/

Juan Carlos paga 678 mil euros para resolver situação fiscal

1

Sergio Barrenechea / EPA

O Rei emérito espanhol está atualmente a viver nos Emirados Árabes Unidos. Em causa estará o uso de cartões de crédito de contas que não estavam no seu nome, um caso que está sob investigação.

O Rei emérito de Espanha, Juan Carlos I, viu-se envolvido em vários escândalos financeiros nos últimos tempos, e agora vai ter de pagar 678 393,72 euros para liquidar uma dívida e regularizar a sua situação fiscal.

O anúncio foi feito num comunicado emitido pelos seus advogados depois de o pai do rei Felipe VI ter entregue voluntariamente uma declaração ao fisco para regularizar a situação. O valor pago inclui juros e encargos.

“De qualquer maneira, o rei emérito continua, como sempre esteve, à disposição do Fisco para qualquer trâmite ou atuação que considere oportunos”, segundo o comunicado, citado pelos media espanhóis.

Juan Carlos, que abdicou em 2014 a favor do filho, vive atualmente nos Emirados Árabes Unidos.

No domingo, o jornal El País tinha dito que a declaração voluntária tinha sido entregue e que a dívida estava relacionada com uma investigação em andamento sobre corrupção com uso de cartão de crédito. A investigação legal foi confirmada no mês passado pelo procurador-geral espanhol.

Fontes judiciais disseram à AFP que estavam a investigar se o ex-rei (e alguns familiares) usava cartões vinculados a contas não registadas em seu nome, o que poderia constituir um possível crime de lavagem de dinheiro.

De acordo com essas fontes, fundos depositados em várias contas espanholas controladas por uma empresa mexicana e um oficial da Força Aérea espanhola estão sob investigação para saber se o monarca teve acesso a elas.

Em novembro, a Procuradoria Anticorrupção espanhola revelou estar a investigar desde o final de 2019 Juan Carlos, a rainha Sofia e outros familiares pelo uso de cartões de crédito cujos fundos são provenientes do estrangeiro.

  ZAP //

1 Comment

  1. DA PENINSULA AOS EMIRADOS (EMIRATES) – Viver em palácio medieval, sem vistas para o Éden, não dá, mas, não dá mesmo. A vida torna–se enfastiante e sem rumo; o melhor será a luxuriante e escaldante vida nas paradisíacas terras das Arábias, onde, as sombras das tamareiras ao lado de belas odaliscas inspiram as divindades. E a Espanha que se dane!!! Muito bem , D. Juan Carlos I , primeiro e único e emérito Rei da Espanha. Afinal, Vós descendeis de Louis XV, Vós carregais nas veias o sangue azul dos Bourbon e porque não gostar de belas cortesãs ?! . O destino ? Ah ! é segredo. ´ ´´E o que pensa joaoluizgondimaguiar — [email protected]

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.