Jornal norte-coreano condena Donald Trump à morte

O Governo norte-coreano afirma que o líder norte-americano ofendeu o país ao alegar que este é chefiado por uma “ditadura cruel” e defende que por ter praticado este “crime hediondo” o presidente dos EUA deve ser punido com a pena capital.

O Jornal Económico avança que, na Coreia do Norte, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi, na quarta-feira, condenado à pena de morte.

O Governo norte-coreano afirma que o líder norte-americano ofendeu o país ao alegar que este é chefiado por uma “ditadura cruel” e defende que por ter praticado este “crime hediondo” o presidente deve ser punido com a pena capital.

Num artigo escrito no jornal estatal Rodong Sinmun, que serve de porta-voz do Partido dos Trabalhadores da Coreia (PTC) e do regime, pode ler-se que Donald Trump “deve saber que ele é apenas um criminoso hediondo condenado à morte pelo povo coreano”.

“O crime pelo qual Donald Trump nunca pode ser perdoado é o de ter ousado afetar malignamente a dignidade da liderança suprema da Coreia do Norte”, explica Pyongyang.

O jornal escreve ainda que Trump foi um “cobarde” por ter cancelado a sua vista à fronteira norte-coreana. “Ficou com muito medo de enfrentar os olhos flagrantes das nossas tropas”, afirma o Governo norte-coreano.

A Casa Branca justificou o cancelamento devido ao mau tempo que se fez sentir no dia previsto para a visita.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Jesus explica saída de Florentino e fala sobre a "cantera do Seixal"

Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Moreirense, a contar para a 2.ª jornada da Liga NOS, Jorge Jesus falou um pouco sobre tudo, desde a saída de Florentino para o Mónaco …

"Ataques falsos e graves". Manuel Vicente rejeita acusações de gestor de Isabel dos Santos

O ex-vice-presidente de Angola, Manuel Vicente, classificou a queixa que o antigo assessor de Isabel dos Santos na Sonangol, Mário Leite da Silva, apresentou junto de reguladores internacionais como "ataques falsos e graves" que visam servir …

Centros de instalação do SEF lotados. Migrantes colocados em cadeias e quartéis

Os centros que o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) tem para instalar os migrantes que aguardam execução das decisões de expulsão estão lotados. O Diário de Notícias adianta esta sexta-feira que os quatro espaços que …

Estrutura do Montepio é "insustentável a prazo". Reestruturação avança em Outubro

O Banco Montepio vai avançar com uma reestruturação em Outubro. Para já, ainda não se sabe quantos funcionários deverão deixar a instituição, mas é certo que a actual estrutura é "insustentável a prazo". Nas reuniões do …

Enquanto estava em coma, bens de Navalny foram congelados pela justiça russa

Oficiais de justiça russos congelaram as contas e uma parte do apartamento do opositor ao governo Alexei Navalny quando este permanecia em coma após um presumível envenenamento no final de agosto, indicou esta quinta-feira a …

Mais cinco mortes e 899 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta sexta-feira, mais cinco mortes e 899 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quinta-feira, mostra o boletim mais recente da Direção-Geral de Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da …

Governo de Bolsonaro bate recorde de aprovação durante a pandemia

A aprovação do Governo brasileiro, presidido por Jair Bolsonaro, subiu para 40%, a maior percentagem desde o início do seu mandato, iniciado em janeiro de 2019, segundo uma sondagem do Instituto Ibope divulgada na quinta-feira. A …

Número de casos baixa nos EUA. Na Bélgica, deixa de ser obrigatório usar máscara na rua

A pandemia tem assolado toda a população mundial, mas há países que têm sofrido mais com o aumento de número de infetados e com mortes. Apesar de serem um dos países mais afetados, os EUA …

Seis enfermeiros infetados e cirurgias canceladas no hospital de Beja

O hospital de Beja detetou esta quinta-feira seis enfermeiros do bloco operatório infetados com Covid-19 e cancelou algumas cirurgias programadas por questões de segurança, disse à agência Lusa a presidente da Unidade Local de Saúde …

Reformas na função pública subiram para 43% (e um quinto são professores)

Mais de 6.500 trabalhadores das administrações públicas aposentaram-se na primeira metade deste ano, o que representa um crescimento de 43% face ao mesmo período de 2019. A maioria das saídas deriva de áreas como a …