Para o país não andar para trás, Jerónimo pede aos militantes que se transformem em candidatos

António Pedro Santos / Lusa

O secretário-geral do Partido Comunista Português (PCP), Jerónimo de Sousa

O secretário-geral comunista, Jerónimo de Sousa, pediu esta quarta-feira mais mobilização aos militantes da CDU, transformando-se estes também em candidatos às eleições legislativas, porque “o risco de andar para trás é bem real” em termos de direitos e rendimentos em Portugal.

Num comício noturno em Vila Nova de Gaia, Porto, Jerónimo de Sousa começou por dizer que os últimos quatro anos de legislatura com Governo minoritário do PS e uma posição conjunta “mostraram que valeu a pena a luta e ação e intervenção do PCP, do PEV, das forças da CDU”.

“Não foram quatro anos fáceis. Foram quatro anos de ação e luta. O balanço ao trabalho realizado nesta legislatura pelas forças da CDU mostra uma intervenção sem paralelo. Muitas das medidas que os trabalhadores e a maioria dos portugueses reconhecem como positivas têm a marca da iniciativa e do voto dos partidos da CDU. Sim, foi das bancadas do PCP e de ‘Os Verdes’ que surgiu intensa atividade também com propostas inovadoras na procura de solução a novos e velhos problemas”, afirmou.

O líder do PCP regozijou-se por, “ao fim de mais de 20 anos de luta e proposta da CDU”, ter sido alcançada “a criação e implementação do passe único” nos transportes públicos coletivos metropolitanos.

“Um enorme avanço que garante poupanças muito significativas, particularmente para trabalhadores, para estudantes e para reformados. Um enorme avanço que ainda há três anos perecia inatingível quando em várias assembleias municipais da área metropolitana do Porto e na própria Assembleia da República a nossa proposta foi chumbada porque o PS, o PSD, o CDS não apoiaram a criação do passe único”, elogiou.

Jerónimo de Sousa destacou que, apesar de se tratar de um “grande avanço na vida de muitas pessoas” e uma poupança importante em termos económicos, nesta matéria, “como muitas outras, nada está garantido para todo o sempre”.

“Tal como a Diana Ferreira [deputada e cabeça-de-lista pelo Porto] aqui denunciou, o risco de andar para trás é bem real. As resistências dos autarcas PS e do PSD na região à aplicação da medida são bem evidentes e estão já a prejudicar a população da área metropolitana do Porto, que ainda não tem os descontos do passe família nem o passe sub-13 garantido, o que, na prática, está a retirar o direto ao transporte a muitas crianças”, lamentou.

O secretário-geral comunista terminou o discurso com um forte apelo aos militantes e simpatizantes presentes no evento para que, “nesta última semana e meia” de campanha eleitoral se empenhem e tentem congregar mais votos, indo “para junto do povo”, tornando-se também autênticos candidatos CDU.

O mesmo argumento de “andar para trás” utilizou também esta quarta-feira o secretário geral do socialista, António Costa, antevendo que um eventual regresso do PSD ao poder poderia trazer aumento de impostos, cortes nos salários e o fim passes sociais.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Elon Musk lança concurso para ver quem consegue bater um caracol

O multimilionário, através da sua empresa especializada em construção de túneis, lançou um concurso mundial para ver quem é capaz de bater um caracol. De acordo com o jornal Daily Mail, Elon Musk lançou um concurso …

Covid-19. Tóquio quer pagar até quatro mil euros a bares que fiquem fechados

As autoridades de Tóquio, no Japão, estão a ponderar pagar um subsídio, que pode chegar aos quatro mil euros, aos bares que se mantenham fechados para conter a propagação da covid-19 na cidade. De acordo com …

Médicos franceses detetaram primeiro caso de bebé infetado no útero

Médicos em França pensam ter identificado aquele que será o primeiro caso confirmado de um bebé infetado com covid-19 no útero materno. De acordo com o site Business Insider, a equipa médica conta que a …

17 anos depois, Estados Unidos voltam a aplicar a pena capital a nível federal

Os Estados Unidos procederam, esta terça-feira, à primeira execução federal de um prisioneiro no "corredor da morte" em 17 anos, através de uma injeção letal. Daniel Lewis Lee, 47 anos, natural de Yukon (Oklahoma), foi executado …

Com o pretexto de paz, "senhor da guerra" vai ganhando poder na República Centro-Africana

O "senhor da guerra" Ali Darassa foi pago pelo presidente da República Centro-Africana e já influenciou a demissão de um ministro numa tentativa de manter a paz no país. A República Centro-Africana é um país atormentado …

Ministério Público acusa 25 arguidos pela queda do BES

O Ministério Público deduziu acusação, esta terça-feira, contra 25 arguidos, 18 pessoas singulares e sete pessoas coletivas, no âmbito do processo sobre a queda do Universo Espírito Santo. "O Ministério Público do Departamento Central de Investigação …

Agora, até o Toyota Corolla é um crossover

O Toyota Corolla Cross é o mais recente SUV da marca japonesa. Apesar de a marca estar a reforçar a sua gama de SUV, Portugal terá de esperar mais um pouco. Na semana passada, a Toyota …

Da Escócia à Grécia, Kleon pedalou durante 48 dias para regressar a casa

Um jovem grego, "preso" na Escócia devido ao cancelamento dos voos por causa da pandemia de covid-19, decidiu pedalar durante 48 dias consecutivos para conseguir regressar a casa. De acordo com a CNN, Kleon Papadimitriou, de …

Após fugirem da Venezuela, milhares foram obrigados a regressar por causa da pandemia (mas não é assim tão fácil)

Desde 2016, quase cinco milhões de venezuelanos deixaram o país, fugindo da pobreza e dos serviços sociais e de saúde em colapso. Agora, a pandemia de covid-19 forçou-os a regressar à Venezuela - se o …

Costa defende na Hungria que Estado de direito não deve ser associado à recuperação

O primeiro-ministro defendeu, esta terça-feira, à saída de uma reunião com o seu homólogo húngaro que a questão do Estado de direito, embora "central" para Portugal, não deve ser relacionada com as negociações sobre o …