

O Governo já recebeu 3600 pedidos de empresas para aderirem ao regime lay-off lançado na semana passada, disse, esta terça-feira, a ministra do Trabalho e da Segurança Social. Ana Mendes Godinho, que falava aos jornalistas no …

Em tempos de crise, os emprestados podem ser a solução do Benfica

Bruno Varela, Cristián Lema, Filip Krovinovic, Gedson Fernandes e Diogo Gonçalves são hipóteses que Bruno Lage tem a seu dispor para regressar dos empréstimos. A suspensão das competições desportivas deixa muitos clubes entre a espada e …