/

Jogos de futebol emocionantes podem (literalmente) parar o coração

Um equipa de investigadores descobriu que um jogo de futebol emocionante, que deixa as pessoas stressadas ou zangadas, pode provocar um ataque cardíaco.

Em 2014, a Alemanha venceu a Argentina na final do Campeonato Mundial de Futebol, no Brasil. O jogo foi a prolongamento e ficou marcado pela tensão.

Agora, novas pesquisas mostram que a emoção vivida pelos adeptos alemães durante o jogo pode ter provocado um aumento do número de pessoas que foram para o hospital com ataques cardíacos.

Uma equipa de investigadores, liderada por Karsten Keller da Johannes Gutenberg-University Mainz, na Alemanha, descobriu que as admissões hospitalares para enfartes do miocárdio (ataques cardíacos) aumentaram durante o Campeonato Mundial de Futebol 2014, em comparação com o período homólogo de 2013 e 2015, anos que antecederam e precederam, respetivamente, o Mundial.

Para chegar a essa conclusão, foram analisadas as admissões hospitalares por ataque cardíaco na Alemanha, relativas a quatro períodos: meados de junho a meados de julho de 2013, 2014 e 2015 (ano em que se realizou o Campeonato do Mundo), e meados de julho a meados de agosto de 2014 – o mês imediatamente a seguir. Para além do Campeonato do Mundo de Futebol da FIFA, nesses períodos não houve grandes eventos desportivos.

Os investigadores verificaram então que, durante o período do Campeonato do Mundo, a Alemanha teve 2,1% mais admissões hospitalares do que em 2013, 5,5% mais admissões do que no mês seguinte à final, e 3,7% mais admissões do que em 2015. Estes resultados foram publicados na revista Scientific Reports.

Além disso, não houve qualquer diferença na taxa de mortalidade hospitalar após um ataque cardíaco, exceto no dia da final entre a Alemanha e a Argentina, que teve o maior número de mortes hospitalares diárias do período em que decorreu o Mundial.

Os autores sugerem que o aumento nas admissões hospitalares devido a ataque cardíaco pode ter sido devido a elevados níveis de stress durante os jogos, visto que o stress pode afetar o coração e desencadear eventos cardiovasculares.

Embora o estudo identifique uma correlação entre jogos de futebol e casos de ataque cardíaco, não encontra explicitamente provas de causa, escreve a Cosmos.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.