Juiz ordena exame psiquiátrico a Marine Le Pen

A líder da extrema-direita francesa insurgiu-se contra a decisão de um juiz de lhe impor um exame psiquiátrico por ter divulgado, em 2015, no Twitter fotografias de execuções do Estado Islâmico.

“É verdadeiramente alucinante. Este regime começa a ser assustador”, escreveu a líder da União Nacional (ex-Frente Nacional), Marine Le Pen, no Twitter, ao publicar o documento judicial.

A ordem data de 11 de setembro e foi emitida pelo juiz instrutor do processo em que a líder da extrema-direita é acusada de “difusão de imagens violentas” e nela é ordenada a realização de um exame psiquiátrico “no mais breve prazo”.



“Eu achava que era legítimo, mas não! Por denunciar os horrores do Daesh em tweets, a ‘justiça’ submete-me a perícia psiquiátrica! Até onde é que eles irão?“, reagiu a política.

O exame, lê-se na ordem judicial, visa determinar “se está condições de compreender o discurso e de responder às questões” e se “a infração apontada tem relação com elementos factuais ou biográficos da interessada”.

A 16 de dezembro de 2015, Le Pen divulgou na rede social fotografias de execuções do Estado Islâmico, em resposta ao jornalista Jean-Jacques Bourin, da BFMTV-RMC, que esta acusava de ter “feito um paralelo” entre o grupo jihadista e a Frente Nacional.

Le Pen criticou o jornalista pelo que considerou uma “derrapagem inaceitável” e “declarações imundas” e, identificando-o na publicação, divulgou três fotografias com a frase: “O Daesh é isto!”.

As imagens mostravam um soldado sírio, vivo, esmagado pelas lagartas de um tanque; um piloto jordano queimado vivo numa jaula e o corpo decapitado do jornalista norte-americano James Foley que foi assassinado, em 2012, após ter sido sequestrado na Síria.

Publicadas um mês depois dos atentados de Paris, que fizeram 130 mortos e outras centenas de feridos, as fotografias suscitaram forte polémica em França.

// Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Nada como usar o velho truque dos exames psiquiátricos. É um esquema usado pelos tribunais para privar as pessoas do direito ao contraditório e à presunção de inocência, poder dá-las como “malucas” sem nenhuma prova ou testemunha e sem que estas se possam defender.
    Todos os exames psiquiátricos são baseados nas peças processuais enviadas pelo ministério publico, que são consideradas como provas validas, apesar de não terem sido sujeitas a contraditório em audiência de julgamento.
    Os próprios testes são extremamente subjectivos, sem qualquer rigor científico e quase sempre contaminados pelas peças processuais.

  2. A censura de esquerda funciona assim. Já é bastante antiga esta tendencia para o autoritarismo dos socialistas, basta lembrar-mo-nos do Hitler

  3. Incrível. Os regimes totalitários da esquerda neoliberal fascista, começam a calar bocas inconvenientes. Sim isto faz medo. O que se seguirá?

  4. Será que o juiz seja originário do Magrebe? É que já são aos milhões a infestar o território francês e em breve tomarão conta do país com a conivência de certos políticos mansinhos.

RESPONDER

Costa: "PS continua a ser o maior partido autárquico nacional"

António Costa canta vitória nas eleições autárquicas, apesar de ainda não se conhecerem os resultados finais de Lisboa, Sintra e Loures. Para o secretário-geral socialista, não há dúvida de que o "PS continua a ser …

O "primeiro amarelo" para Costa e o "CDS superou todos os objectivos"

"O CDS superou todos os objectivos a que se propôs nestas autárquicas". É assim que Francisco Rodrigues dos Santos, líder do CDS-PP, canta vitória, considerando que António Costa "viu o seu primeiro cartão amarelo". Na reacção …

Pegadas provam que as Américas foram povoadas milhares de anos antes do que pensávamos

Investigadores descobriram evidências da presença de humanos nas Américas: pegadas com, pelo menos, cerca de 23.000 anos. A nossa espécie começou a migrar para fora de África há cerca de 100.000 anos. Além da Antártida, as …

Liveblog Autárquicas. PS ganha em Beja, Chega é a terceira força

Realizam-se este domingo Eleições Autárquicas em Portugal, nas quais está em jogo a eleição de 308 presidentes de câmaras municipais, os seus vereadores e assembleias municipais, bem como 3091 assembleias de freguesia. Acompanhe tudo no …

Jerónimo assume que CDU ficou "aquém", mas não é "determinante para a política nacional"

Jerónimo de Sousa reconhece que os resultados da CDU, nas eleições autárquicas, ficaram "aquém" dos objectivos, mas alerta que não são "determinantes para a política nacional" e rejeita a hipótese de deixar a liderança do …

Geringonça à direita... ou à esquerda? Com Moedas e Medina taco a taco, IL e Bloco entram em jogo

Freguesia a freguesia, eis como Fernando Medina e Carlos Moedas estão a disputar a eleição para a Câmara de Lisboa. As sondagens dão um empate técnico e a Iniciativa Liberal já manifestou que está disponível …

Autárquicas: PS reivindica vitória e acredita que ganha em Lisboa

O secretário-geral adjunto do PS reivindicou hoje vitória do seu partido nas eleições autárquicas, dizendo que irá vencer em número de câmaras e de freguesias, e manifestou-se confiante no quinto triunfo consecutivo em Lisboa. Esta posição …

Autárquicas: Santana reconquista a Figueira e fala numa "proeza sem igual"

Pedro Santana Lopes já fez o seu discurso de vitória como presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, num autoelogio pelo facto de ter ganho a dois "grandes partidos", o PS e o PSD, …

Autárquicas: PS segura Almada

Aposta da CDU em Maria das Dores Meira, atual autarca de Setúbal que atingiu o limite de mandatos naquele concelho, parece não ter sortido os efeitos desejados. O Partido Socialista deverá, segundo as primeiras projeções, conseguir …

Autárquicas: Coimbra muda de mãos com maioria absoluta de José Manuel Silva

Segundo as primeiras projeções desta noite, o ex-bastonário da Ordem dos Médicos e candidato do PSD, José Manuel Silva conquista a Câmara Municipal de Coimbra, com margem confortável Segundo a projeção SIC, José Manuel Silva obterá …