Juíza recusa ouvir Rui Pinto. Instrução do processo começa esta quarta-feira

Rui Pinto / Twitter

A fase de instrução do processo de Rui Pinto, acusado de 147 crimes de acesso ilegítimo, violação de correspondência, sabotagem informática e tentativa de extorsão, começa esta quarta-feira, em Lisboa.

A instrução, fase facultativa que visa decidir por um juiz de instrução criminal (JIC) se o processo segue e em que moldes para julgamento, foi requerida pela defesa dos dois arguidos no processo, Rui Pinto e o advogado Aníbal Pinto, e vai decorrer no Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Lisboa, no Campus da Justiça.

Segundo o Expresso, o criador do Football Leaks não vai falar porque também não fez esse mesmo pedido. Se o tivesse feito, a juíza Cláudia Pina não poderia ter recusado, tal como fez com Aníbal Pinto, que sugeriu que o pirata informático fosse chamado a testemunhar.

Em declarações ao semanário, a advogada de Rui Pinto, Luísa Teixeira da Mota, referiu que a justificação dada pela juíza foi a de o arguido “já ter prestado declarações anteriormente”.

Como relembra o semanário, Rui Pinto foi interrogado, em maio, no Tribunal Central de Instrução Criminal, tendo sido confrontado com uma série de suspeitas relativas ao seu envolvimento no Football Leaks.

Em setembro, o Ministério Público acusou o hacker de 147 crimes, 75 dos quais de acesso ilegítimo, 70 de violação de correspondência, sete deles agravados, um de sabotagem informática e um de tentativa de extorsão, por aceder aos sistemas informáticos do Sporting, do fundo de investimento Doyen, da sociedade de advogados PLMJ, da Federação Portuguesa de Futebol e da Procuradoria-Geral da República, e posterior divulgação de dezenas de documentos confidenciais destas entidades.

A acusação de extorsão é a mais grave, sendo o único crime que pode justificar a prisão preventiva, mas os advogados defendem que não pode ser julgado em Portugal porque, à data, Rui Pinto vivia em Budapeste e a Doyen não tinha representação em Portugal.

De acordo com o Expresso, a defesa argumenta ainda que o MP só pode acusar o jovem natural de Gaia pelos seis crimes que constavam do mandado de detenção europeu. Além disso, também considera que a juíza não deve levar a julgamento as acusações de violação de correspondência relativas às pessoas que não quiseram deduzir acusação.

Rui Pinto, de 30 anos, está em prisão preventiva desde 22 de março deste ano, depois de ter sido detido na Hungria e entregue às autoridades portuguesas, com base num mandado de detenção europeu (MDE).

Tal como escreve a Renascença, este caso trouxe à esfera pública um novo debate sobre a facilitação da chamada delação premiada, que consiste em beneficiar (com perdão parcial ou total da pena) os denunciantes de crimes em que tenham participado e que denunciem cúmplices e forneçam provas significativas ao processo.

Há uns dias, o ministério da Justiça, liderado por Francisca Van Dunem, anunciou que quer avançar com várias medidas para definir uma “estratégia nacional” de combate à corrupção, entre as quais alterações à delação premiada para ser mais fácil de a aplicar.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Se o Rui Pinto não pediu para ser ouvido como pode o título dizer que a juíza se recusa a ouvi-lo? É só para chamar a atenção? Por favor!…

RESPONDER

Suárez aborda eventual saída de Messi. "Saberá do que precisa"

O futebolista Luis Suárez comentou a possível saída do seu companheiro de equipa Lionel Messi do Barcelona. "Saberá do que precisa", disse o internacional uruguaio, frisando que não consegue ver o astro argentino noutra equipa. …

Mário Centeno nomeado governador do Banco de Portugal

O Conselho de Ministros aprovou, esta quinta-feira, o nome do ex-ministro das Finanças para o cargo de governador do Banco de Portugal (BdP). A decisão foi revelada, esta quinta-feira, depois do Conselho de Ministros, pela ministra …

Finanças admitem queda de 9% no PIB. Governo prepara-se para rever projeção inicial de 6,9%

O Ministério das Finanças admite a possibilidade de que a queda do PIB se aproxime dos 9%, revelou esta quinta-feira o Jornal de Negócios, adiantando que o Governo se prepara para rever a projeção inicial …

Vacina de Oxford testada em humanos com "resultados promissores"

Os testes clínicos em humanos da potencial vacina contra a covid-19 que a Universidade de Oxford criou tiveram "resultados prometedores" e desencadearam a resposta imunitária que se pretendia. Os testes em humanos, que desde abril envolveram …

Goa decreta novo confinamento, com Índia a rondar um milhão de casos

Depois de ter aberto portas ao turismo, Goa decreta um novo confinamento de três dias. Registaram-se 198 novos casos nas últimas 24 horas, o número mais alto desde o início da pandemia. O estado de Goa, …

Tribunal da Concorrência confirma coima de 75 mil euros a Ricardo Salgado

O Tribunal da Concorrência confirmou, esta quinta-feira, a coima de 75 mil euros aplicada pelo Banco de Portugal a Ricardo Salgado, no caso do financiamento do Grupo Alves Ribeiro (GAR) para compra de ações da …

Mais três mortes e 339 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta quinta-feira, mais três mortes e 339 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quarta-feira, mostra o boletim mais recente da DGS. Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS), dos …

Crise entrou em nova fase mas mundo "não está fora de perigo", diz FMI

A diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, disse esta quinta-feira que a crise provocada pela pandemia entrou numa nova fase, que exige flexibilidade para assegurar "uma recuperação sustentável e equitativa", alertando que o mundo …

China bane importação de ovelhas portuguesas

As alfândegas chinesas baniram as importações de ovelhas e produtos relacionados de Portugal, alegando um aviso da Organização Mundial de Saúde Animal sobre um surto de paraplexia enzoótica dos ovinos na Guarda. A notícia foi avançada …

Tânia já pode abraçar os filhos. Livrou-se do coronavírus ao 16º teste após 4 meses isolada

A algarvia Tânia Poço foi, finalmente, dada como "curada" de covid-19 após quatro meses de confinamento. Aquele que terá sido o caso mais prolongado da infecção em Portugal, chegou ao fim com o 16º teste …