Jovem “possuída” queimada em fogueira choca Nicarágua

(dr) Canal 4 Nicaragua

Vilma Trujillo esteve internada em estado grave durante vários dias, antes de morrer

Vilma Trujillo esteve internada em estado grave durante vários dias, antes de morrer

Uma “revelação divina” fez com que uma mulher de 25 anos fosse amarrada e queimada viva numa fogueira, na Nicarágua, para ser “curada” numa suposta tentativa de exorcismo.

Vilma Trujillo, que sofreu queimaduras em 80% do corpo, não resistiu e morreu na terça-feira, depois de uma semana de agonia.

A morte da jovem comoveu a Nicarágua. De acordo com as autoridades, a mulher terá sido levada para “uma oração de cura” no dia 15 de fevereiro, na igreja evangélica Visão Celestial das Assembleias de Deus, em El Cortezal, no noroeste do país.

A mulher teve os pés e mãos amarrados e ficou sob a supervisão do pastor da igreja, identificado pelas autoridades locais como Juan Gregorio Rocha – um homem que a Assembleia de Deus nega reconhecer como pastor.

Seis dias depois, no dia 21 de fevereiro, depois da meia-noite, Trujillo foi queimada na fogueira. A jovem sofreu queimaduras de primeiro e segundo graus em 80% do corpo e, apesar de ter sido levada para um hospital em Manágua, acabou por falecer.

Segundo a Polícia Nacional, a diaconisa da igreja, Esneyda del Socorro Orozco, tinha dito que “por revelação divina, deveria ser feita uma fogueira no pátio do templo para curar a vítima através do fogo”.

O marido da vítima, Reynaldo Peralta, afirmou que Vilma Trujillo, mãe de duas crianças, foi levada à força por pessoas que a acusavam de ter tentado atacar pessoas com uma faca.

Ela tomava um remédio oferecido por um homem que, pelo que fiquei a saber agora pela família dela, a tinha violado. Desde que começou a tomar o remédio, ela mudou”, disse o marido ao jornal “La Prensa”.

Gregorio Rocha, o pastor da igreja, afirmou ao mesmo jornal que a mulher caiu no fogo quando “o espírito do demónio saiu do corpo dela”, e nega que alguém a tenha empurrado.

Já foram detidas cinco pessoas, por suspeita de terem participado do crime, entre elas o pastor Gregório Rocha e a diaconisa Esneyda Orozco.

A morte de Vilma Trujillo gerou polémica na Nicarágua, onde a proporção de católicos está a diminuir há 20 anos – hoje são menos de 50% da população, enquanto que os evangélicos chegam a quase 40%.

O porta-voz da Comissão de Direitos Humanos da Nicarágua, Pablo Cuevas, pediu ao governo um controlo mais firme dos grupos religiosos no país.

“É impressionante que, neste momento, isso aconteça. As autoridades têm de avaliar diferentes denominações e religiões. Não podemos deixar que aconteçam coisas como esta”, afirmou Cuevas.

A vice-presidente da Nicarágua, Rosario Murillo, lamentou a morte da jovem e disse que o episódio é “condenável”.

“É realmente lamentável, uma irmã a ser martirizada pelos membros da sua comunidade. É algo que não pode e não se deve repetir”, concluiu Murillo.

ZAP // Rede GNI

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Salário mínimo de 700 euros "é perfeitamente razoável", diz líder da CIP

O presidente da Confederação Empresarial de Portugal (CIP), António Saraiva, considerou que é "perfeitamente razoável" que o salário mínimo nacional (SMN) alcance os 700 euros durante a próxima legislatura. “Parece-me tão razoável como pode parecer outro …

Descoberto caminho de peregrinos mandado construir por Pôncio Pilatos em Jerusalém

Um caminho em pedra que terá sido usado há cerca de 2000 anos por peregrinos e mandado construir por Pôncio Pilatos foi descoberto perto do Monte do Templo, em Jerusalém, com uma centena de moedas …

Canadá. Trudeau luta por segundo mandato depois de meses de casos polémicos

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, corre o risco de perder a maioria nas legislativas de segunda-feira, tornando-se o primeiro chefe de governo canadiano apoiado por uma maioria parlamentar a falhar a reeleição desde 1935. Para …

Exumação de Francisco Franco já tem data marcada

Os restos mortais do ditador espanhol serão trasladados, esta quinta-feira, da Basílica do Vale dos Caídos, em Madrid, para o cemitério Pardo, nos subúrbios da capital espanhola. Em comunicado, o Governo espanhol adianta que, esta quinta-feira, …

"Sabe a muito pouco." Costa não tem "um Governo de combate"

No habitual espaço de comentário na SIC, Luís Marques Mendes disse que o novo Governo de António Costa não é novo, mas antes um "remodelação do anterior". "O primeiro erro político de António Costa" é, para …

A terceira eliminatória da Taça de Portugal deixou a sua "elite" ainda mais reduzida

Sete equipas da I Liga de futebol tombaram na terceira eliminatória da Taça de Portugal. A próxima ronda vai ter mais equipas do Campeonato de Portugal do que da "elite". A terceira eliminatória da Taça de …

Brexit volta a jogar-se no Parlamento. Presidente dos Comuns poderá travar nova votação

O Governo britânico, liderado pelo primeiro-ministro Boris Johnson, vai tentar aprovar o acordo alcançado para o Brexit no Parlamento esta segunda-feira, mas o Presidente da Câmara dos Comuns pode bloquear a nova votação. O sábado passado …

Ministério Público sabia quem era o informador do caso de Tancos (mas não disse a Ivo Rosa)

O Ministério Público pediu ao juiz de instrução Ivo Rosa que autorizasse escutas telefónicas a dois suspeitos de um assalto que ainda não tinha acontecido, mas omitiu um facto. O MP, de acordo com o semanário …

Presidente do Chile decreta estado de emergência e diz que país está "em guerra" contra grupos de "criminosos"

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, afirmou que o país está "em guerra" contra os "criminosos" responsáveis pelos protestos violentos que causaram vítimas mortais e que levaram o Governo a decretar o estado de emergência …

Federação Nacional dos Médicos quer menos horas de trabalho em urgência

Este domingo, a Federação Nacional dos Médicos (FNAM) aprovou, em congresso, uma grelha salarial com base num horário de 35 horas, e a diminuição do trabalho em urgência de 18 para 12 horas semanais no …