//

Jogador da NBA queimou um mandado de captura

Instagram / Enes Kanter

Enes Kanter queima mandado de captura.

Autoridades da Turquia não gostaram da análise ao presidente Recep Erdoğan. Enes Kanter foi avisado mas não quis saber.

O basquetebolista turco Enes Kanter, que até nasceu na Suíça, volta a ser “alvo” das autoridades da Turquia. Desta vez recebeu um mandado de captura mas ignorou o aviso.

O jogador dos Portland Trail Blazers criticou novamente o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdoğan, dizendo que o líder turco é um “ditador” e “o Hitler da Turquia“. Recebeu um mandado de captura, nos Estados Unidos da América, mas queimou o papel.

Kanter exibiu o gesto nas redes sociais e acrescentou a frase: “Parece que atingi um bocadinho os sentimentos do Erdogan”.

Enes Kanter, de 28 anos, nasceu em Zurique mas os seus pais voltaram pouco depois para o país natal, a Turquia. Está nos Estados Unidos desde os seus 17 anos, precisamente por causa do basquetebol. A sua primeira equipa na NBA foram os Utah Jazz.

O seu pai, professor universitário, já esteve preso durante sete anos: “Acusaram-no de ser criminoso só porque é meu pai”, disse o jogador, que é classificado como um terrorista pelo governo turco, que por isso já emitiu um mandado de captura internacional em 2019.

Kanter está longe da Turquia e dos seus familiares desde 2015 – se voltasse, poderia ser detido imediatamente porque há vários anos critica direta e publicamente a política de Erdoğan. Chegou a ser detido num aeroporto, na Roménia, porque a Turquia cancelou o seu passaporte.

Em Portland vive num quarto de hotel e o próprio Enes Kanter explicou à NBC porquê: “É mais seguro. Há pessoas lá fora que te podem proteger. Já falei com o FBI e eles deram-me um botão do pânico, que tenho junto à minha cama. Se eu me sentir desconfortável, ou se estiver preocupado com algo, carrego no botão e o FBI aparece aqui em dois ou três minutos”.

Enes Kanter vai ser cidadão americano no próximo mês.

  Nuno Teixeira, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.