Jovem julgada por dar à luz bebé morto é absolvida

Rodrigo Sura / EPA

Evelyn Hernandez

Evelyn Hernández foi condenada a 30 anos de prisão por cometer homicídio agravado em 2017, depois de ter dado à luz um nado-morto na casa-de-banho. Esta segunda-feira, o tribunal de El Salvador absolveu a jovem de 21 anos.

Na passada quinta-feira, Evelyn Hernández foi presente a um juiz, depois de o Supremo Tribunal de El Salvador — onde o aborto é proibido — ter decidido anular a sentença inicial. A jovem já tinha cumprido 33 meses da pena.

Com apenas 19 anos, a rapariga foi condenada a uma sentença de 30 anos de cadeia. Segundo o Público, as autoridades consideraram que o facto de Evelyn não ter procurado cuidados pré-natais levou à morte do bebé.

Contudo, a jovem nem sequer se tinha apercebido da gravidez e chegou mesmo a confundir os sintomas com problemas no estômago. Para além disto, o bebé era fruto de uma violação por um membro de um gangue.

Quando foi levada para o hospital, Evelyn foi detida pelas autoridades e ficou algemada enquanto recebia cuidados médicos. O corpo do nado-morto foi descoberto, mais tarde, numa fossa da habitação.

O veredicto acabou por ser anulado, depois de a defesa mostrar que os testes forenses registam a presença de mecónio nos pulmões do bebé — fator que pode causar asfixia ainda antes do nascimento. Os advogados disseram ainda que os resultados dos testes provavam que Evelyn não tinha tentado abortar o bebé.

“Graças a Deus, a justiça foi feita”, disse Evelyn emocionada após o anúncio do veredicto, enquanto dezenas de mulheres esperavam no tribunal, avança a SIC Notícias.

A advogada, Bertha Maria Deleon, também mostrou o seu entusiasmo no Twitter: “Estou prestes a explodir de felicidade. Hoje é um grande dia para a Justiça. Podemos e continuaremos a lutar porque ainda existem mulheres acusadas que precisam de justiça urgentemente. Mas, hoje, podemos sorrir”, revelou.

Como acontece em muitos casos do género, julgados neste país da América Latina, o crime de aborto, punível com pena de prisão até oito anos, foi alterado para homicídio agravado — crime que implica pena de prisão mínima de 30 anos.

Organizações de defesa dos direitos humanos afirmam que outras 17 mulheres estão detidas em El Salvador por crimes relacionados com as leis antiaborto do país.

DR, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Quinta do Lazareto rende 13 milhões à Sonangol

A alienação da Quinta do Lazareto, um dos ativos imobiliários que a Sonangol pôs à venda em Portugal, rendeu à petrolífera angolana 13 milhões de euros, 45% acima da expetativa inicial, segundo uma administradora da …

Professores exigem negociações sobre progressão da carreira e ameaçam avançar para tribunal

Cerca de 50 professores concentraram-se esta quinta-feira em Bragança, onde decorre o primeiro Conselho de Ministros descentralizado, para exigir a abertura das negociações com a tutela, avisando que, se o Governo não o fizer, a …

Governo dá mais dias de férias a funcionários que se mudem para o interior

O Governo aprova esta quinta-feira em Conselho de Ministros um regime de incentivos para os funcionários da Administração Pública que decidam ir trabalhar para o interior, com ajudas de custo ou compensações financeiras e mais …

Autarquias têm mais um ano para preparar descentralização

O Governo decidiu dar mais tempo às autarquias para estas se prepararem para a descentralização. O prazo passa para o primeiro trimestre de 2022. Segundo avançou o Jornal de Notícias, citado pelo ECO, após críticas aos …

Sá Fernandes ponderou sair do Livre (e apoia eventual candidatura de Ana Gomes a Belém)

Na sua primeira grande entrevista após o caso Joacine, Ricardo Sá Fernandes, dirigente do Livre, revelou ao Observador que ponderou sair do partido e admitiu apoiar uma possível candidatura da ex-eurodeputada socialista Ana Gomes às …

Medina diz desconhecer caso do alegado falso engenheiro

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, disse esta quarta-feira que não ter informação sobre o alegado falso engenheiro da empresa Tanagra, com quem a autarquia celebrou vários contratos para obras públicas. A TVI noticiou …

Parlamento debate fim das comissões bancárias no MB Way e nas prestações da casa

O Parlamento debate esta quinta-feira projetos do BE, do PCP, do PS, do PAN e do PSD sobre limitação e proibição de comissões bancárias, tendo os bloquistas, que agendaram esta discussão, expectativa de que os …

Castração química. Bloco de Esquerda é contra veto a projeto de lei do Chega (e explica porquê)

A Comissão Parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias considerou que o projeto de lei do Chega "não preenche os requisitos do ponto de vista constitucional". O Bloco de Esquerda votou contra e explicou …

Estado pode deixar de ganhar dinheiro com empréstimo ao Novo Banco

Atualmente, o Fundo de Resolução paga juros de 2% e 1,38% pelos empréstimos contraídos junto do Estado para financiar as medidas de resolução do BES e do Banif, respetivamente. Porém, esse valor pode descer para …

Equipa de campanha de Trump processa The New York Times por difamação

A equipa de campanha de Donald Trump processou o The New York Times. Em causa está um artigo publicado em março do ano passado. A equipa de campanha de Donald Trump alega que o jornal publicou, …