Jornalista da CNN foi insultado por Donald Trump e expulso da Casa Branca

Erik S. Lesser / EPA

Um correspondente da CNN na Casa Branca viu, esta quarta-feira, ser-lhe negado o acesso à sede da Presidência norte-americana após ter sido insultado por Donald Trump.

Jim Acosta, correspondente da CNN na Casa Branca, marcou presença esta quarta-feira numa conferência de imprensa e, “olhos nos olhos” com Donald Trump, colocou uma questão sobre a caravana de migrantes que está a atravessar a América Central em direção aos Estados Unidos ao Presidente norte-americano.

A pergunta sobre um tema tenso, e encarado como uma arma de arremesso político durante a campanha para as eleições intercalares desta terça-feira, causou em Donald Trump um sentimento de desconforto que o fez reagir de imediato e com muita pouca simpatia.

“Acho me devias deixar liderar o país. Tu lideras a CNN, e se o fizesses bem, as audiências não estariam tão mal. A CNN devia ter vergonha de ter uma pessoa como tu a trabalhar”, disse o Presidente dos Estados Unidos, enquanto o jornalista tentava prosseguir com a pergunta.

Ao mesmo tempo, segundo o jornal Público, uma funcionária da Casa Branca tentava tirar o microfone ao jornalista, que resistiu durante alguns instantes.

O microfone acabaria por ser retirado a Acosta e entregue a outro jornalista. Com o microfone nas mãos, Peter Alexander, da NBC, defendeu o seu colega da CNN, afirmando que o ataque do Presidente foi “injusto“.

A conferência de imprensa desta quarta-feira foi marcada por vários momentos de tensão entre Donald Trump e os jornalistas. Ao final do dia, a assessora de imprensa do Presidente anunciou a retirada das credenciais de acesso à Casa Branca ao jornalista da CNN, Jim Acosta.

A assessora fez referência a um confronto físico entre Acosta e uma funcionária da Presidência que, contudo, as imagens não confirmam. “Nunca iremos tolerar que um jornalista coloque as suas mãos numa jovem mulher que estava só a tentar fazer o seu trabalho”, escreveu Sarah Sanders no Twitter.

“Este comportamento é absolutamente inaceitável”, acrescentou Sanders, que acusou ainda Acosta de não ter permitido que os seus colegas colocassem questões a Trump.

Também através da mesma rede social, o jornalista da CNN reagiu, afirmando que “isto é uma mentira“. Jim Acosta confirmou ainda que lhe foi vedado o acesso à Casa Branca.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Boa!… atitudes dignas de um ditador e que só envergonha os EUA!
    O Trump a tentar dar lições de moral a quem quer que seja é algo mesmo surreal!…
    Além de tudo o resto, as desculpas para tirarem as credenciais ao jornalista, é que são vergonhosas (e mentirosas)!

  2. Pseudo-jornalista esquerdoso e asqueroso . Tenho uma solução para ele . Por que ele não acolhe a caravana na casa dele e de seus colegas da CNN e demais veículos hospedando e bancando tudo ? Se cada um pegar uma família dará certinho .

RESPONDER

Criada para prevenir a guerra, a ONU enfrenta um mundo profundamente polarizado

Criada após a Segunda Guerra Mundial para evitar novos conflitos, a Organização das Nações Unidas (ONU) comemora esta segunda-feira o 75.º aniversário, num mundo polarizado que enfrenta uma pandemia, conflitos regionais, uma economia em declínio …

Mulher cai de carro em movimento enquanto grava vídeo para o Snapchat

Uma mulher, que ocupava o lugar do passageiro de um carro em movimento, caiu numa auto-estrada enquanto filmava um vídeo para a rede social Snapchat, no Reino Unido. Segundo a CNN, a mulher estava pendurada na …

Nos Estados Unidos, a venda de discos em vinil ultrapassou a de CD pela primeira vez desde 1986

Pela primeira vez desde 1986, as vendas de discos de vinil ultrapassaram as vendas de CD nos Estados Unidos em 2020. Os números foram apresentados na semana passada pela Associação Americana da Indústria de Gravação, …

Mourinho espera ganhar sem jogar

Tottenham iria defrontar o Leyton Orient mas também no Reino Unido há jogos de futebol em causa por causa do coronavírus. O encontro entre Leyton Orient e Tottenham, relativo à terceira eliminatória da Taça da Liga …

A máfia italiana tem uma nova arma de recrutamento: o TikTok

Os jovens membros da Camorra, organização criminosa aliada à máfia siciliana, estão a recorrer ao TikTok para divulgar o seu estilo de vida e recrutar novos membros. Em maio, um vídeo foi publicado no TikTok que …

Os três segredos para ter um bom sistema imunológico são gratuitos, avisa Fauci

Manter o sistema imunológico saudável é um dos fatores-chave para lidar com a covid-19, o que não implica necessariamente a toma de suplementos vitamínicos. Há uns tempos, quando confrontado com o facto de a atriz Jennifer …

Pinguim encontrado morto no Brasil com uma máscara inteira no estômago

Um espécime de pinguim-de-Magalhães (Spheniscus magellanicus) foi encontrado morto numa popular praia brasileira e a autópsia ao corpo revelou que o animal tinha no seu estômago uma máscara de proteção facial N95. O animal foi …

Trump quer restabelecer sanções ao Irão. ONU rejeita apoiar posição norte-americana

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, disse que somente apoiará a restituição de sanções ao Irão, exigidas pelos Estados Unidos (EUA), se receber luz verde do Conselho de Segurança. Numa carta dirigida …

Designer holandês desenvolve "caixão vivo" feito com fibras de fungos

Um corpo humano pode demorar cerca de uma década a decompor-se dentro de um caixão. Com o Living Cocoon, o tempo é reduzido para dois ou três anos. Bob Hendrikx, biodesigner fundador da Loop, desenvolveu e …

Relógio em Nova Iorque mostra o tempo restante para reverter efeitos do aquecimento global

O Metronome, icónico relógio digital de Nova Iorque, deixou de mostrar o tempo do dia-a-dia e mostra agora o tempo restante que o nosso planeta tem para reverter os efeitos do aquecimento global. O relógio digital …