Juan Carlos paga mais de quatro milhões de euros ao fisco espanhol

Sergio Barrenechea / EPA

O rei emérito espanhol, exilado nos Emirados Árabes Unidos e visado por vários inquéritos judiciais, saldou uma divida fiscal de mais de quatro milhões de euros.

O advogado de Juan Carlos I, Javier Sánchez-Junco, confirmou, esta sexta-feira, num comunicado citado pelo jornal El País, que o rei emérito apresentou uma segunda regularização fiscal no valor de 4.395.901,96 euros.

Os impostos em atraso incidiam sobre o valor dos voos de que o rei beneficiou até 2018 de uma companhia aérea de jatos privados e que não declarou.

Em dezembro do ano passado, o ex-soberano, que reinou de 1975 a 2014, já tinha liquidado voluntariamente uma primeira tranche de impostos de quase 680 mil euros.

Esta dívida ocorreu após uma declaração de imposto sobre rendimentos não declarados anteriormente que, segundo o jornal espanhol, ascendem a mais de oito milhões de euros.

Em novembro, veio à tona uma investigação anti-corrupção sobre o uso pelo ex-monarca de cartões de crédito vinculados a contas bancárias em nome de um empresário mexicano e um oficial da Força Aérea espanhol.

De acordo com fontes judiciais, esta investigação visa determinar se o rei emérito usou candidatos para lavagem de dinheiro depois de 2014, a data da seu abdicação e, portanto, o fim da sua imunidade como chefe de Estado. Duas outras investigações judiciárias visam as finanças do ex-monarca.

Um deles visa determinar se Juan Carlos embolsou uma comissão no contexto da concessão de um contrato a empresas espanholas para construir um comboio de alta velocidade na Arábia Saudita em 2011.

O outro inquérito foi aberto após denúncia do serviço de prevenção à lavagem de dinheiro e confiada ao Supremo Tribunal Federal, o único com poderes para julgar um ex-soberano.

Juan Carlos decidiu ir viver para os Emirados Árabes Unidos em agosto do ano passado, quatro meses depois de Felipe VI ter privado o seu pai de uma subvenção pública de quase 200 mil euros anuais, enquanto renunciava a qualquer herança que pudesse corresponder às suas contas no estrangeiro.

O rei emérito viu-se envolvido numa investigação judicial, desde o verão de 2018, quando agentes da polícia suíça foram enviados por um juiz para analisar as contas de uma empresa gestora de fundos alegadamente ilegais em paraísos fiscais, onde tem investimentos pessoais.

ZAP ZAP // Lusa

 

PARTILHAR

RESPONDER

A rainha Isabel de Castela ficou conhecida por cheirar mal (mas novos documentos põem fim aos mitos)

A famosa rainha Isabel I de Castela, em Espanha, era conhecida por lavar-se pouco e cheirar mal. Contudo, documentos recém-descobertos mostram que possuía uma quantidade enorme de perfumes de grande valor. Isabel I financiou a viagem …

Instagram testa opção que permite ocultar ou mostrar o número de likes

O Instagram vai começar a testar uma nova opção que dá aos seus utilizadores a possibilidade de esconder os likes recebidos nas publicações. Em 2019, a empresa começou por forçar esta mudança, aplicando-a a alguns utilizadores …

Atlético de Madrid: o que aconteceu a João Félix e companhia?

Equipa de Diego Simeone tinha vantagem confortável sobre os dois maiores rivais e, em pouco tempo, só ganhou metade dos pontos que poderia ter ganhado. Ainda lidera mas tem três adversários muito perto. Em Portugal, no …

EUA impõe novas sanções e expulsam dez diplomatas russos. Moscovo promete resposta “inevitável”

O Governo dos EUA anunciou hoje novas sanções financeiras contra a Rússia e a expulsão de 10 diplomatas russos, em resposta a recentes ataques cibernéticos e à interferência na eleição presidencial de 2020 atribuída a …

Rede 5G pode transmitir energia elétrica e substituir baterias

Os investigadores descobriram uma maneira inovadora de explorar a capacidade das redes 5G, transformando-as numa “rede elétrica sem fios” de modo a alimentar dispositivos de Internet das Coisas (IoT) que precisam de baterias para funcionar. Os …

Itália vai enviar réplica de David de Michelangelo para o Dubai

No final de abril, Itália vai enviar uma réplica em tamanho real do famoso David de Michelangelo, feita com impressoras 3D, para a Exposição Universal do Dubai, que se irá realizar de 1 de outubro …

China pede a membro do Governo japonês que beba água de Fukushima

O Japão garante que a água de Fukushima que vai despejar no Pacífico não representa nenhum perigo para a saúde e pode até ser consumida. Para o provar a China pediu a um oficial japonês …

Emirados Árabes Unidos anunciaram a primeira mulher astronauta da história do país

Nora Al-Matrooshi é a primeira mulher astronauta dos Emirados. A contratação é vista como um marco histórico para os Emirados Árabes Unidos. Nora foi escolhida para o programa Sheik Mohammed. Os Emirados Árabes Unidos contrataram a …

Investigação sobre cultivo de células humanas em macacos é "mais um passo" para compreender doenças

Investigadores de instituições chinesas e norte-americanas conseguiram integrar células humanas em embriões de macacos, um avanço na pesquisa biomédica sobre determinadas doenças e transplante de órgãos, defende um estudo hoje divulgado. "Um objetivo importante da biologia …

Elisa Ferreira considera que Portugal está a ser "bem-sucedido" na Presidência da UE

A comissária europeia Elisa Ferreira considera que a presidência portuguesa do Conselho da UE está a ser “reconhecidamente bem-sucedida”, ao conseguir fazer avançar dossiês num contexto particularmente difícil, ainda “em plena crise” de covid-19. Em entrevista …